Maxiverso
CINEMADiversosO superestimado Ex Machina vence o BIFA 2016
ex-machina

O superestimado Ex Machina vence o BIFA 2016

Neste Domingo tivemos a premiação do British Independent Film Awards – BIFA – a mais importante premiação de cinema independente da Grã-Bretanha, e Ex Machina, primeiro longa de Alex Garland (roteirista de A Praia) saiu como maior vencedor da noite, com quatro premiações, incluindo a principal do BIFA, a de melhor filme britânico independente de 2015.

ex-machina-poster O superestimado Ex Machina vence o BIFA 2016E as outras premiações não são “menores” não, pois o longa faturou os prêmios de melhor direção e melhor roteiro, além de melhor realização.

Podemos lembrar também da cerimônia do Oscar deste ano, quando Ex Machina recebeu a estatueta por ter vencido a categoria de efeitos visuais, derrotando ninguém menos que Star Wars – Episódio VII: O Despertar da Força, o que foi um absurdo maior do que Uma Aventura Lego ter perdido para Operação Big Hero o Oscar de melhor animação no ano passado.

É evidente que Ex Machina é um bom filme, e não estamos afirmando o contrário ao criticar as premiações recebidas. Mas há um evidente caso de superestimação de algo que não deveria possuir todo esse reconhecimento, por conta de alguns problemas que parece que estão passando ao largo do grande público e dos avaliadores que concedem as premiações.

Ocorre que há uma distância considerável entre ser um bom filme e ser o melhor filme independente do ano. No caso do Oscar, por exemplo, levou-se muito em conta que os efeitos especiais devem servir à história e não o contrário, e também que os efeitos conseguidos em Ex Machina, mesmo tratando-se de uma produção independente, foram excepcionais.

De fato, os efeitos do filme são ótimos, porém a premiação deve ser entregue a quem obteve o melhor resultado em termos absolutos, e não a quem “merecia” a premiação por ter conseguido um excelente resultado mesmo com orçamento muito menor. Por isso que a premiação foi a maior surpresa da noite, porque Star Wars obteve um resultado melhor, mesmo que tenha tido um orçamento maior, mesmo sendo um blockbuster, etc.

No caso do BIFA, torna-se ainda mais questionável o resultado obtido por Ex Machina, principalmente em se tratando de “melhor roteiro”. Uma história boa, porém totalmente previsível (a não ser que você ainda se surpreenda com os fracos plot twists que foram mostrados no filme) e com diversas falhas lógicas (segurança que pode ser burlada por uma simples queda de energia; sistema moderno hackeado facilmente mesmo sem conhecimento prévio e sem ter rotinas de segurança e backup que se auto refazem; I.A.s sem absolutamente nenhum bloqueio de segurança que proteja os humanos ou o seu criador, e uma tentativa de plot twist com o Teste de Turing que dá pra matar de cara, no começo do filme) não pode ser melhor filme nem melhor roteiro.

O filme pode soar melhor para o grande público e para os avaliadores, em uma primeira vista, mas não resiste a uma análise um pouco mais aprofundada da lógica de seu roteiro, que acaba se mostrando muito falho, e de algumas cenas, que se mostram muito ruins.

ex-machina-esfaqueando O superestimado Ex Machina vence o BIFA 2016

“Opa, vai me enfiando uma faca aí que eu vou ficar só olhando aqui”

Na verdade, algumas dessas cenas chegam a ser quase “amadoras” em termos de falta de qualidade, como a inércia longa e tranquila de certo personagem enquanto está sendo esfaqueado (além da calma que lhe impede de tentar segurar o braço do agressor enquanto a faca está entrando, vemos ainda uma completa e total ausência de demonstração de dor) ou a cena em que esse mesmo sujeito calmo além da compreensão humana conhecida reage agressivamente (ué?!) à revelação de hack de seu sistema com um soco (e que direção bisonha de cena que permite alguém ser acertado por um soco forte o bastante para fazê-lo desmaiar mas não há nenhum movimento de corpo que acuse o golpe, em uma interpretação fraquíssima de ambos os atores).

E nem citaremos as partes mecânicas extremamente frágeis dos andróides ou os teatrinhos do criador dos robôs para as câmeras, que perdem o sentido se considerados que os plot twists são do roteirista e não dos personagens, que, então, não deveriam saber das reviravoltas conceituais que o filme traria.

Enfim, Ex Machina está criando uma imagem totalmente acima da qualidade real da obra, que se não chega a ser ruim – pelo contrário, é um bom filme – não chega nem perto de ser o que muita gente está avaliando. Pelo menos não se analisado de forma mais criteriosa.

Avaliação
The following two tabs change content below.
AvatarRalph-144x144 O superestimado Ex Machina vence o BIFA 2016

Ralph Luiz Solera

Escritor e quadrinhista, pai de uma linda padawan, aprecia tanto Marvel quanto DC, tanto Star Wars quanto Star Trek, tanto o Coyote quanto o Papaléguas. Tem fé na escrita, pois a considera a maior invenção do Homem... depois do hot roll e do Van Halen, claro.

34 comments

  • Luiz Souza:

    Se alguem realmente admira o enredo desse filme… ta muito defasado no genero rsrsrs… filme mais ou menos. E só.

  • Dr Luiz:

    Filme de fraco pra mediano… nota 4 ou 5 de 10… temas costumeiros, enredo previsível (até a reviravolta do teste era previsível pra quem não viveu em Marte nos últimos 20 anos e está acostumado ao sci-fi), boas atuações, diversos erros de roteiro e direção (muitos citados no artigo). Estranho realmente ter tanta gente por aí dizendo que é excelente… pelo menos nesse site tanto a análise quanto os comentários estão mais coerentes acerca do nivel razoável do filme.

    • Osmar Celo:

      bem por aí… filme ta longe de ser ruim… e longe de ser a maravilha que alguns dizem…

  • Natasha:

    galera se doi por esse filme… pega mal com quem critica… é muito mimimi pra minha cabeça… é um filme legalzinho sim, mas cheio de erros como o artigo disse, e alem disso, tem os problemas de roteiro… fraco demais pra mim… e o fato dele ser bem aceito no meio (tem gente que realmente diz que ele é um clássico moderno) mostra a decadencia do genero, algo como quando o Euller foi pra seleção brasileira, la no fim dos anos 90 acho, o que ja mostrava como a seleção tava em queda…

    • Andressa:

      Nem legalzinho eu achei… fraquissimo, cheio de problemas, historia mais que batido pra quem le e assiste muito sci-fi, cenas bisonhas… só se salva a atriz, muito boa, e os efeitos especiais dela. Só.

  • Pedro:

    filmequinho fracooooo

  • Marcelo Telles:

    até gostei do filme… mas nunca que isso é uma obra prima nem mesmo isso pode ser chamado de excelente… filme mediano pra bom

  • Fabiana Franca:

    superestimado mesmo… filme bom, sem nadica de nada de mais, aliás, é mais do mesmo, tema requentado, história previsível, interpretações fracas (com exceção da atriz principal) e um nivel de fragilidade dos sistemas informatizados que não condiz com o nível de tecnologia apresentado… superestimado.

  • Ingrid:

    filmeco… e um bando de gente acha que ele é a última bolacha do pacote

  • Pedro Henrique:

    ah mas o filme trata da “alegoria da caverna” de Platão (mas heim?), tem um visual incrível, ganhou Oscar, bla bla bla… tem que ser muito paia pra achar que esse filme mediano, cheio de problemas conforme o artigo mostra, é algo mais do que “bom…zinho”… pqp me dói o coração ver carinha no Face dizendo que isso ai é uma “obra prima” ou um “clássico moderno”… ai ai… bando de analfabeto funcional em cinema…

  • Marco Lutto:

    hahahaha concordo 100%… no Face no grupo 365 Cinema (um dos mais chatos do Face) uns idiotas defendendo o filme com argumentos tipo “não vi defeito nenhum”, “o cara acha que entende de ciência e artes” e “opinião pessoal prevalecendo”… kkkkkkkkkk é de dar dó… no mais, filme legal, sem nada de mais…

  • Sandrinha:

    engraçado que tem gente que acha fodástico mesmo… mas não dura 10 minutos diante de uma análise criteriosa… a gente pega uma pá de problema… não dá galera, filme médio… até a temática é batida… vale por algumas poucas situações e pelos efeitos mesmo

  • José Luiz Arantes:

    nem sei pq a polemica esse filme nunca foi nada de mais

  • FM:

    Nossa falou tudo… filme legal, mas tem que dar muito desconto pra esses furos todos!

  • Joao:

    ei, quero ganhar cliques, olha aqui, vou fazer um texto de odio com uma manchete polemica, quero cliques, vamos, cliquem…

    • Ralph Luiz Solera
      Ralph Luiz Solera:

      Acho que vc precisa atualizar suas definições de “texto de ódio”, João rsrs… 😉 uma crítica sobre um prêmio que um filme recebeu, com argumentos técnicos, passa longe disso. Abraço. 🙂

    • Sabugoza:

      que otário esse João kkkkkkkkkkkk

  • Benetti:

    filmeco… não acho nem bom, quanto mais excelente

  • Cris Dias:

    Nao concordo com nenhum dos erros apontados

    • Luiz:

      claro… na verdade esses erros não são erros, nós é que estamos de ‘mimimi’ certo? kkkkkkkk

    • Nemo Nox:

      faz como o autor então… pega cada erro que ele citou e explica pq acha que não é um erro e sim que é uma coisa certa do filme… 🙂

    • Cris Dias:

      eu sei que são erros mas não concordo que o filme não mereça o prêmio eu adoro o filme

    • Benetti:

      heim? kkkkkkkkkkkkkk

  • Paulo Dias:

    não era pra ter levado o Oscar nem do Mad Max quanto mais de Star Wars… filme mais ou menos

  • Lemonade:

    nossa nunca vi nada de mais nesse filme nunca entendi ele levar esses premios olha so os erros de roteiro que tem ali fala serio…

  • espacoentrenos:

    Boa crítica. Não tinha reparado em alguns dos pontos levantados. Mas sim, não deixa de ser um filme bacana.

    • Jackson:

      Perfeito, como ele mesmo disse, é sim um bom filme. Só não é essa obra prima que dizem…

  • Jackson:

    filme mediano… e olha lá

  • Nemo Nox:

    No Face os defensores dele alegam que o debate que ele gera deve ser considerado, pois é muito importante. Um debatezinho antigo e mais que batido??? Se o maior mérito do filme é esse, desculpe mas ele não é bom o suficiente pra nos fazer ignorar os erros.

  • Alice:

    nunca vi nada de mais nesse filme acho ele legal mas nada demais

  • Marcos Tiba:

    Sempre quis definir esse filme e não conseguia… agora sei como fazer: superestimado! Perfeito!

  • Eu Acredito:

    vc deve ta maluco esse filme é uma obra prima o melhor scifi da decada vc ta de brincadeira

    • Marcos Tiba:

      aham… e aquele monte de defeito a gente ignora né fera?

    • Jackson:

      um argumenta e aponta fatos… o outro vem com achismo… eu amo esses comentários kkk

leave a reply

Contate-nos

Contate-nos por email ou nos procure nas redes sociais

soleblog.brasil@gmail.com

  • Top 7 personagens icônicos de séries
  • Top 7 Filmes diferentes do convencional
  • Top 7 Maiores Compositores de Trilhas Sonoras do Cinema
  • Top 7 robôs mais importantes da ficção II
Back to Top