Maxiverso

Piores filmes do mundo: Zohan (You Don’t Mess with the Zohan)


Zohan – O agente bom de corte

Nome original: You Don’t Mess With the Zohan
Direção: Dennis Dugan
Roteiro: Adam Sandler, Robert Smigel e Judd Apatow
Atores principais: Adam Sandler, John Turturro
Produção: EUA – 2008
Duração: 113 minutos
Gênero: Comédia, ação

Columbia Pictures

Cotação – Piores Filmes do Mundo:
PFM-3Flop Piores filmes do mundo: Zohan (You Don't Mess with the Zohan)

> Crítica (com spoilers):

Quando será que a produtora Happy Madison vai arrumar um filme decente pro “monoexpressão” Adam Sandler? O ator, apesar da característica técnica que o credencia para a alcunha citada acima, não é dos piores e tem lá seus momentos, em algumas cenas em que está inspirado, mas seus filmes realmente não ajudam. Só pra ficar nos mais famosos, “Tratamento de Choque” e “Golpe Baixo” são, quando muito, razoáveis, sendo “Como Se Fosse a Primeira Vez” o único da produtora que pode ser classificado como “bom”. E neste filme deprimente aqui, Sandler também tem culpa no resultado, já que assina o roteiro junto de Robert Smigel e o bom Judd Apatow.

Em Zohan – O Agente Bom de Corte – uma pretensa paródia de filmes de espionagem, com pretensas críticas culturais ao modo como os americanos vêem os povos do Oriente Médio – o problema é ser quase. O filme é quase uma comédia (ok, a seqüência em que ele estapeia o motorista com os pés é legal, mas ficou mais longa do que deveria, em uma clara mostra de falta de timing do péssimo diretor Dennis Dugan que arruinou a única cena que podia ser bacana em todo o longa); quase tem uma mensagem contra discriminação e xenofobia; quase tem boas cenas de ação e quase faz com que as imbecilidades do personagem principal tenham sentido.

Na prática, não há graça nas piadas babacas de cunho sexual (a não ser que você ache o Turma do Didi de matar de rir); as tiradas contra os americanos e a estereotipagem dos israelenses e árabes são parcas, pobres e mais do que repetitivas; as pontas das celebridades são bisonhas (com destaque negativo pra Mariah Carey, que não consegue nem representar ela mesma!) e Sandler acha que os problemas entre israelenses e palestinos são simples desentendimentos bobinhos e que podem ser facilmente resolvidos.

Para piorar, temos coisas que não ficaram no quase: as situações sexuais na barbearia são ridículas e geram uma sensação de perplexidade por serem tão facilmente aceitas pelas pessoas envolvidas; assim que botamos os olhos na dona do salão já sabemos que será quem vai “terminar” ao lado do nosso herói; a corporação que pretende desalojar os comerciantes locais volta-se muito facilmente às apelações quando o salão começa a conseguir pagar o aluguel alto (poderia simplesmente aumentar de novo o aluguel, até um patamar inalcançável) e desiste – ou não é mostrado uma definição quanto a isso – de cobrar a loja de eletrônicos, e por aí vai… incongruências não faltam, e situações mal resolvidas idem.

filmeZohan3-300x210 Piores filmes do mundo: Zohan (You Don't Mess with the Zohan)          filmeZohan2-300x210 Piores filmes do mundo: Zohan (You Don't Mess with the Zohan)

E isso para não lembrarmos de situações patéticas, como fato de Dalia, a dona do salão, não importar-se de ver seu estabelecimento virar um motel, e de interessar-se por um homem que é estupidamente grosso, porco, e totalmente promíscuo, valores com os quais ela demonstra não concordar.

E se você está se perguntando porquê não fizemos uma sinopse da história até o momento, é porquê isso é complicado! Sim, trata-se de um filme onde não fica claro qual seria a o mote. Se for para resumirmos tudo em poucas palavras, poderíamos dizer que fala de um super-(herói)-soldado israelense que foge para os EUA em busca de seu sonho de ser cabeleireiro e – parafraseando nosso querido locutor que apresenta as vinhetas da Sessão da Tarde – “se mete em incríveis confusões, com uma turminha da pesada”. É mais ou menos por aí…

Uma observação que vale a pena constar é que o trailer de Zohan foi muitíssimo bem editado, não entregando as aberrações, os estereótipos exagerados e as piadas xulas, dando uma errônea idéia de que o filme é uma comédia engraçada e bacana de assistir. No trailer, por exemplo, a cena em que Sandler estapeia o motorista com os pés, ali sim, está com o timing correto e fica engraçada.

Como disse Pablo Villaça, do excelente Cinema em Cena, “Zohan – O Agente Bom de Corte é, possivelmente, o pior filme da carreira de Adam Sandler” (se bem que depois veio o excrescente “Cada Um Tem a Gêmea Que Merece”…). Não poderíamos deixar de acrescentar que trata-se também de um dos piores filmes do mundo. 🙂

> Ficha do filme no IMDb

PFM-Cotacao-300x211 Piores filmes do mundo: Zohan (You Don't Mess with the Zohan)

Avaliação
The following two tabs change content below.
AvatarRalph-150x150 Piores filmes do mundo: Zohan (You Don't Mess with the Zohan)

Ralph Luiz Solera

Escritor e quadrinhista, pai de uma linda padawan, aprecia tanto Marvel quanto DC, tanto Star Wars quanto Star Trek, tanto o Coyote quanto o Papaléguas. Tem fé na escrita, pois a considera a maior invenção do Homem... depois do hot roll e do Van Halen, claro.

12 comments

  • Avatar
    Ventil Po:

    ja vi mongoloide defender filme ruim e se sentir pessoalmente ofendido qd alguem diz que aquele filme é ruim… mas nunca tinha visto ninguem fazer isso com um filme TAO ruim como esse… a humanidade nao tem jeito mesmo

  • Avatar
    Eu:

    Tecnicamente uma ova. Fala sério! Cinema americano é uma indústria que se dá bem com o lixo que é 90% da sua produção. Adam Sandler repete papéis e, finalmente, em zohan ele muda um pouco. A obviedade do filme é o que o torna engraçado. Ser tosco ao extremo é o que o torna interessante e é, enfim, uma produção fiel a um humor genuíno estado-unidense. Ruim mesmo é comedia romântica tipo “como se fosse a primeira vez”, uma repetição da história comum, com falsos toques de intensidade e profundidade.
    Sinceramente, tecnicamente, a sandra bullock é uma ótima atriz que já ganhou inúmeros Oscar (repetindo sempre o mesmo papel ridículo).
    Por isso prefiro um filme ridículo do que o clichê pseudo-cult.

    E, fala sério, um cara que consome os produtos da indústria cultural – star wars, marvel, dc, etc – não dá pra criticar zohan.

    • Ralph Luiz Solera
      Ralph Luiz Solera:

      oi Eu rsrs vc está confundindo gêneros com qualidade… comédias românticas, space operas, filmes de heróis, etc, podem ser bons ou ruins, e isso não tem absolutamente nada a ver com o gênero… inclusive, veja só, comédias pastelão e besteirol também podem ser boas ou ruins… os EUA já produziram comédias besteirol sensacionais (tecnicamente… sim, tecnicamente), que são ótimas (você gostando ou não)… nesse caso de Zohan, um filme péssimo, você pode gostar dele e achar divertido, assim como eu gosto e acho divertido diversos filmes que são, de novo, tecnicamente, bem ruins 🙂 e tudo bem que seja assim, não é legal isso? Se você se divertiu com as ideias de Zohan, se vc consegue rir daquilo, ótimo pra vc. Assim como eu me divirto e rio de filmes beeem toscos tb. Mas eles continuam sendo ruins. 😉 Ah, e “clichê pseudo-cult… eu não faço ideia do que seja rs

    • Avatar
      Marcio Dantas:

      boa resposta Ralph… galerinha continua se doendo qd ve alguem apontar os defeitos de um filme e no caso desse sao vaaaarios defeitos kkk e vc aí que consegue apreciar um lixo desses, continua assim meu filho nao é proibido nao, so nao tenta dizer que essa porcaria é um bom filme vai, nao força a barra

    • Avatar
      Nilzander 2Face:

      “Um cara que consome produtos da industria cultural” kkk que manezao Zohan é uma b*sta

  • Avatar
    Alex:

    Morro de rir com esse filme todas as vezes que o assisto.
    Filmes escrachados não são feitos para serem levados a sério.
    São para rir e ponto final.

    • Ralph Luiz Solera
      Ralph Luiz Solera:

      oi Alex, vc tem todo o direito de morrer de rir com qualquer filme, inclusive os ruins. E isso pq uma coisa não tem nada a ver com outra. E, ao contrário do que vc disse, filmes escrachados – assim como qualquer outro tipo de filme – são feitos para serem bons (a não ser as produções de baixo orçamento, e os filmes B propositalmente ruins). Existem muitas, muitas mesmo, comédias escrachadas ótimas, inclusive muito mais escrachadas que essa porcaria de Zohan, e ainda assim vc pode gostar mais de Zohan que delas. Mas repito: uma coisa nada tem a ver com a outra.

  • Avatar
    Tore Flor:

    como esse cara consegue fazer uns filmes tao ruins pqp esse é um dos piores dele

  • Avatar
    Teka:

    dificil um filme bom desse ator… mas Cada um tem a Gemea que merece e esse Zohan sao UM LIXOOOOOOOOOOOOOOO

  • Avatar
    Felipe Dias:

    Pelo contrário, achei muito engraçado, vocês que são chatos demais

    • Avatar
      Gigi Oliveira:

      ou vc que tem pessimo gosto kkk essa porcaria flopou no mundo todo

    • Ralph Luiz Solera
      Ralph Luiz Solera:

      Vc pode achar graça do filme, Felipe. Tem gente que acha graça dos núcleos cômicos das novelas da Globo. Tem gente que acha graça de piadas chulas. Isso é gosto. Nosso papel é só dizer, tecnicamente, se é bom ou não. Se vc curte, sem problema. 🙂

leave a reply

Contate-nos

Contate-nos por email ou nos procure nas redes sociais

soleblog.brasil@gmail.com

  • Top 7 personagens icônicos de séries
  • Top 7 Filmes diferentes do convencional
  • Top 7 Maiores Compositores de Trilhas Sonoras do Cinema
  • Top 7 robôs mais importantes da ficção II
Back to Top