Maxiverso

91 Days: a surpresa da última temporada

Para dizer um adeus definitivo à temporada de animes passada, que tal falar sobre um dos animes que mais se destacou? Por ser um anime original, 91 Days foi uma caixinha de surpresas, afinal, não tendo sido baseado em nenhuma obra prévia — como mangá ou light novel — nos deixou sem saber o que esperar.

91 Days trata de um tema que já foi muitas vezes explorado em obras ficcionais, mas que fora delas é tratado quase como um tabu. Um ato considerado primitivo e pouco civilizado, mas ancorado em sentimentos que a maioria das pessoas já experimentou. Ato que se confunde com a justiça, mas que é diferente dela. Já fazem uma ideia?

• • •

Ambientado nos Estados Unidos durante a Lei Seca, o anime possui elementos históricos. Criminalidade e violência já eram de se esperar numa história que se passa na época em que a produção, distribuição e consumo de bebidas alcoólicas foi considerada ilegal no país. Na década de 1920 e começo de 1930, as máfias se beneficiaram com a situação, e em cidades como Chicago houve um aumento no crime organizado, que viu no mercado ilegal de bebidas uma oportunidade de ganhos. É nesse contexto que a história se situa.

Tudo começa numa noite fria, quando o pequeno Angelo Lagusa presencia o assassinato de seus pais e irmão mais novo por integrantes da máfia dentro de sua própria casa. Por pouco, consegue fugir dos assassinos naquela noite, deixando para trás os corpos dos familiares e qualquer resquício da vida feliz que vivera até o momento. O garoto corre para o único lugar que lhe resta, a casa de seu melhor amigo, Corteo, que o acolhe como um irmão.

Sete anos depois, Angelo, agora adulto e conhecido como Avilio Bruno, recebe uma carta a respeito do assassinato, contendo informações identificando os responsáveis pelas mortes. Corroído pelo rancor desde aquele dia infeliz, a carta era o que ele precisava para realizar seu maior desejo.

Esta é uma história de um jovem sedento por vingança que está disposto a tudo, até mesmo se infiltrar numa perigosa disputa entre grupos criminosos. Tudo para vingar a morte de seus seus entes queridos.

91_days_imagem1 91 Days: a surpresa da última temporada

Avilio Bruno (Angelo Lagusa). Cena do segundo episódio.

Seu primeiro passo é voltar para Lawless, cidade onde impera a corrupção, com uma polícia que se rebaixa ao poder das máfias que controlam o lugar na Era da Proibição. Integrantes da família Vanetti são os alvos de Avilio, em especial o chefe da família, Vincent ‘Don’ Vanetti, e seu filho Nero. Aproveitando-se de um momento de instabilidade na família Vanetti, o jovem conduz seu plano infiltrando-se nas atividades dos mafiosos para acabar com seus desafetos um a um, contando com a ajuda de Corteo, seu amigo de infância e única pessoa que sabe de seu passado e intenções.

A partir daí, muitos personagens são apresentados — com destaque para Nero, filho de Don Vanetti e futuro sucessor da família — e as intrigas internas se desenrolam, garantindo ao anime uma boa quantidade de imprevisibilidade e ação, com muitas cenas de tiroteios e perseguições.

91_days_imagem2 91 Days: a surpresa da última temporada

Avilio e Nero

Os personagens são interessantes, em especial um dos secundários, o excêntrico Fango, com seu comportamento imprevisível e violento que acaba lembrando Graham Specter, do anime Baccano!. Aliás, o contexto em que se passa a história de 91 Days é o mesmo de Baccano!, sendo semelhante também o estilo dos dois animes, com cores mais sóbrias e apagadas. Igualmente, não é difícil notar que 91 Days é um anime destinado ao público adulto, pelo enredo mais sério e quantidade de violência e mortes.

No entanto, as semelhanças param por aí, pois a cronologia de ambos é bem diferente. Enquanto em Baccano! predominam os flashbacks, flashforwards e o foco nos personagens, 91 Days é mais tradicional e segue uma cronologia linear, tendo como propósito mostrar os principais acontecimentos relativos à vingança de Avilio nesses 91 dias repletos de conspirações entre mafiosos e rumos inesperados.

Por ser ambientado nos EUA, a única coisa que pode parecer estranha é o fato de os personagens falarem japonês. De resto, a caracterização dos cenários e tudo de forma geral — veículos, imóveis e objetos — ficou bem convincente.

A animação não é espetacular, mas é bonita, principalmente nas cenas em que os personagens são mostrados de perto, e o character design também é bom. A trilha sonora é mais orquestral e tranquila, e a abertura e encerramento caíram bem. Quem também assistiu Tokyo Ghoul e Psycho-Pass reconhecerá imediatamente que a música de abertura é da banda Ling Tosite Sigure.

Em suma, o anime acabou recebendo muitas críticas positivas, pois surpreendeu com suas qualidades. 91 Days tem cliffhangers de deixar qualquer um ansioso, e para quem não o assistiu, agora poderá conferir tudo de uma vez sem ter que esperar impacientemente pelos episódios semanais.

O anime tem 12 episódios + 1 recap (correspondente ao ep. 7.5), que reconta a história até o episódio 7. Foi produzido pelo estúdio Shuka (o mesmo de Durarara!!) e licenciado pela Crunchyroll.

91_days_imagem3 91 Days: a surpresa da última temporada

Comentários Adicionais
(Contêm spoilers: não leia se não assistiu até o fim)

91 Days teve uma boa dose de imprevisibilidade, algo que aprecio muito nos animes que assisto. Para começar, a dúvida sobre o remetente da carta, que se arrastou por um bom tempo. Pela maior parte dos episódios foi difícil pensar em alguém, apesar de eu já imaginar que tivesse sido enviada por alguém da casa dos Vanetti. No episódio em que foi revelado o mistério, acredito que algumas pessoas, assim como eu, suspeitaram do calado Del Toro, pois quem estava atento poderia notar que ele ganhou um certo destaque no episódio, ainda que pequeno. Isso provavelmente foi feito de forma intencional, justamente para enganar os espectadores, aumentando a surpresa quando foi revelado o verdadeiro remetente.

Uma death flag, no entanto, foi o episódio em que Avilio vai com Corteo até a cidade onde morava anteriormente. Ao ver os dois passeando, logo imaginei que uma tragédia estaria para acontecer com Corteo. O que não imaginei foi que este morreria pelas mãos do próprio Avilio. Ao ser confrontado por Nero e pelo (quase bloodhound) Barbero, suspeitei que a prova de boa fé seria deixar que Avilio matasse o amigo de infância. Naquele ponto, a tensão e a dúvida foram intensas. A decisão de Avilio em matá-lo foi um dos pontos altos do anime.

Naquele momento, Avilio paga um preço alto por sua obstinação. O rapaz perde seu único “irmão” restante para vingar aqueles que já se foram. A decisão tomada por ele — matar o próprio amigo — foi algo impressionante. Era esperado que ele fosse forçado a provar sua lealdade no momento em que Corteo fora capturado, mas que ele mataria o amigo de fato nos pegou de surpresa, mesmo se pensarmos que, caso se recusasse, não só Corteo seria morto como ele também. Uma decisão sábia, mas não menos emocionante quando imaginamos o quão miserável ele deve ter se sentido a partir dali.

O final, para minha surpresa, abriu mais margem para interpretação de quem assistiu do que pensei que abriria assim que terminei o último episódio. Alguns preferiram imaginar que Avilio continuou vivo. Já outros (eu por exemplo) acreditam que Nero realmente o matou. Alguns gostaram bastante do final, outros nem tanto. Por um momento, pensei que os dois continuariam juntos e Avilio ganharia um novo “irmão”, por mais absurda que fosse a ligação entre eles. Uma conclusão bittersweet assim me cairia bem. De qualquer forma, o final como fizeram ficou igualmente bom. Foi como se Nero tivesse simplesmente dado um fim no sofrimento do protagonista, que já não tinha mais razão de viver. A dúvida que fica é se ele fez isso para si mesmo (por ódio) ou por Avilio (por pena). E por que um tiro pelas costas? Depois daquelas palavras finais? Dúvidas que vão ficar…

Avaliação
The following two tabs change content below.
AvatarKarina-1-150x150 91 Days: a surpresa da última temporada

Karina Moreira

Formada em História, é membro do Grupo de Estudos de Histórias em Quadrinhos de Franca (GEHQ). Há anos não consegue viver sem sua dose diária de animes e mangás, o que aumentou seu interesse pela cultura japonesa, e espera conseguir dominar o complexo idioma dos kanji um dia... De vez em quando, gosta de desenhar e passar a madrugada rindo de vídeos de pegadinhas.
AvatarKarina-1-150x150 91 Days: a surpresa da última temporada

Latest posts by Karina Moreira (see all)

2 comments

  • Avatar
    julioamaral (@cyber_julio):

    COMENTÁRIO CONTÉM SPOILERS:

    Eu realmente gostei de 91 days, achei intrigante, forte, gosto de histórias com enredo fora (ou parte fora) do Japão também (ex: Monster, Bacanno!,Dantalian, Gankutsuou, Jormungand, Black Lagoon, etc.).
    Em relação a animação, dois pontos mais me chamaram bastante atenção: o Corteo, que de papel secundário teve momentos lindos de protagonista, como na morte do Fango, ao se entregar para os Vanneti, buscando ajudar Avilio, sem contar que ele é o dono da fórmula de Lawless Heaven, ou seja, um personagem de peso, que toma notas altas em pontos críticos da história.
    E a relação de Nero e Avilio, desde o episódio onde elas acampam fugindo, imaginei que eles não iriam se matar, tanto que pra mim o final que “escolhi” é que Nero deixa Avilio seguir, pois o considera como alguém de sua família. Dito que Don Vanneti se arrepende ter matado a família Lagusa, confessando isso a Nero.

    Com certeza um anime original que vale a pena rever pra matar a saudade!

    • Karina Moreira
      Karina Moreira:

      Adoro um anime bem japonês, mas tem cada anime bom que se passa fora do país. Gosto de muitos desses que você citou. Pois é, adorei esse desenvolvimento do Corteo, um personagem de peso mesmo, sem ele a história seria totalmente diferente.
      Em relação ao final, o que você imaginou é parecido com o que eu imaginava também. Senti esse laço de família entre os dois, pensei que não se matariam por isso, já que só tinham um ao outro depois de tudo.
      Esse é um dos poucos que também pretendo reassistir no futuro, hehe.

      Obrigada por passar por aqui e deixar um comentário! 😀

leave a reply

Contate-nos

Contate-nos por email ou nos procure nas redes sociais

soleblog.brasil@gmail.com

  • Top 7 personagens icônicos de séries
  • Top 7 Filmes diferentes do convencional
  • Top 7 Maiores Compositores de Trilhas Sonoras do Cinema
  • Top 7 robôs mais importantes da ficção II
Back to Top