Maxiverso

Convenção com ator de Stranger Things causa tumulto no Brasil

Logo que foi lançado em julho de 2016, sem muito alarde pelo Netflix, o seriado Stranger Things se tornou um fenômeno mundial, uma verdadeira febre pop, que catapultou a carreira da maioria dos envolvidos, seja seu atores veteranos, que já estavam sumidos do grande público, como Winona Ryder (atriz já indicada ao Oscar, e famosa por filmes como Edward, Mãos de Tesoura ou Drácula) ou  Matthew Modine (Nascidos para Matar), seja também para os jovens atores que formam o núcleo infantil da série: Finn Wolfhard (Mike), Gaten Matarazzo (Dustin), Caleb McLaughlin (Lucas), Noah Schnapp (Will) e a descoberta mais sensacional do jovem elenco, a atriz Millie Bobby Brown (Jane/Eleven).

Da noite para o dia, estas crianças viraram celebridades mundiais, e passaram para o hall da fama e do dinheiro de Hollywood, tornando-se verdadeiras “crianças de ouro”. A série que mostra as aventuras de um grupo de jovens amigos nos anos 80, em uma cidadezinha do interior americano às voltas com fenômenos sobrenaturais e experimentos científicos secretos do governo, ao mesmo tempo em que tentam ajudar a fugitiva Eleven das perseguições dos agentes de segurança.

A série tenta fisgar os fãs mais novos pelas suas histórias, ações e tramas complexas – mas bem costuradas – e os mais velhos pela nostalgia, já que em várias cenas se percebe a intenção dos criadores, os irmãos Duffer, em homenagear os filmes e séries dos anos 80, em especial produções do cineasta Steven Spielberg ou histórias do escritor Stephen King. A série terá sua terceira e aguardada temporada a ser lançada em em 4 de julho de 2019.

Então não é de estranhar que as empresas de entretenimento e eventos nacionais, que  trabalham no ramo de produção de convenções, pensassem em trazer os jovem atores para o Brasil. Um dos maiores sucessos internacionais, fora dos EUA, Stranger Things é bastante cultuada por aqui e volta e meia aparecem fãs interagindo com os atores em redes sociais, pedindo a presença dos mesmos no Brasil.

A primeira tentativa de trazer uma artista da série foi durante a Bloody Weekend 2, nos dias 20 e 21 de maio de 2017, em São Paulo e no Rio de Janeiro. A promessa era a vinda da atriz Millie Bobby Brown, a Eleven, a grande estrela da série. Infelizmente, depois de ter boa parte dos ingressos vendidos, ela teve que cancelar o evento quase em cima da hora, motivando posteriormente o cancelamento total da Bloody Weekend 2, que traria também outros atores de outros seriados em uma grande convenção. Os organizadores tiveram que devolver todos os ingressos e arcar com o prejuízo.

O cancelamento em maio de 2017 da Bloody Weekend 2 foi uma alternativa mais inteligente para outra empresa de entretenimento nacional, fora do eixo Rio-São Paulo de tentar levar a atriz para Curitiba, PR, o que acabou acontecendo em 03 de setembro de 2017 com a Geek City. Assim, muitos fãs dos grandes centros brasileiros tiveram que ir para Curitiba ver a atriz pela primeira vez no Brasil.

Então chegamos a maio de 2018, quando a produtora nacional Ideal Produções, anunciou a Stranger Con, a convenção de fãs de Stranger Things, nos dias 20 de outubro, no Ribalta do Rio de Janeiro, e no dia 21 de outubro, no Áudio de  São Paulo, trazendo pela primeira vez ao Brasil o ator Noah Schnapp, (o Will Byers), com ingressos que variavam de R$ 150 a R$ 550 no primeiro lote, dividido em setores e os mais caros com direitos a autógrafos e o meet & greet com o artista.

Logo que a notícia se espalhou, começou a caça e procura por ingressos e setores. Então veio o primeiro balde de água fria. Em junho de 2018, faltando 03 meses para o evento, a produtora Ideal Produções informou que estava rompendo o contrato com a operadora de ingressos, a PagSeguro e era necessário que todos os fãs pedissem o cancelamento do ingresso, para o ressarcimento e futura nova aquisição por outra operadora de ingressos. A nova operadora, a Ticket Pass, só começou a venda de ingressos algum tempo depois.  Isto já deve ter levado muitos fãs ao desespero. Posteriormente, eles enviariam, após muita demora e reclamações, os ingressos pelo correio. Mas o drama ainda não tinha acabado…

Como se não bastasse este problema da venda de ingressos, a bomba maior ainda viria: faltando uma semana para a convenção, a Ideal Produções informou que “devido a agenda do ator, por causa das filmagens prologadas da terceira temporada de Stranger Things, o evento estava sendo… adiado, para Janeiro de 2019“! Foi informado que os fãs não precisavam se preocupar, pois todos ganhariam upgrades para lugares melhores no evento, que estava sendo transferido da Áudio (Barra Funda), para a Tropical Butantã, um lugar maior… Se os fãs já estavam desconfiados com o ocorrido com os ingressos, já começaram a ficar com a pulga atrás da orelha no que de pior ainda poderia acontecer. Muitos acreditavam que o evento seria cancelado, e para piorar, o atores Noah Schnapp (Will), Caleb McLaughlin (Lucas) e Sadie Sick (Mad Max), vieram de surpresa ao Brasil em outro evento, a CCXP 2018 em Dezembro.

“Constranger Con”!!!

Finalmente, sem mais problemas aparentes e adiamentos, o dia da Stranger Con, em São Paulo aconteceu em 20 de Janeiro (um dia depois do Rio de Janeiro, que já teve também sua cota de problemas). Era apenas o começo do martírio de pais e crianças que lá estavam para ter um “dia de divertimento”! Quem chegasse as 11 horas da manhã, hora que inicialmente se abririam as bilheterias para a troca do ingresso pelas pulseiras de acesso ao evento, teria sua primeira grande decepção: uma fila enorme que praticamente abraçava o quarteirão inteiro onde fica a casa de espetáculos, Tropical Butantã.

O sol escaldante, de mais de 35°C, fez com que qualquer sombra fosse uma verdadeira zona em disputa por diversas pessoas. Infelizmente o martírio até as bilheterias durou por volta de 1 hora e meia, para em seguida as pessoas terem que entrar em outra fila com a pulseira para só então adentrarem a casa de espetáculos, o que levou mais meia hora. Havia muitos pais reclamando, crianças chorando e até passando mal com o calor e o sol. Um total absurdo pra quem pagou caro pra estar lá. Alguns pais acionaram o Conselho Tutelar, contra a empresa do evento, e a Polícia Militar chegou a entrar na casa de espetáculos para ver o que estava acontecendo. Constrangedor!

will-byers Convenção com ator de Stranger Things causa tumulto no Brasil

Ai mano, que bagunça !!!

Uma vez dentro da casa de espetáculos, pra quem pensava que o pior já tinha passado, na verdade, o pesadelo só estava começando! Com uma estrutura totalmente deficiente, o que se viu foi uma total falta de organização no realocamento dos fãs em seus lugares, pois simplesmente colocaram fileiras intermináveis de cadeiras de plástico (isso mesmo, cadeiras de plástico) com apenas um cartão com a localização da mesma, em cima dela. O que se viu a seguir foi uma guerra de cadeiras, com pessoas de setores diferentes pegando para si quaisquer lugares que encontravam pela frente. Os camarotes eram os setores mais baratos (!), por serem os mais afastados, mas era o caminho mais fácil e rápido até o camarim e área que futuramente o ator iria aparecer, ou seja, totalmente paradoxais. E quase duas horas depois de aberta a casa, o ator apareceu, lá de cima, perto dos camarotes, promovendo uma histeria ensurdecedora por parte de seus fãs (composto quase 90% de garotas com menos de 15 anos).

Por volta das 14:00, começou  a primeira parte do evento, com a chamada para a sessão de autógrafos. As fileiras estavam organizadas (?) por ordem alfabética, e obviamente, as pessoas que pagaram para ficar na frente foram as primeiras a serem contempladas… mas, por causa da desorganização dos organizadores (?) do evento, as filas estavam cheias demais e logo o pessoal da organização começou a intervir pra tentar arrumar a bagunça, mas o que se viu, foi ainda pior. Alguém da organização falou no áudio que todos com a pulseira que dava direito ao autografo poderiam ir para a fila pois conseguiriam um acesso. O que se viu a seguir foi  uma verdadeira bagunça desordenada de  pessoas correndo para a fila, passando na frente de muita gente que teria o direito correto, já que deveria ter sido organizado por filas diferenciadas.

A desorganização continuou na hora dos autógrafos (que durou menos que o previsto e fez com que muita gente perdesse a oportunidade), pois ainda assim a sessão se estendeu para o evento seguinte da convenção, o meet and greet, com a assessoria do ator, que devido à desorganização, chegou até a gritar e empurrar os fãs, para que o ator pudesse tirar fotos com todos. Por questão de tempo, devido aos atrasos citados, esse evento também foi encurtado, sendo encerrado às 19:15, quando começou a última parte do evento, a presença do ator no palco para um jogo de perguntas e respostas com a platéia, mediada por um membro da sua equipe. Esse evento deveria ter durado até as 20:30, mas as 20:00 o evento foi oficialmente encerrado, para alívio dos pais que lá estavam e de muita gente, depois de horas de espera e cansaço. Possivelmente até para o constrangimento do próprio Noah Schnapp.

Mas o que a Convenção tinha de atrações além do ator Noah Schnapp? A chamada área Arcade Games, que simulava uma antiga casa de jogos dos anos 80, se limitou a apenas míseras três máquinas velhas. sendo uma delas um fliperama que mais deu problema do que funcionou. O espaço criado para simular o mundo invertido teve que ser cancelado (!) e no seu lugar montaram um pequeno cenário com um boneco em tamanho natural do demogorgon (o monstro da série) para as pessoas tirarem fotos. Constrangedor².

Com relação à memorabília, a única lojinha disponível era sofrível, vendendo porcarias como panos, mouse pads e algumas pinturas, que acabaram rapidamente. E o cenário das letras piscantes também teve que ser cancelado, pois parte das lâmpadas se queimou no dia anterior na convenção carioca…! O telão, durante quase 8 horas de evento, foi totalmente subutilizado, com pouquíssimos vídeos “tirados do youtube” e com legendas. Só pouco antes do ator entrar no palco é que colocaram um vídeo-tributo, para a galera gritar feito louca. E no mais, só a trilha anos 80 (com umas poucas músicas de A-Ha, Cyndi Lauper, Culture Clube, Eric Carmen, que ficavam tocando o tempo todo no repeat, e não saía daquilo).

Outro problema que deve ser registrado foi a parte de lanches dentro do Tropical Butantã, pois estava disponível ao público apenas o barzinho do local, que servia porções, refrigerantes, cerveja e nada mais. Primeiro era necessário pegar uma fila de quase meia hora apenas para pegar ficha no caixa, e depois enfrentar o balcão do barzinho para fazer o pedido, e ainda esperar até mais de uma hora, no meio da confusão, para poder pegar o que tinha comprado – o que em muitos casos, acabaram não servindo, gerando constantes reclamações e bate-bocas entre funcionários e o público. Isto foi um dos motivos que acabou levando a (des)organização a liberar a compra de lanches de fora do Tropical Butantã, para que todos aqueles que estavam famintos pudessem comer alguma coisa dos carrinhos de hamburgeres e hot-dogs da esquina.

Conclusão: uma verdadeira furada esta convenção, feita totalmente por amadores. Aqui no Brasil temos eventos nerds muito melhores e bem organizados, como os do pessoal da Nova Frota (antiga Frota Estela Brasil) fã clube de Star Trek, que já trouxe vários atores para nosso país, ou as JediCons, convenções de fãs de Star Wars, que são verdadeiras imersões para o público.

Fica aqui a dica, não entre nesta barca furada de pagar caro para ter dor de cabeça, é melhor ficar em casa. Não participe de convenções dessas (des)organizações.


[RM-RS]

Avaliação
The following two tabs change content below.
AvatarRicardo-150x150 Convenção com ator de Stranger Things causa tumulto no Brasil

Ricardo Melo

Profissional de TI com mais de 10 anos de vivência em informática. Tem como hobby assistir seriados de TV, ir ao cinema e namorar!!! Fã de rock'n'roll, música eletrônica setentista, ficção-científica e estudos relacionados a astronáutica. Quis ser astronauta, mas moro no Brasil... Os anos 80 foram meu playground!

4 comments

  • Denis Avant:

    resposta da organizacao após o mar de reclamacoes no Face: “lamentamos que nem todos tenham aprovado o resultado da convenção, e reiteramos que a organização pensou em tudo da melhor maneira possível, mas imprevistos sempre ocorrem em eventos dessa magnitude, o que serve de experiencia para que possamos melhorar nas futuras convenções a serem realizadas” quem redigiu isso, um político?

    • Ricardo Melo
      Ricardo Melo:

      Até parece mesmo. São muito amadores. Vc fica 6 a 7 horas lá dentro sem muito o que fazer, esperando a sua vez da foto ou meet, poderiam usar o palco ou telão pra fazer gincanas, falar sobre as mil e uma teorias da série…desperdício total.

  • Ricardo Melo
    Ricardo Melo:

    Perca de tempo total. Nunca mais também.

  • Cris Educacao:

    Eu estava la e digo que vc pegou leve até. Foi uma zona! Nunca participei de uma convencao tao desastradamente desorganizada como essa. NUNCA MAIS!

leave a reply

Contate-nos

Contate-nos por email ou nos procure nas redes sociais

soleblog.brasil@gmail.com

  • Top 7 personagens icônicos de séries
  • Top 7 Filmes diferentes do convencional
  • Top 7 Maiores Compositores de Trilhas Sonoras do Cinema
  • Top 7 robôs mais importantes da ficção II
Back to Top