Maxiverso

Resenha: Never Die Club 2 – Os Jogos de Judas

E a eterna (no mais completo sentido da palavra) luta entre os templários da Vaucent e os imortais continua em Never Die Club em seu volume 2 (veja nossa resenha sobre o volume 1), entitulado Os Jogos de Judas.

A história começa com a conquista da América pelos europeus, à custa de muito sangue indígena, em um prólogo importante para a trama. Voltando ao presente, Tristan, depois de receber uma missão, visita seu semelhante Nuno Veiga, o qual apesar de imortal mostra as duras marcas do tempo e do modo como escolheu levar sua imortalidade, por questões amorosas. E a missão de Tristan é simples: resgatar a mulher por quem Nuno sempre fora apaixonado, o que faz Tristan partir de Portugal para Barcelona. NDC2-300x300 Resenha: Never Die Club 2 - Os Jogos de JudasLá, encontra Lazarus – que foi condecorado templário – que precisa resgatar sua namorada Venus, a imortal que foi presa e torturada anteriormente.

Depois disso, Tristan passa por poucas e boas enfrentando novos membros da Vaucent e o próprio Nuno, até que reencontra o português e presenciamos uma cena digna de um fado.

No fim, Tristan parte para concluir sua missão, parte da história que melhora mais ainda a narrativa, sobretudo pelos esclarecimentos pertinentes à trama, incluindo o volume 1. Mas já digo: a batalha entre templários e imortais é apenas um ponto nesse universo, e coisas maravilhosas ainda estão para acontecer.

Sobre a HQ

A história é muito bem conduzida por Marcello Fontana, e bem amarrada com o primeiro volume, com várias referências e alusões. É uma leitura rápida e prazerosa, com um ritmo que não deixa a gente desgrudar da leitura até saber o que acontece no final.

A arte de Alex Lins casa muito bem com o estilo da história, além de muita qualidade técnica, e as cores da Laís Bicudo dão mais vida às paginas. Tudo na dosagem perfeita.

O material é de ótima qualidade, tanto a impressão quanto o papel. Foi lançado em dezembro, na CCXP 2018, com fundos recebidos através do Catarse. Não é recomendada a leitura para menores de 16 anos.

Avaliação
The following two tabs change content below.
AvatarJean-150x150 Resenha: Never Die Club 2 - Os Jogos de Judas

Jean Bonjorno

Formado em jornalismo, leitor de quadrinhos, costumava escrever alguns poemas quando adolescente. São Paulino, antes de entrar pro mundo dos quadrinhos, colecionava camisas de futebol (hoje não é possível manter as duas coleções =/). Baixista e roqueiro, por que tudo na vida tem que ter uma trilha sonora... e que seja uma boa trilha sonora!

leave a reply

Contate-nos

Contate-nos por email ou nos procure nas redes sociais

soleblog.brasil@gmail.com

  • Top 7 personagens icônicos de séries
  • Top 7 Filmes diferentes do convencional
  • Top 7 Maiores Compositores de Trilhas Sonoras do Cinema
  • Top 7 robôs mais importantes da ficção II
Back to Top