Maxiverso
LIVROS & HQsLivros: EspeciaisEspecial: Um Perverso Tom de Vinho
um perverso tom

Especial: Um Perverso Tom de Vinho

Título: Um Perverso Tom de Vinho

Autor: Matheus Mundim

Editora: Editora Subsolo

Ano: 2016

Páginas: 178

Hoje vou falar sobre o livro que escrevi, Um Perverso Tom de Vinho. Talvez você tenha lido minha publicação acerca das maneiras possíveis para adentrar o mercado literário brasileiro (Especial: Os 5 Possíveis Caminhos do Escritor Brasileiro); bom, passarei um pouco por elas também, traçando meu caminho até o momento em que tive coragem de publicar o trabalho.

Capa_v2 Especial: Um Perverso Tom de Vinho

Capa de “Um Perverso Tom de Vinho”, 2016.

Um Perverso Tom de Vinho é, antes de mais nada, um noir policial. José Fontes e Silas Gonçalves, os personagens principais, são dois detetives de uma cidade pequena no interior de Minas Gerais que estão na mão da aristocracia – corrupta – que toma conta da região. Neste lugarejo, Nessuno, a noite ganha tratamento especial. Bebidas, drogas e fornicação são a regra – o resto é a exceção. E qualquer semelhança com Sin City é uma mera coincidência!

Inspirado por Lawrence Block, Frank Miller, Nick Pizzolatto e Stephen King, tentei criar uma mistura de suspense com terror e boemia em um local brasileiro, tratando de questões do nosso país com um plano de fundo (grilagens, questões indígenas, culinária e modo de vida). O mistério talvez seja algo que falte (uma autocrítica), pois o leitor flerta com ambos lados da moeda. Do lado dos mocinhos: José e Silas; do lado dos vilões, um acaso nascido em uma desgraça: Genésio.

Genésio é um personagem vítima da loucura e do fanatismo religioso de seus antepassados. Nascido na Holanda no final da Segunda Guerra, em meio a um ritual insano no Inverno da Fome, nasce Genésio acusado de matricídio pelo seu pai, que jurara protege-lo. Estes dois então fogem para o Brasil (Antônio fugindo de seu passado, de sua história), chegando a Nessuno, a fictícia cidade na qual se passa o enredo.

Em Nessuno, o mal se enraíza.

Em 1976, começam a desaparecer crianças na cidade, fato que atinge a consciência e a humanidade até mesmo de homens como Silas e José, os policiais civis mais safados da época. Em meio a atividade de cobrar comissões para seu chefe, não o delegado, mas o figurão Suíço, e de beber até apagar no bar do Carlão, os policiais se encontram na posição de ter que descobrir por que as crianças da cidade estão desaparecendo.

E assim, com uma linguagem suja (das ruas) e uma vivência noturna, o enredo se desenvolve, e o leitor é convidado a conhecer Nessuno e suas personagens.

É um livro com uma linguagem fácil e sem muitas dificuldades de compreensão, escrito puramente para entretenimento e desaconselhável para quem aprecia puramente a boa moral da família tradicional brasileira.

No mais, aceite meu convite e venha comigo por esta história. Será um grande prazer.

Como comemoração (e até mesmo porque ninguém quer gastar grana com o que não conhece, pois mal tem grana pra gastar com o que gosta e conhece), o livro estará de graça na Amazon amanhã, dia 27 de agosto, em formato digital.

Um Perverso Tom de Vinho (formato digital) – Amazon (Grátis dia 27/08)

Sobre o caminho que tracei, a Editora Subsolo é um selo independente que oferece serviços (de qualidade, mesmo) para o pessoal mais underground da literatura (literatura de resistência). Seu editor (editor de verdade, que lê e faz o serviço) é o grande Robisson de Albuquerque, que puxa uma forte onda de literatura no interior de Minas Gerais. O livro está em processo de licitação junto a prefeitura de minha cidade, que tem um projeto de incentivo à literatura, e deve alcançar o mundo físico nos próximos dois meses.

Editora-imagem Especial: Um Perverso Tom de Vinho

Editora Subsolo. Literatura de Resistência.

Na sinceridade, não dá para fazer dinheiro no mundo online no Brasil, a não ser que você venda muitos títulos diferentes, pois a população que faz uso de e-reader e, consequentemente, lê e-books é ainda menor que a população que lê livros em formato físico, que, por sua vez, já é pequena. A intenção ao disponibilizar o livro em formato digital é tentar alcançar o maior número de pessoas possíveis, fazê-las (com o apoio da Providência e muita boa sorte e boa vontade) conhecer o seu trabalho, como autor.

Caso haja interesse, talvez algum dia eu escreva um pouco sobre processo criativo. Leiam e vejam se deu certo! Haha.

Conto com vocês. A luta continua.

No votes yet.
Please wait...
Avaliação
The following two tabs change content below.
AvatarMatheus-150x150 Especial: Um Perverso Tom de Vinho

Matheus Mundim

Economista por formação e escritor por insistência. Acreditava que devíamos nos envolver com a ficção, pois as verdades da vida nos levariam à loucura. Enlouqueceu acreditando nisso.

2 comments

  • Toninho Santos:

    legal saber do seu livro parabens pela empreita e sucesso bacana ter um escritor no site gostei

    • Matheus Mundim
      Matheus Mundim:

      Valeu pelas palavras, Toninho. A gente vai tentando haha.

leave a reply

Contate-nos

Contate-nos por email ou nos procure nas redes sociais

soleblog.brasil@gmail.com

  • Top 7 personagens icônicos de séries
  • Top 7 Filmes diferentes do convencional
  • Top 7 Maiores Compositores de Trilhas Sonoras do Cinema
  • Top 7 robôs mais importantes da ficção II
Back to Top