Maxiverso

Quem somos

Somos vários amantes da escrita… alguns de longa data, outros recém ingressos neste maravilhoso mundo da arte de passar adiante as idéias, os conceitos e os pensamentos, mas todos com algo interessante a dizer – ou melhor, a escrever. Aqui, os pontos de vista são outros; as análises fogem do convencional e os artigos com certeza vão lhe passar sentimentos e conceitos diferentes dos encontrados comumente na Internet. Aproveite!

Conheça nossa MaxiEquipe, definida por ela mesma com informações diversas de cada perfil:


AvatarKarina-300x300 Quem somosKarina Moreira: Formada em História, é membro do Grupo de Estudos de História em Quadrinhos de Franca (GEHQ). Faz anos que não consegue viver sem sua dose diária de animes e mangás, o que aumentou seu interesse pela cultura e pelo idioma japonese, e espera conseguir dominar o complexo idioma dos kanji um dia… De vez em quando, gosta de desenhar e passar a madrugada rindo de vídeos de pegadinhas“.

Recrutada na Maurício de Çouza Produções, Karina tenta enganar as pessoas colocando em sua descrição esse papinho furado de que é otaku, quando a verdade (ou pelo menos acreditamos que seja verdade) ela é fã de cartoons expressionistas mexicanos. O lado negro: dizem, a respeito dela, que o único anime que ela assistiu inteiro foi Evangelion, ou seja, que todas as críticas, resenhas e artigos sobre os outros animes são um copia-e-cola de um site otaku da Messarábia Setentrional do Norte, cujo nome seria Otakuland, da qual ela copia tudo para postar aqui no Maxiverso, passando-se pela autora dos textos. Dizem ainda que ela odiou Evangelion e prometeu a si mesma nunca mais na vida assistir outro anime. Essa história, no entanto, jamais foi confirmada, ficando no campo da mera especulação.

Especialista em mangás e animes, Karina tenta continuamente negar sua veia berlusconista que a compele a analisar todas as obras que lê ou assiste sob o ponto de vista do partido liberal-conservador da Itália. Por enquanto ela tem tido sucesso, mas até quando sua força de vontade prevalecerá? Em sua última recaída, o artigo “Naruto de Milão – Shounen Spaghetti” acabou passando no filtro dos nossos revisores e abalou severamente a reputação tanto dela quanto do Maxiverso, resvalando também nos demais sites brasileiros de um modo geral. Você pode ver seus artigos clicando aqui.


AvatarRalph-300x300 Quem somosRalph Solera: “Escritor e quadrinhista, pai de uma linda padawan, aprecia tanto Marvel quanto DC, tanto  Star Wars quanto Star Trek, tanto o Coyote quanto o Papaléguas. Tem fé na escrita, pois a considera a maior invenção do Homem… depois do hot roll e do Van Halen, claro.”.

Solera, idealizador do blog, é cronista em jornais e revistas e contribui com textos de cinema e literatura, além de postagens sobre HQs, televisão e séries. Dizem que considera o Jar Jar Binks o maior personagem fictício da História do cinema. Ele nega.

O lado negro: além da história do Jar Jar, também se sussurra a seu respeito que com relação a ficção científica e super heróis ele é um mero poser, já que – dizem – sua verdadeira paixão cultural são as comédias “água com açúcar” (também conhecidas como “sessão da tarde”) na qual ele se debulha em lágrimas e chora quando o casal termina junto. Mesmo que assista onze ou doze vezes o mesmo filme. Seu récorde seria ter assistido Harry e Sally: Feitos Um Para o Outro dezenove vezes, tendo chorado em todas. Como todos os assuntos relacionados ao lado negro de nossos integrantes, esse é mais um que até agora não foi confirmado.

Em 2015 completou 15 anos de tentativas frustradas de tirar Eruption na guitarra… mas garante que um dia conseguirá, e para isso já definiu que tem que superar o primeiro problema em busca dessa meta, que é o de comprar uma guitarra. Se bem que seu “talento” musical mostra que seria impossível tirar até mesmo Parabéns a Você…  Acesse suas postagens clicando aqui.


RaulCassoni-300x300 Quem somosRaul Cassoni: “Professor, historiador, músico e membro do Grupo de Estudos de História em Quadrinhos de Franca (GEHQ). Um hibrido de boêmio com nerd, caso a vida fosse um enorme RPG. Discípulo de Mestre Splinter, Mestre Kame, Senhor Miyagi, Tio Ben, Professor Xavier, entre outros que me guiaram em meu juramento de pesquisar a Nona Arte ‘nos dias mais claros e nas noites mais escuras’, sempre usando meus ‘grandes poderes’, e conhecimento, com ‘grande responsabilidade‘.”.

Raul escreve sobre HQs nacionais e estrangeiras de gêneros diversos; resenhas e análises; estudos linguísticos e históricos e adaptações dos quadrinhos em outras mídias.

O lado negro: além do TCC abaixo citado, teria nosso querido Raul também escrito do próprio punho uma enciclopédia que – segundo suas próprias palavras – se equivaleria a “duas Barsas” apenas sobre o Bob Cuspe, na qual ele prova e comprova que cada uma das 1012 tirinhas e histórias publicadas contém um ensinamento baseado no Feng Shui.

Apesar de sua insistência, vetamos a publicação das resenhas das HQs da Tianinha e o seu TCC de 740 páginas cujo tema foi “Estudo analítico-histórico da perfeição anatômica das ilustrações de Rob Liefeld, com ênfase nas mãos e nos pés” bem como seu artigo científico “Ode ao Capitão América de Rob Liefeld do ponto de vista anatômico” que serviu de anexo ao próprio TCC. Confira todos seus artigos aqui.


RodrigoRodrigues-300x300 Quem somosRodrigo Rodrigues: Vascaíno, fã de Pearl Jam, Batman (sem essa de briga entre editoras), Star Wars, Star Trek, crítico amador, mas Cinéfilo acima de tudo. Um amante inexperiente da sétima arte que luta diariamente contra o preconceito que o cinema sofre de quem o separa entre ‘Cult’ e ‘comercial’. Cresceu à base da mitologia que os filmes dos anos 80 carregam até hoje, mas descobriu com clássicos de Hitchcock, Kubrick, Sergio Leone e ‘O poderoso Chefão’ (a maior obra de todas) que isso era apenas a ponta do iceberg. Acredita que empatia, diálogo e respeito ao próximo são as maiores armas contra o fundamentalismo da sociedade retrógrada de hoje.“.

O lado negro: um seguidor anônimo possui um blog no Blogspot na qual registra, diariamente, a rotina de um sujeito não identificado que é o único frequentador do Cine Dom Pedro, no centro do Rio, uma sala inaugurada em 1957 que teria que se adequar ao Padrão FIFA para ser chamada de pulgueiro, cuja programação é de 24h diárias de filmes da Xuxa, dos Trapalhões e do José Canastra (o dono do cinema, que o mantém só para projetar suas obras caseiras). E o que isso tem a ver com nosso caro RR? Bem, segundo o seguidor anônimo, advinha quem é o tal sujeito não identificado?!

Especialista em cinema, “RR” é o encarregado oficial das críticas dos filmes que são publicadas no Maxiverso… e acreditamos que seja admirador não declarado das “Globochanchadas” (principalmente as estrelados por Leandro Hassum), pois uma vez, “por engano” (segundo o próprio) foi publicada uma crítica de Até Que a Sorte nos Separe com nota máxima. Veja os textos de Rodrigo aqui.


AvatarSergio-300x300 Quem somosSérgio Godoy: “Não gosta de mini-biografias; tenta ser roteirista e escritor; faz origamis às vezes; gosta de saber coisas e precisa ler mais; é amante de sci-fi e fantasia; RPGista aposentado momentaneamente; gamer viciado… quando não esta dando rages e reports, posta por aqui.“.

Sérgio (ou Pacheco, como também é conhecido) posta sobre o espaço, a física, a filosofia, a nerdice… e é nosso chefe de jornalismo.

O lado negro: PhD em Astrofísica pela Unilhã, Sérgio convive desde 2015 com uma polêmica ainda não esclarecida. No dia de apresentar sua tese, cuja título foi “Dobra Espacial na Prática e Propulsão de Torsão”, a banca que o examinou e aprovou com louvor recebeu o trabalho no pendrive para as devidas conferências finais. Ocorre que, segundo a banca, o dispositivo tinha duas pastas, uma chamada de “Tese”, que estava vazia, e outra, chamada “Plano B”, que tinha dentro um arquivo com o título de “Provas Irrefutáveis de que a Terra é Plana e Oca”, com outro arquivo chamado “Apêndice – Acesso à Terra Oca pela Serra do Roncador”. A defesa de Sérgio no escândalo foi de que o mesmo foi hackeado e os invasores apagaram seu TCC e plantaram a segunda pasta, de má fé, com o intuito de prejudicá-lo. O caso ainda está sub judici.

Mora atualmente em Portugal e, dizem, é visto frequentemente ensinando passinhos de danças típicas brazucas aos lusos nas ruas de Covilhã, ainda que eles achem que trata-se apenas de algum tipo de maluquice “daquele brasileiro gente boa”.

Quando não está assistindo os jogos do Covilhãoense, está atormentando a vida de outros jogadores de Gunbound, entrando em partidas pelo simples prazer de atrapalhar seus parceiros, atirando contra os mesmos e se passando por noobLeia seus posts clicando aqui!



Já fizeram parte de nossa equipe e torcemos para voltarem algum dia:


Amanda Coimbra: “Publicitária, mãe de menina, escritora por descoberta, apaixonada pela vida, autêntica e louca de natureza. Simplesmente apaixonada por toda e qualquer tipo de música e dança. Acredita que existem várias formas de amor, e que sim, todos valem a pena”. Veja aqui todas as suas crônicas.


Gael Motta: “Vivendo entre o utópico e o distópico, o real e o imaginário, sempre encontra paralelos entre o sci-fi e o cotidiano. Cientista, redator e artista por acidente, acredita que o cyberpunk já chegou”. Confira aqui seus posts.


Marcus Colz: “Livreiro, gamer, aficcionado por filmes, séries e música, não necessariamente nessa ordem. Fã de black metal que simpatiza com a Katy Perry. Come junk food mais do que deveria e não suporta alho, apesar de não ser um vampiro. Na busca de seu próprio universo, se encontra no Maxiverso“. Veja aqui suas publicações.


Matheus Mundim: “Economista por formação e escritor por insistência. Acreditava que devíamos nos envolver com a ficção, pois as verdades da vida nos levariam à loucura. Enlouqueceu acreditando nisso.”. Leia aqui suas resenhas.


Miguel Guedes: “Mestre do Pokemon certificado em 5 regiões, líder do Conselho Jedi, publicitário e percursionista de mesa nas horas vagas”. Clique aqui e leia seus textos.


Renata Raikka: Estudante, blogueira, preguiçosa, manifestante de gaveta e comilona. Largou a Filosofia e fugiu para a Arquitetura, e, desde então, acha que dormir é luxo!“. Veja aqui todas suas resenhas.


Raphael Alves: “Fluminense, programador, fã de música indie e de filmes blockbusters. Não é fanboy de Marvel x DC, ou Microsoft x Sony, mas sempre jogou Playstation e seu herói favorito é o Batman…”. Veja aqui todos os seus textos já publicados no Maxiverso!

Contate-nos

Contate-nos por email ou nos procure nas redes sociais

soleblog.brasil@gmail.com

  • Top 7 personagens icônicos de séries
  • Top 7 Filmes diferentes do convencional
  • Top 7 Maiores Compositores de Trilhas Sonoras do Cinema
  • Top 7 robôs mais importantes da ficção II
Back to Top