Maxiverso
OscarPrevisoes

Oscar 2018: Previsões e Críticas

A premiação do Oscar 2018 – assim como ocorrido no Globo de Ouro – estará marcada pelas denúncias de assédio através do movimento #MeToo que balançaram a estruturas de Hollywood e desmascararam, por exemplo, a figura toda poderosa de Harvey Weinstein, ocasionando mudanças também em obras já em andamento. Christopher Plummer, por exemplo, foi indicado ao prêmio de melhor ator coadjuvante ao substituir Kevin Spacey em Todo o Dinheiro do Mundo de Ridley Scott (depois de um denúncia contra o premiado ator de Seven e House Of Cards), James Franco teve suas chances descartadas como melhor ator (por O Artista do Desastre) depois de uma denúncia de assédio e o ator Casey Affleck (Oscar em 2017) não entregará o prêmio para o vencedor deste ano como manda a tradição.

Com relação as categorias em si, temos o domínio da A Forma da Água com suas 13 indicações e que poderá premiar o diretor Guillermo del Toro. Todavia, a fábula do diretor mexicano tem um páreo duro: Três Anúncios para um Crime do diretor Martin McDonagh que poderá também premiar (pela segunda vez) a atriz Frances McDormand na categoria de melhor atriz depois de 21 anos (ela ganhou o Oscar por Fargo em 1997). E, sim, Meryl Streep está concorrendo também este ano. Nas categorias ditas “técnicas” não podemos esquecer de filmes igualmente elogiáveis como Blade Runner 2049Dunkirk (ambas críticas também no site)

Devemos atentar também sobre a guinada com relação as mudanças feitas nos anos anteriores para aumentar a pluralidade e a maior participação de minorias,  e esperamos , assim, que a premiação de Moonlight no ano passado não tenha sido uma exceção. Portanto, é elogiável a presença de Corra! do diretor Jordan Peele, e da diretora (e atriz) Greta Gerwig com Lady Bird  como melhor filme – assim como o fato da categoria de melhor ator com a presença de Timothée Chalamet pelo seu papel  em Me Chame Pelo Seu Nome e a indicação de dois atores negros (Denzel Washington e Daniel Kaluuya).

Vale ressaltar a presença do filme Uma Mulher Fantástica estrelado pela atriz transexual Daniela Vega concorrendo a melhor filme estrangeiro e a indicação de Rachel Morrison na categoria de melhor fotografia por Mudbound – Lágrimas sobre o Mississipi (primeira vez na história que uma mulher é indicada para a categoria)

Veja abaixo todas as críticas publicadas no site Maxiverso sobre os filmes candidatos ao Oscar na categoria de melhor filme (basta clicar no título) e a lista com as demais categorias e os respectivos favoritos na nossa opinião (em negrito):

Melhor Filme (espero que este ano não troquem os envelopes !)

  • A Forma da Água –  Um doce e sombrio conto sobre o romance entre a faxineira vivida por um excelente Sally Hawkins e uma criatura aquática disputando nada menos que 13 Oscars. Tudo isso emoldurado por um fabuloso design de produção e sem perder sua aura sombria característica do diretor. Será que a fábula de Guillermo del Toro poderá finalmente premiará o gênero depois de 14 anos? (O último foi Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei em 2004).  A Forma da Água concorre como: Melhor Filme, Diretor, Atriz, Atriz Coadjuvante, Ator Coadjuvante, Roteiro Original, Fotografia, Figurino, Montagem, Design de Produção, Edição, Trilha Sonora e Mixagem de Som.
  • Três Anúncios Para um Crime – Faroeste moderno inspirado pelo estilo dos irmãos Coen e forte concorrente – e favorito até porque não concorre na direção – nas categorias de melhor filme, atriz e ator coadjuvante. Entretanto, o diretor Martin McDonagh conduz o filme de maneira original  sobre um crime não resolvido numa pequena cidade americana pautado no humor negro, violência, drama e uma atuação inspiradíssima de Frances McDormand. Concorre como: Melhor Filme, Atriz, Ator Coadjuvante (dois atores), Roteiro Original, Trilha Sonora e Montagem.
  • The Post – A Guerra Secreta O diretor Steven Spielberg novamente concorrendo a melhor filme, assim como Meryl Streep com sua 22ª indicação. Uma obra jornalística e investigativa sobre a liberdade da imprensa, inspirada no clássico maior Todos os Homens do Presidente de 1976. Sem grandes chances, todavia, o recado foi dado pelo seu diretor em direção ao governo Trump. Concorrendo como: Melhor Filme e Melhor Atriz.
  • Trama Fantasma –  No dito último filme de Daniel Day-Lewis, o ator repete a parceria com o diretor Paul Thomas Anderson neste drama clássico sobre o relacionamento de um estilista e suas musa. Concorrendo como Melhor Filme, Melhor Ator, Atriz Coadjuvante, Diretor, Trilha sonora e Figurino.
  • Lady BirdMundialmente conhecida por Frances Ha, a atriz Greta Gerwig estreia na direção trazendo um obra cheia de sensibilidade sobre amadurecimento. Lady Bird é simples e eficiente em deixar que o fluxo dos acontecimentos sigam seu próprio ritmo permitindo que, mediante novos desafios e sensações de Christine, nos convençam que o importante não é estar certo, e sim que seja verdadeiro. Até porque todas aqueles rostos, locais, rotinas e experiências estarão definitivamente atrelados a nossa existência. Concorrendo como Melhor Filme, Direção, Atriz Coadjuvante e Roteiro.
  • Corra! –  O gênero de terror ou suspense sempre será bem empregado quando for usado como pano de fundo para engrandecer um determinado assunto. Seja ele o amadurecimento sexual, uma questão política ou racial. Assim, esta surpreendente obra do diretor Jordan Peele sobre um jovem fotógrafo (Daniel Kaluuya) que irá conhecer os pais de sua namorada que aparentemente não se importam com a cor do rapaz, não é somente o melhor filme do ano no gênero de terror, como ainda é uma obra contundente e poderosa ao atingir em cheio a hipocrisia, o preconceito velado e constitucional da sociedade. Obras como Corra! jamais teriam voz se não houvesse espaço para as minorias dentro da indústria. O que seria uma grave erro! Concorrendo como: Melhor Filme, Diretor, Ator e Roteiro Original  (*devido a problemas com nosso provedor, não conseguirmos postar a crítica do filme, pedimos imensas desculpas!)
  • DunkirkO diretor Christopher Nolan traz aquilo que se espera dele: um grande espetáculo cinematográfico. Christopher Nolan é um dos poucos diretores que conseguem transitar dentro de um contexto fantástico e ainda assim apresentar-se com inúmeras qualidades abraçando a tensão de uma obra hollywoodiana sem se tornar prolixo… pelo contrário. Foi assim com o surpreendente O Grande Truque e principalmente com O Cavaleiro das Trevas e o inesquecível A Origem, onde tais filmes foram capazes de criar uma atmosfera atraente, usando temas tão distintos quanto criativos. Segundo filme com maior indicações ao Oscar este ano: Melhor Filme, Direção, Montagem, Mixagem, Edição de Som, Fotografia, Design de Produção e Trilha Sonora.
  • O Destino de Uma Nação –  Filme que poderá render o Oscar a Gary Oldman. Esta talvez seja a única categoria que realmente vá trazer algum prêmio para este irregular filme sobre o primeiro ministro Inglês, além claro de melhor maquiagem. Importante como o estudo de uma figura da nossa história recente, O Destino de uma Nação convence em seu elemento principal. Mas é inevitável que o filme jamais tente sair de uma mesmice (isso se muito) que por si só não consiga se sustentar como aquilo que pretendia ser. Concorre como: Melhor Filme, Ator, Fotografia, Figurino, Maquiagem e Design de Produção.
  • Me Chame Pelo Seu Nome Delicado e sensível, a obra dirigida por Luca Guadagnino é símbolo da representatividade na premiação.  Pautando nas descobertas do relacionamento do jovem Élio com um aluno de seu pai, o filme é repleto de belo momentos sem que deixemos de nos identificar com aquele romance. Não somente isso, mas todo o contexto de amadurecimento de um jovem inserido num cenário de compreensão familiar fora do comum. Concorrendo como : Melhor Filme, Ator, Roteiro Adaptado e Melhor Canção.

oscarawards Oscar 2018: Previsões e Críticas


Veja nossas previsões para a premiação do Oscar deste ano nas demais categorias:

Melhor Direção

Como Martin McDonagh de Três Anúncios para um Crime não concorre, Guillermo del Toro é o favorito. Ou teremos alguma surpresa?

  • Dunkirk – Christopher Nolan
  • A Forma da Água – Guillermo del Toro
  • Corra! – Jordan Peele
  • Lady Bird – A Hora de Voar – Greta Gerwig
  • Trama Fantasma – Paul Thomas Anderson

Melhor Atriz

Frances McDormand é favoritíssima. A única que poderá trazer algum risco é a formidável Sally Hawkins.

  • Sally Hawkins – A Forma da Água
  • Frances McDormand – Três Anúncios Para um Crime
  • Margot Robbie – I, Tonya
  • Saoirse Ronan – Lady Bird – A Hora de Voar
  • Meryl Streep – The Post – A Guerra Secreta

Melhor Ator

Barbada da noite?

  • Timotheé Chalamet – Me Chame Pelo Seu Nome
  • Daniel Day Lewis – Trama Fantasma
  • Daniel Kaluuya – Corra!
  • Denzel Washington – Roman J. Israel, Esq.
  • Gary Oldman – O Destino de Uma Nação

Melhor Atriz Coadjuvante

Alisson Janney de I, Tonya é favorita. Mas poderia apostar também em Laurie Metcalf de Lady Bird ou Lesley Manville por Trama Fantasma. Dúvida cruel!

  • Allison Janney – I, Tonya
  • Laurie Metcalf – Lady Bird – A Hora de Voar
  • Octavia Spencer – A Forma da Água
  • Lesley Manville – Trama Fantasma
  • Mary J. Blige – Mudbound – Lágrimas sobre o Mississipi

Melhor Ator Coadjuvante

Assim como na categoria feminina, há um disputa interessante. Sam Rockwell é favorito, mas será que o veteraníssimo Christopher Plummer surpreende?

  • Christopher Plummer – Todo o Dinheiro do Mundo
  • Richard Jenkins – A Forma da Água
  • Sam Rockwell – Três Anúncios Para um Crime
  • Willem Dafoe – Projeto Flórida
  • Woody Harrelson – Três Anúncios Para um Crime

Melhor Roteiro Original

Disputa acirrada, mas Corra! vem correndo por fora (desculpe o trocadilho), e deverá consolidar esta inventiva obra de suspense como pano de fundo para tratar o racismo diário.

  • A Forma da Água
  • Doentes de Amor
  • Corra!
  • Lady Bird – A Hora de Voar
  • Três Anúncios Para um Crime

Melhor Roteiro Adaptado

Categoria sempre concorrida. Mas este ano Chame Pelo seu Nome é mais que representativo sendo o grande favorito.

  • Artista do Desastre
  • Me Chame Pelo Seu Nome
  • Logan
  • A Grande Jogada
  • Mudbound – Lágrimas sobre o Mississipi

Melhor Animação

Animação, Pixar… alguma dúvida? Viva – A Vida é um Festa é um bela obra sobre família e lembranças uma cultura estrangeira.

  • O Poderoso Chefinho
  • Viva – A Vida é uma Festa
  • O Touro Ferdinando
  • Com Amor, Van Gogh
  • The Breadwinner

Melhor Documentário em Curta-metragem

Um categoria difícil de ser avaliada por conta dos candidatos não chegarem ao grande circuito. Mesmo assim, a aposta seria em Heroin(e)

  • Edith+Eddie
  • Heaven is a Traffic Jam on the 405
  • Heroin(e)
  • Kayayo: The Living Shopping Baskets
  • Knife Skills
  • Traffic Stop

Melhor Documentário em Longa-metragem

Ano passado o espetacular O. J. Simpson: Made in America levou o Oscar (e ainda tínhamos o emblemático 13ª Emenda). Este ano Strong Island surge igualmente importante para discutir o preconceito americano. Todavia, o metalinguístico Faces Places deverá sair vencedor.

  • Abacus: Small Enough to Jail
  • Faces Places
  • Icarus
  • Last Men in Aleppo
  • Strong Island

Melhor Filme Estrangeiro

Por mais que o filme sueco seja favorito e seja ambicioso em sua proposta (algo que nem sempre consegue cumprir), minha preferência seria por qualquer outro dos concorrentes. Tanto o Chileno Uma Mulher Fantástica , o russo Sem Amor, o libanês O Insulto ou o húngaro Corpo e Alma são melhores dentro de suas propostas. * Crítica no Site


Melhor Curta-metragem

Categoria complicada de indicar um favorito, devido a dificuldade de acesso. Fora que, neste ano, todos os realizadores estão sendo indicados pela primeira vez.

  • The Eleven O’Clock
  • DeKalb Elementary
  • My Nephew Emmett
  • The Silent Child
  • Watu Wote/All of Us

Melhor Curta em Animação

Neste caso, Dear Basketball que aborda a aposentadoria de um dos maiores jogadores da historia do basquete tem seu favoritismo.

  • Dear Basketball – Glen Keane e Kobe Bryant
  • Garden Party – Victor Caire e Gabriel Grapperon
  • Lou – Dave Mullins e Dana Murray
  • Negative Space – Max Porter e Ru Kuwahata
  • Revolting Rhymes – Jakob Schuh e Jan Lachauer

Melhor Canção Original

Disputa em aberto. Normalmente quando tem um musical no meio (O Rei do Show), o filme sempre se torna o favorito. Mas a música é de Justin Paul e Benj Pasek que venceram ano passado com La La Land. Assim, A Vida é uma Festa (“Remember Me”) tem nossa torcida.

  • Remember Me” – Viva – A Vida é uma Festa
  • “This is Me” – O Rei do Show
  • “Mighty River” – Mudbound
  • “Mystery of Love” – Me Chame Pelo Seu Nome
  • “Stand Up for Something” – Marshall

Melhor Fotografia

Roger Deakins foi indicado 11 vezes e nunca ganhou. Umas das injustiças que Hollywood irá corrigir este ano. Por favor.

  • Blade Runner 2049 – Roger Deakins
  • O Destino de Uma Nação – Bruno Delbonnel
  • Mudbound – Lágrimas sobre o Mississipi – Rachel Morrison
  • Dunkirk – Hoyte van Hoytema
  • A Forma da Água – Dan Laustsen

Melhor Figurino

Categoria complicada. Mas para coroar o filme de Paul Thomas Anderson e não deixá-lo de mãos vazias, o prêmio é para Trama Fantasma.

  • A Bela e a Fera
  • O Destino de Uma Nação
  • Trama Fantasma
  • A Forma da Água
  • Victoria e Abdul – o Confidente da Rainha

Melhor Maquiagem e Cabelo

Barbada na noite. Mesmo que um dos profissionais tenha oferecido seus talentos a aquela aberração chamada Norbit, com Eddie Murphy. Como o mundo dá voltas!

  • O Destino de Uma Nação
  • Extraordinário
  • Victoria e Abdul – o Confidente da Rainha

Melhor Mixagem de Som

Nas categorias sonoras, não há outro vencedor: Dunkirk

  • Em Ritmo de Fuga
  • Blade Runner 2049
  • Dunkirk
  • A Forma da Água
  • Star Wars – Os Últimos Jedi

Melhor Edição de Som

Repetindo: Nas categorias sonoras, não pode haver outro vencedor.

  • Em Ritmo de Fuga
  • Blade Runner 2049
  • Dunkirk
  • A Forma da Água
  • Star Wars – Os Últimos Jedi

Melhores Efeitos Visuais

Outra categoria bem disputada e com ótimos concorrentes. Assim, não podemos esquecer que em Planeta dos Macacos – A Guerra os personagens beiram a perfeição, o  que coroaria o trabalho de toda a saga. Ratificando que há um bom tempo que não vejo tanta qualidade concorrendo na categoria.

  • Blade Runner 2049
  • Guardiões da Galáxia Vol.2
  • Kong – A Ilha da Caveira
  • Star Wars – Os Últimos Jedi
  • Planeta dos Macacos – A Guerra

Melhor Design de Produção

Outra categoria bem disputada. Dennis Gassner e Alessandra Querzola saem na frente com Blade Runner 2049. Mas não será surpresa se A Forma da Água chegar.

  • A Bela e a Fera
  • A Forma da Água
  • Blade Runner 2049
  • O Destino de Uma Nação
  • Dunkirk

Melhor Montagem

Não consigo ver outro vencedor que não seja Dunkirk. Fora isso, o máximo que poderia acontecer seria A Forma da Água para fazer jus às suas 13 indicações.

  • Em Ritmo de Fuga
  • Dunkirk
  • I, Tonya
  • A Forma da Água
  • Três Anúncios Para um Crime

Melhor Trilha Sonora Original 

Mesmo tendo concorrente de peso, como a lenda John Williams e sua 51° indicação, o prêmio deverá ir para Alexandre Desplat (9° indicação) de A Forma da Água. Mas seria um agradável surpresa que Trama Fantasma –  a cargo de Jonny Greenwood – levasse.

  • Dunkirk – Hans Zimmer
  • Trama Fantasma – Jonny Greenwood
  • A Forma da Água – Alexandre Desplat
  • Star Wars – Os Últimos Jedi – John Williams
  • Três Anúncios Para um Crime – Carter Burwell

 

Avaliação
The following two tabs change content below.
RodrigoRodrigues-144x144 Oscar 2018: Previsões e Críticas

Rodrigo Rodrigues

Amante inexperiente da sétima arte, crítico por insistência, mas cinéfilo acima de tudo. Descobriu, ainda jovem, certos diretores como Sergio Leone, Billy Wilder, Fellini, Bergman, Antonioni, Scorsese e sua vida nunca mais foi a mesma. Acredita que a empatia, diálogo e o respeito ao próximo é a maior arma contra o fundamentalismo da sociedade conservadora e fundamentalista de hoje.

25 comments

  • Arrumação:

    Forma da água é muito LEGAL. Mas não é um filme excelente. Pra mim vai ser surpreendido por Corra ou 3 Anúncios, que como disseram aqui, é um filme que a Academia adora premiar…

  • Peixonauta:

    Aposto minhas fichas q 3 Anuncios é q vai surpreender. Tipico filme q Hollywood adora premiar.

  • Gimenez:

    Tom Cruise levou o Franboeza de Ouro rsrsrsrs que coisa, a Universal achando que ia criar um universo compartilhado com seus monstros, imagina a cara dos executivos, qts filmes pensados foram abortados graças a essa obra tosca da Múmia… o mundo dá voltas. Qt ao Oscar, sinto um leve cheiro de decepção pro Forma da Água heim… umas matérias na Hollywood Reporter indicam que o filme tão aclamado antes, pode sair sem muitos prêmios amanhã… vejamos.

  • Zumba:

    Kd Star Wars?

  • Ricardo:

    Qual sera a surpresa e qual a decepcao da noite? Pra mim a decepcap sera o filme do Del Toro… muita indicacao, acho q leva poucos premios

    • Rodrigo Rodrigues
      Rodrigo:

      Ricardo
      Tudo bem?

      Realmente estamos esperando a surpresa/decepção da noite, dado que uma depende da outra para existir. Trama Fantasma pode surpreender, na minha opinião!

      Quanto “A forma da Água”, acho que dos 13 indicados, levando 4 ou 5, seria normal e esperado. Abaixo disso, acho que seria uma decepção sim!

      Abraços e seja sempre bem vindo!

  • Gary Cooper:

    Logan so uma indicacao? Os caras boicotam filme de heroi mesmo

    • Neófito:

      Ou, ao inves de teoria da conspiracao, os filmes de herois nao sejam tecnicamente tão bons assim… 😉

    • Rodrigo Rodrigues
      Rodrigo:

      Acho que é um pouco dos dois. Tecnicamente não são tão bons e há um certa resistência para tais filmes. Cavaleiros das Trevas poderia e tinha qualidades para ser indicado a melhor filme e direção (o que acabou não ocorrendo). Tanto que depois disso, abriram mais vagas para a disputa para justamente tais filmes terem mais chances (o que acabou não ocorrendo)

  • Pirata:

    Dira Paes nos comentarios… nao tem como ser pior que a Gloria Pires mas… pq nao o Ewald Filho?!

    • Rodrigo Rodrigues
      Rodrigo Rodrigues:

      Pirata
      Bem vindo

      É aquilo, pegam alguém que diz que GOSTA de cinema, mas sem necessariamente ENTENDER de cinema ( o que acredito que também seja o caso da excelente atriz Dira Paes).

      Fora que a a transmissão da Globo terá a apresentadora de Maria Beltrão (que não me parece ter o cinema como forte) e do Artur Xexeo que também não me agrada, apesar de seu conhecimento ser infinitamente maior que das outras participantes.

      O Rubens Ewald filho vai comentar na TNT que transmite a premiação desde o início!

      Abraços

  • Hans:

    Nao tem mais categpria melhores efeitos especiais?

    • Rodrigo Rodrigues
      Rodrigo Rodrigues:

      Hans.
      Tem sim!

  • Digo Macedo:

    Day Lewis vai surpreender e levar o quarto Oscar e se consagrar o maior vencedor da historia da categoria. Me cobrem.

    • Rodrigo Rodrigues
      Rodrigo Rodrigues:

      Digo Macedo
      Bem vindo
      Já pensou se ele surpreende todo mundo e leva? Apesar que ele JÁ é o recordista com suas três premiações com melhor ator !

      Abraços

  • Jussara Lima:

    Me chame pelo nome é favorito pq é representativo???? Nao devia ser pq é o melhor??? Q criterio esquisito o seu…

    • Nathan Timpano:

      Por esse criterio, Pantera Negra ganha tudo ano q vem kkkkkkkkkk

    • Rodrigo Rodrigues
      Rodrigo Rodrigues:

      Jussara

      Realmente, não fui muito lúdico ao escrever dando a entender que o filme deve ganhar “somente” por isso. Entretanto, todos tem qualidade para estar ali, isso está intrínseco!

      E eu escolhi tal filme como favorito, não por um critério subjetivo, e sim por fazer uma breve pesquisa e observar as premiações anteriores no qual “Me Chame pelo Seu Nome” saiu vitorioso em várias.

      E mesmo que não fosse assim, a escolha por ter uma maior representatividade é um aspecto importantíssimo sim (fora a qualidade claro). Dado que, o cinema é uma arte e como arte deve promover a inclusão, a escolha é mais que natural. Até porque a própria academia esta mudando seu processo de seleção e investindo mais na diversidade.

      Abraços e seja sempre bem vinda!

  • Jota:

    Com amor Van Gogh vence, eh uma animacao adulta

    • Rodrigo Rodrigues
      Rodrigo:

      Jota,
      Tudo bem?
      Van Gogh é uma boa animação sim; o trabalho feito é algo de espantoso e até tem chances. Mas “A Vida é uma Festa” tem o peso de um filme da Pixar.

      Abraços e seja sempre bem vindo

  • Tony Stark:

    Kd Mulher Maravilha mesmo??? Tadinhos dos DCzetes

  • Raul:

    Dunkirk q todo mundo falou tanto so vai levar dois premiozinhos tecnicos? Kkk

    • Coelho Sabido:

      Aposto em Dunkirk em design de producao… estava impecavel

    • Rodrigo Rodrigues
      Rodrigo:

      Raul
      Tudo bem?
      Não é porque ganhou somente premio técnicos que o filme possa ser considerado menor.

      Um exemplo, é o próprio Mad Max: Estrada da Fúria que levou quase todos estes prêmios, e independente disso , é um baite filme. E acho que Dunkirk pode levar 3 (Mixagem, edição e edição de som)

      Agradeço sua participação e seja sempre bem vindo!
      Abraços

    • Rodrigo Rodrigues
      Rodrigo:

      Coelho Sabido
      Tudo bem?

      Não sei se Design de produção possa render o premio a Dunkirk (há a possibilidade, mas…), até porque temos que lembrar que A Forma da Água teve 13 indicções e não pode ficar a ver nas categorias ditas “técnicas”

      Abraços e seja sempre bem vindo

leave a reply

Contate-nos

Contate-nos por email ou nos procure nas redes sociais

soleblog.brasil@gmail.com

  • Top 7 personagens icônicos de séries
  • Top 7 Filmes diferentes do convencional
  • Top 7 Maiores Compositores de Trilhas Sonoras do Cinema
  • Top 7 robôs mais importantes da ficção II
Back to Top