Maxiverso

Oscar 2018: Resultados e Críticas

Como previsto – felizmente – a premiação de número 90 do Oscar foi pautada pela diversidade, discursos de inclusão e a distribuição dos prêmios feita de maneira equilibrada. E envelopes com as categorias escritas de maneira nada discreta na frente sem dar margens para erros (!) sendo justíssimo convidarem novamente Warren Beatty e Faye Dunaway para apresentarem a categoria final depois da vergonhosa troca dos envelopes ano passado. Também foi emocionante ver a lenda Eva Marie Saint aos 93 anos (o Oscar tem 90) apresentando o Oscar de melhor figurino!

O apresentador Jimmy Kimmel novamente se apresentou bem e confortável dentro de um estrutura engessada e apostou nas piadas críticas e no apoio a causas do Time’s Up contra o assédio (principalmente contra o ex-todo poderoso Harvey Weinstein). Claro que determinados momentos não funcionaram, principalmente quando a cerimônia simplesmente parou para mostrar alguns atores, liderados pela bela Gal Gadot, entrarem durante uma sessão de cinema ao lado do teatro e pegando os espectadores de surpresa! Legal, mas pouco funcional para um cerimônia de quase 4 horas.

E como não poderia deixar de comentar, o discurso emocionante de Frances McDormand pedindo para que todas as indicadas se levantassem e que a indústria convidasse estas pessoas para os escritórios e discutissem suas ideias, desejos e planos para que Hollywood abra as portas para suas histórias. E como a noite foi de representatividade, nada mais importante que a atriz trans Daniela Vega e seu Uma Mulher Fantástica levarem o prêmio de melhor filme estrangeiro – e o roteirista James Ivory ganhado com Me Chame pelo Seu Nome.

O grande vencedor na categoria de melhor filme foi a fábula do diretor mexicano Guillermo Del Toro, com um discurso também emocionante e crítico ao governo americano de Trump e seus muros. A Forma da Água levou 4 das 13 indicações, seguido de perto por Dunkirk e suas três estatuetas nas categoria ”técnicas”. Outro grande favorito, Três Anúncios para um Crime, levou duas estatuetas para casa.

Lembrando que as críticas das maioria dos filmes estão disponíveis no site Maxiverso.

oscarawards Oscar 2018: Resultados e Críticas

 

Agora confira os resultados (em negrito nossa aposta e entre parênteses, quando o resultado foi diferente, o vencedor. O Maxiverso acertou 19 dos 24 premiados da noite:

Melhor Filme

As apostas eram para Três anúncios para um Crime, mas A Forma da Água vencendo foi um misto de surpresa sem ser surpresa! Tanto que muita gente não acertou, nós inclusive! Alguns bolões foram por água abaixo (sem trocadilho).


Melhor Direção

Guillermo del Toro era o favorito e não houve surpresas. Acertamos !

  • Dunkirk – Christopher Nolan
  • A Forma da Água – Guillermo del Toro
  • Corra! – Jordan Peele
  • Lady Bird – A Hora de Voar – Greta Gerwig
  • Trama Fantasma – Paul Thomas Anderson

Melhor Atriz

Frances McDormand era aposta tão certa que chega ser covardia dizer que acertamos!

  • Sally Hawkins – A Forma da Água
  • Frances McDormand – Três Anúncios Para um Crime
  • Margot Robbie – I, Tonya
  • Saoirse Ronan – Lady Bird – A Hora de Voar
  • Meryl Streep – The Post – A Guerra Secreta

Melhor Ator

Barbada da noite!  Belo discurso do ator, lembrando os amigos e sua mãe. Digo isso por pouco vermos este lado do ator.

  • Timotheé Chalamet – Me Chame Pelo Seu Nome
  • Daniel Day Lewis – Trama Fantasma
  • Daniel Kaluuya – Corra!
  • Denzel Washington – Roman J. Israel, Esq.
  • Gary Oldman – O Destino de Uma Nação

Melhor Atriz Coadjuvante

Alisson Janney de I, Tonya  era favorita e confirmou seu prêmio. Acertamos!

  • Allison Janney – I, Tonya
  • Laurie Metcalf – Lady Bird – A Hora de Voar
  • Octavia Spencer – A Forma da Água
  • Lesley Manville – Trama Fantasma
  • Mary J. Blige – Mudbound – Lágrimas sobre o Mississipi

Melhor Ator Coadjuvante

Assim como na categoria feminina, sem surpresas. Sam Rockwell confirma a boa fase da carreira. Acertamos!

  • Christopher Plummer – Todo o Dinheiro do Mundo
  • Richard Jenkins – A Forma da Água
  • Sam Rockwell – Três Anúncios Para um Crime
  • Willem Dafoe – Projeto Flórida
  • Woody Harrelson – Três Anúncios Para um Crime

Melhor Roteiro Original

Um dos mais comemorados prêmios da noite. O roteiro do diretor Jordan Peele é o primeiro prêmio dado a um roteirista negro na categoria

  • A Forma da Água
  • Doentes de Amor
  • Corra!
  • Lady Bird – A Hora de Voar
  • Três Anúncios Para um Crime

Melhor Roteiro Adaptado

O roteirista James Ivory é o mais velho indicado a vencer um Oscar aos 89 anos de idade. Sim, e o diretor é assumidamente Gay!!  Acertamos!

  • Artista do Desastre
  • Me Chame Pelo Seu Nome
  • Logan
  • A Grande Jogada
  • Mudbound – Lágrimas sobre o Mississipi

Melhor Animação

Repetindo: Animação, Pixar… alguma dúvida? Viva – A Vida é um Festa é um bela obra sobre família e lembranças uma cultura estrangeira. Acertamos!

  • O Poderoso Chefinho
  • Viva – A Vida é uma Festa
  • O Touro Ferdinando
  • Com Amor, Van Gogh
  • The Breadwinner

Melhor Documentário em Curta-metragem

Nas categorias de curtas realmente não fomos tão bem. São imprevisíveis! O grande vencedor ”Heaven is a Traffic Jam on the 405″ sobre a artista plástica Mindy Alber que sofre de distúrbios, depressão e ainda sim, conseguiu na arte um fuga.  

  • Edith+Eddie
  • Heaven is a Traffic Jam on the 405 (Vencedor)
  • Heroin(e)
  • Kayayo: The Living Shopping Baskets
  • Knife Skills
  • Traffic Stop

Melhor Documentário em Longa-metragem

Talvez uma das surpresas da noite. Faces Places era o favorito pela presença da cineasta Agnes Varda. Todavia, o vencedor foi o denunciante Icarus! (disponível no Netflix)

  • Abacus: Small Enough to Jail
  • Faces Places
  • Icarus (Vencedor)
  • Last Men in Aleppo
  • Strong Island

Melhor Filme Estrangeiro

Não sendo exatamente uma surpresa, Uma Mulher Fantástica ganhou força nas últimas semanas e ultrapassou o favorito The Square ! E no final das contas, foi simbólico o prêmio para a atriz trans Daniela Vega!


Melhor Curta-metragem

Categoria complicada de indicar um favorito, devido a dificuldade de acesso.

Nem chegamos perto e nem no favorito (DeKalb Elementary) ganhou. O vitorioso foi The Silente Child, que no fim se mostrou relevante e inclusivo!

  • The Eleven O’Clock
  • DeKalb Elementary
  • My Nephew Emmett
  • The Silent Child (Vencedor)
  • Watu Wote/All of Us

Melhor Curta em Animação

Dear Basketball era favorito e assim se fez. Uma homenagem a um dos maiores de todos os tempos no esporte!

  • Dear Basketball – Glen Keane e Kobe Bryant
  • Garden Party – Victor Caire e Gabriel Grapperon
  • Lou – Dave Mullins e Dana Murray
  • Negative Space – Max Porter e Ru Kuwahata
  • Revolting Rhymes – Jakob Schuh e Jan Lachauer

Melhor Canção Original

Nossa lógica foi acertada. ‘This is Me” não ganhou justamente por ser escrito pelos ganhadores de La La Land do ano passado Assim, ”Remember Me” (interpretado na cerimônia de maneira desastrosa por Gael Garcia Marquez) levou o prêmio!

  • Remember Me” – Viva – A Vida é uma Festa
  • “This is Me” – O Rei do Show
  • “Mighty River” – Mudbound
  • “Mystery of Love” – Me Chame Pelo Seu Nome
  • “Stand Up for Something” – Marshall

Melhor Fotografia

Roger Deakins finalmente levou!

  • Blade Runner 2049 – Roger Deakins
  • O Destino de Uma Nação – Bruno Delbonnel
  • Mudbound – Lágrimas sobre o Mississipi – Rachel Morrison
  • Dunkirk – Hoyte van Hoytema
  • A Forma da Água – Dan Laustsen

Melhor Figurino

Repetindo: Para coroar o filme de Paul Thomas Anderson e não deixá-lo de mãos vazias, o prêmio é para Trama Fantasma. Acertamos!

  • A Bela e a Fera
  • O Destino de Uma Nação
  • Trama Fantasma
  • A Forma da Água
  • Victoria e Abdul – o Confidente da Rainha

Melhor Maquiagem e Cabelo

Barbada na noite! Fácil

  • O Destino de Uma Nação
  • Extraordinário
  • Victoria e Abdul – o Confidente da Rainha

Melhor Mixagem de Som

Mesmo com a aproximação de Em Ritmo de Fuga apostamos em Dunkirk nas categoria sonoras!

  • Em Ritmo de Fuga
  • Blade Runner 2049
  • Dunkirk
  • A Forma da Água
  • Star Wars – Os Últimos Jedi

Melhor Edição de Som

Repetindo: Nas categorias sonoras, não pode haver outro vencedor. Nossa fichas todas foram para Dunkirk.

  • Em Ritmo de Fuga
  • Blade Runner 2049
  • Dunkirk
  • A Forma da Água
  • Star Wars – Os Últimos Jedi

Melhores Efeitos Visuais

Outra surpresa. Em vez de Planeta dos Macacos – A Guerra, Blade Runner 2049 levou. Não sei se é o melhor, mas qualquer prêmio para Blade Runner 2049 era bem vindo.

  • Blade Runner 2049 (Vencedor)
  • Guardiões da Galáxia Vol.2
  • Kong – A Ilha da Caveira
  • Star Wars – Os Últimos Jedi
  • Planeta dos Macacos – A Guerra

Melhor Design de Produção

A Forma da Água levou e acertamos. Com 13 indicações não poderia deixar de ganhar numa categoria como esta. Acertamos!

  • A Bela e a Fera
  • A Forma da Água
  • Blade Runner 2049
  • O Destino de Uma Nação
  • Dunkirk

Melhor Montagem

Categoria que Dunkirk precisava ganhar. Não tinha outro vencedor pela intensidade que se apresentou.

  • Em Ritmo de Fuga
  • Dunkirk
  • I, Tonya
  • A Forma da Água
  • Três Anúncios Para um Crime

Melhor Trilha Sonora Original

Categoria de risco médio, mas mesmo assim apostamos no prêmio para Alexandre Desplat de A Forma da Água. Acertamos.

  • Dunkirk – Hans Zimmer
  • Trama Fantasma – Jonny Greenwood
  • A Forma da Água – Alexandre Desplat
  • Star Wars – Os Últimos Jedi – John Williams
  • Três Anúncios Para um Crime – Carter Burwell
Avaliação
The following two tabs change content below.
RodrigoRodrigues-144x144 Oscar 2018: Resultados e Críticas

Rodrigo Rodrigues

Amante inexperiente da sétima arte, crítico por insistência, mas cinéfilo acima de tudo. Descobriu, ainda jovem, certos diretores como Sergio Leone, Billy Wilder, Fellini, Bergman, Antonioni, Scorsese e sua vida nunca mais foi a mesma. Acredita que a empatia, diálogo e o respeito ao próximo é a maior arma contra o fundamentalismo da sociedade conservadora e fundamentalista de hoje.
RodrigoRodrigues-144x144 Oscar 2018: Resultados e Críticas

Latest posts by Rodrigo Rodrigues (see all)

2 comments

  • Didi:

    li suas criticas e vi o post das previsoes, muito bom seu material… o Oscar no fim das contas nao teve nenhuma grande surpresa, mas eu achei injusto o premio de efeitos nao ter ido pro Planeta dos Macacos

    • Rodrigo Rodrigues
      Rodrigo Rodrigues:

      Didi
      Bem vindo
      Obrigado pelo elogio aos textos e tentarei melhorar sempre . Espero que continue sempre a ler nosso material
      Bem, quanto ao Oscar, realmente o prêmio não ter para Planta dos Macacos foi uma grande surpresa. Mas, pelo menos, não caiu em mãos erradas com Blade Runner 2049
      Abraços

leave a reply

Contate-nos

Contate-nos por email ou nos procure nas redes sociais

soleblog.brasil@gmail.com

  • Top 7 personagens icônicos de séries
  • Top 7 Filmes diferentes do convencional
  • Top 7 Maiores Compositores de Trilhas Sonoras do Cinema
  • Top 7 robôs mais importantes da ficção II
Back to Top