Maxiverso
LIVROS & HQsLivros: ResenhasResenha: A Liga dos Artesãos (Tales Livro 1)
e671ee4fbb7ad2339be802d54585df8a

Resenha: A Liga dos Artesãos (Tales Livro 1)

Título: A Liga dos Artesãos (Tales Livro 1) (Alvores #1)

Autor: Lauro Kociuba

Editora: Independente

Ano: 2014

Páginas: 272

capa-alvores Resenha: A Liga dos Artesãos (Tales Livro 1)

Capa do livro “A Liga dos Artesãos”.

Abro a palavra para o autor:

“O que você sabe sobre elfos, orcs e humanos?

Abra a mente. Estou abrindo as portas de um mundo novo para você, e é bom começar a rever seus conceitos. Suas certezas são questionáveis, o inesperado sempre é certo e a dúvida não é uma opção.

Elfos, anões, orcs, trolls, dragões, wargs… E se eles existiram de verdade? E se tudo começou a desaparecer quando a Era dos Homens teve início? E se, ainda hoje, houver remanescentes desses seres entre nós?”

Ambientado na bela cidade de Curitiba e com direito a várias referências à mesma, o livro traz a história do encantado Tales (encantado é uma espécie oriunda de relações de elfos com humanos), um adolescente que fora deixado pelos pais ao cuidado de seu tutor e estudou sobre a linhagem dos Alvores – as primeiras raças, existentes antes mesmo dos humanos – ao longo da vida.

Em uma disputa contra os mestiços – disputa proveniente desde o século XX, com ápice no entre guerras -, filhos de humanos com os orcs, e uma tentativa de manter a sobrevivência da própria espécie de elfos, o jovem adentra em sua aventura em parceria com os engenhosos anões para proteger uma arma poderosa que os seus inimigos tentam se usurpar para decair o império dos homens, alegando que os mesmos não merecem seus privilégios.

the-fellowship-of-the-ring-lord-of-the-rings-2301456-960-404 Resenha: A Liga dos Artesãos (Tales Livro 1)

É difícil não lembrar de “O Senhor dos Anéis” lendo o livro. Na imagem, trecho do filme “O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel” (The Lord of the Rings: The Fellowship of the Ring, 2001).

O livro traz várias referências a história do século XX e de Curitiba de uma forma muito fantástica, inteligente, criativa e até mesmo crível, o que – através da ótima escrita do autor – consegue transportar o leitor para uma realidade alternativa, na qual o improvável é possível e a magia é revelada para alguns. Cidades de baixo de nossos pés, guerras das quais não tivemos notícias, seres dotados de magia…

Apesar de não possuir o label de uma grande editora, tenho certeza de que o livro se firmará como um referencial para a cultura fantástica e principalmente tolkiana do país, possuindo todo o potencial para cruzar as fronteiras.

Fica clarividente que a obra é uma leitura obrigatória para os fãs de literatura fantástica e um grande convite para os que ainda não a conhecem.

No votes yet.
Please wait...
Avaliação
The following two tabs change content below.
AvatarMatheus-150x150 Resenha: A Liga dos Artesãos (Tales Livro 1)

Matheus Mundim

Economista por formação e escritor por insistência. Acreditava que devíamos nos envolver com a ficção, pois as verdades da vida nos levariam à loucura. Enlouqueceu acreditando nisso.

leave a reply

Contate-nos

Contate-nos por email ou nos procure nas redes sociais

soleblog.brasil@gmail.com

  • Top 7 personagens icônicos de séries
  • Top 7 Filmes diferentes do convencional
  • Top 7 Maiores Compositores de Trilhas Sonoras do Cinema
  • Top 7 robôs mais importantes da ficção II
Back to Top