Maxiverso
CINEMACinemaEspeciaisGeralHQs: CuriosidadesLIVROS & HQsNERD + GEEKO símbolo do Superman e o erro corrigido em Man of Steel
SimboloSuperman

O símbolo do Superman e o erro corrigido em Man of Steel

O Superman, o primeiro e maior dos super-heróis (no sentido conceitual), tem no “S” (mas é mesmo um ‘S’?) do seu peito, um símbolo inconfundível em basicamente qualquer nação civilizada, sendo reconhecido por praticamente qualquer pessoa – incluindo crianças – com um mínimo de bagagem cultural. O símbolo do Super-Homem é também um símbolo da própria cultura pop e, evidentemente, das histórias em quadrinhos e seu universo particular.

E se o personagem sofre desde os anos 80 uma perda constante e crescente de “fãs” (clique aqui e entenda o motivo das pessoas preferirem o Batman, por exemplo), ou tem seu disfarce contestado em sua eficiência, seu símbolo continua sendo a representação visual máxima que os super-heróis possuem no imaginário coletivo de todos aqueles que pensam em um personagem fictício que se encaixe no conceito de… herói. Ainda que alguns não admitam. 😉

História do símbolo no uniforme:

Action1SupermanShieldDetailSmall-300x297 O símbolo do Superman e o erro corrigido em Man of Steel

Detalhe de Action Comics #1

O símbolo do Superman existe desde o surgimento do personagem, que apareceu pela primeira vez na tão citada Action Comics #1 de 1938, mas era bem diferente da versão clássica reconhecida atualmente por todos nós.

Nas primeiras edições em que apareceu em Action Comics, o Superman tinha uma espécie de distintivo no peito… talvez uma evocação de seus criadores (Jerry Siegel e Joe Shuster) ao fato do herói ser um justiceiro… um ‘policial’ não oficial? Não sabemos…

O fato é que se Action Comics #1 é a gênese dos super heróis ‘modernos’, a verdade é que pelo primeiro e principal dos ‘supers’ ostentar um símbolo no peito, os demais heróis acabaram tendo que fazê-lo também. E assim ocorreu que praticamente todos os super-heróis (principalmente os da DC) passaram a ter um símbolo que os identificasse, seja no peito, seja na fivela do cinto do seu uniforme…

Superman26-215x300 O símbolo do Superman e o erro corrigido em Man of Steel

Capa de Superman #26

O sucesso editorial do Superman e a conseqüente Era de Ouro que se iniciou com ele (gerando basicamente tudo o que existe de HQs de heróis até os dias de hoje… inclusive a rival Marvel), está bastante calcado na caracterização de Kal-El, ou seja, em seu traje e, claro, em seu símbolo. Mas o símbolo que virou praticamente uma marca registrada da cultura pop não é o ‘distintivo’ original, e sim o ‘diamante’ vermelho com fundo amarelo, que só surgiu de forma parecida com a atual em 1941 e apareceu em uma capa em 1944, na edição Superman #26 da DC Comics.

Do surgimento em 1938 até essa capa em 1944, o símbolo mudou várias vezes no formato e nas cores, indo do totalmente triangular ao diamante com a ponta de baixo quadrada. O ‘S’ no interior do emblema mudou de formato diversas vezes também. O símbolo chegou até a ser preto com o ‘S’ em vermelho e as bordas amarelas…

As explicações para tanta alternância são várias e não se sabe ao certo qual delas é de fato a verdadeira, ou se um conjunto das várias possibilidades é o motivo de tanta mudança no símbolo.

Alguns dizem que Siegel e Shuster estavam ainda experimentando a melhor representação gráfica do personagem, tanto no uniforme quanto no símbolo, e não se furtaram de publicar suas “experiências” de forma oficial.

SupermanLogo1 O símbolo do Superman e o erro corrigido em Man of SteelOutra possibilidade é a de que outros desenhistas também publicavam material do Superman, de modo que – ou por ausência de definição conceitual ou por mera despreocupação de uma época muito mais amadora e menos atenta a detalhes – todos acabavam dando seu toque pessoal no emblema, mas de forma bastante diferencial.

Segundo o site Metropolis Plus, uma pintura do Superman no escritório da DC Comics (então ainda National Comics) feita por H. J. Wray, com o símbolo tendo a extremidade inferior quadrada e não pontuda, serviu por algum tempo de guia para os desenhistas contratados pela editora.

O fato é que a versão do símbolo que foi usada para o registro da marca, em 1941 e que estampou a capa de Superman #26 é que acabou tornando-se, digamos, a representação mestra do logo do personagem e firmou-se nas décadas seguintes (em que a constante variação dos anos 40 finalmente foi estancada), e a partir da saga-mãe Crise nas Infinitas Terras (Crisis on Infinite Earths – 1985 – DC Comics) de Marv Wolfman e George Pérez, o símbolo firmou-se mais e praticamente de forma definitiva no formato clássico, variando nos anos seguintes apenas em detalhes – como no tamanho que ocupava no traje – e em sutis alternâncias na curvatura do ‘S’ dentro do diamante.

SupermanJLBColorWeb-233x300 O símbolo do Superman e o erro corrigido em Man of Steel

Superman pós-Crise – de John Byrne

Nesse intervalo, algo que ajudou a transformar ainda mais em ícone pop o símbolo do traje kryptoniano foi o estrondoso sucesso e a consequente repercussão do longa Superman – O Filme (Superman – The Movie – 1978 – Warner) de Richard Donner, com Christopher Reeve eternizando a faceta ‘carne e osso’ do personagem, considerado até hoje uma das melhores adaptações de quadrinhos para o cinema.

Um fato que chama a atenção é que os detalhes do uniforme – e do símbolo – usados por Reeve no filme (e que haviam se tornado uma concepção visual ideal do Superman no mundo todo, portanto) foram praticamente copiados pelo quadrinhista John Byrne na sua fase pós-Crise do Superman, que praticamente sedimentou todas as bases históricas e cronológicas usadas no personagem até os dias atuais, excetuando-se algumas variações perpetradas pelo roteirista Mark Waid em 2004, que também foram incorporadas na mitologia de Kal-El (a versão atual, portanto, seria uma mescla dos fatores incorporados por Byrne e Waid ao personagem, descontando-se a versão “Novos 52”).

É bom lembrar que tivemos variações extremas do símbolo (como o do Superman elétrico ou o do Superman de Kingdom Come), mas sempre que isso ocorreu, tratou-se de uma versão alternativa ou temporária do monograma… assim, nos manteremos na versão clássica para fins desta análise.

SupermanAtores-300x221 O símbolo do Superman e o erro corrigido em Man of SteelA última tentativa, portanto, de mudança na versão clássica, ocorreu no filme Superman – O Retorno (Superman Returns – 2006 – Warner), onde o diretor Bryan Singer não foi feliz na releitura do uniforme e do símbolo, trazendo o ‘S’ em relevo no peito do herói, e em um tamanho pequeno que deixou o traje com cara de cosplay malfeito.

E, por fim, Zack Snyder nos apresentou o Superman do Universo Cinematográfico DC, em O Homem de Aço (Man of Steel – 2013 – Warner), quando Henry Cavill encarnou o Último Filho de Krypton de forma bastante digna, e ostentou no peito um símbolo que trouxe a maior mudança do emblema nos últimos 60 anos, arredondando o ‘S’ de forma simétrica, deixando-o mais com cara de símbolo do que de letra.

E aí chegamos ao ponto deste artigo, que é a correção de um problema crônico do símbolo clássico, desde os anos 40: o ‘S’ desconjuntado dentro do diamante que o emoldura.

O ‘S’ do símbolo:

SimbSupermanLogo-300x225 O símbolo do Superman e o erro corrigido em Man of SteelSim, eu sei que o símbolo clássico tem um status quase mitológico na nossa cultura, mas aquele ‘S’ todo torto e desconjuntado, ‘serifado’ (ou com um detalhe redondo na ponta de baixo e com um inexplicável apêndice retangular na ponta superior direita), sempre me incomodou.

Considerando que no começo o ‘S’ era apenas uma alusão ao ‘Super’ da alcunha do herói, até incomodaria menos aceitá-lo como é, visto que se tratava, portanto, de uma letra realmente… mas quando o significado passou a ser um caracter kryptoniano que representa a Casa de El (e mais tarde foi informado que esse caracter tem o significado de ‘esperança’ na linguagem deles), aí ficou ainda mais incômodo ver aquele ‘S’ que parece uma letra em font Times New Roman meio estilizada e distorcida.

Falando nisso, é bom esclarecer que não foi o filme de 2013 que trouxe essa atribuição de ‘esperança’ ao símbolo da Casa de El, mas sim a história Superman: Legado das Estrelas (Superman: Birthright – 2004 – DC Comics) de Mark Waid.

SupermanLogo2-300x279 O símbolo do Superman e o erro corrigido em Man of SteelAnalisando em pormenores o desenho do símbolo clássico, percebemos como o ‘S’ é feio e desajeitado, principalmente quando o retiramos do diamante que o emoldura (como mostra a imagem acima, que tem as três mais usadas caracterizações do símbolo do Superman) e que dá o ar kryptoniano ao logotipo.

A comparação do símbolo no uniforme evidencia ainda mais o problema quando é feita com aquele apresentado no filme O Homem de Aço de 2013. A imagem à direita mostra como os emblemas antigos acabam se mostrando não só desajeitados como cartunescos se comparados ao do último filme, que, agora sim, pode ser considerado um símbolo kryptoniano, sendo apenas parecido com um ‘S’ terráqueo, mas sendo substancialmente diferente.

Até as linhas menos retas do novo diamante contribuem para um efeito mais alienígena no monograma, dando também mais harmonia ao conjunto, com o ‘S’ ocupando os espaços de forma mais orgânica, sem se desconjuntar para se espremer e caber dentro do mesmo.

SimbSupermanLogoNew-300x225 O símbolo do Superman e o erro corrigido em Man of SteelO símbolo ‘novo’ (que inclusive ocupa um espaço muito mais adequado no peito do traje) se mostra, portanto, muito mais harmônico em sua forma e em suas linhas, além de ser – agora sim – uma representação gráfica idiomática alienígena muito mais crível e plausível que o símbolo clássico, conforme mostra a imagem à esquerda. Também há mais harmonia na proporção altura/largura do emblema e a simetria do ‘S’ e do diamante completam o quadro.

É evidente que os amantes da versão tradicional não aceitarão essa tese de forma pacífica… mas reitero que do ponto de vista puramente técnico – e sem o peso da invocação emocional que o símbolo clássico impõe – me arrisco a afirmar que o formato novo corrigiu um erro estético de décadas, arrumando de forma adequada os problemas conceituais do símbolo clássico, que todos nós crescemos amando.

Se analisada a questão do ponto de vista puramente visual, portanto, sem a amarra emocional que sempre automaticamente tentará se acercar de tudo o relacionado ao logotipo, talvez a conclusão possa ser que o novo símbolo do Superman, que aparece no fim desse artigo (criado por Jim Acheson e Michael Wilkinson sob as orientações de Zack Snyder) é mais bonito que o símbolo clássico que abriu o texto. Talvez 🙂

Curiosidades:

Superman-DC-Comics-1-217x300 O símbolo do Superman e o erro corrigido em Man of Steela) Conforme vimos, como o uniforme que o Superman usa na Terra é na verdade um traje kryptoniano de sua herança, ele traz o emblema da Casa de El no peito (algumas linhagens kryptonianas identificam-se ostentando os símbolos de suas famílias nas vestimentas e em objetos). Por se parecer com um ‘S’ do nosso alfabeto latino/romano, Lois Lane pensou na alcunha de ‘Superman’ para identificar o alienígena superpoderoso que surgiu em nosso planeta e passou a viver entre nós…

Essa é a conhecida versão ‘oficial’ atual que explica a alcunha do personagem e sua roupa, mas nos quadrinhos originais, foi George Taylor, o editor chefe do jornal Estrela Diária (nas versões antes de Perry White e o Planeta Diário existirem) quem primeiro apelidou o extraterrestre de ‘Superman’ e no princípio, sua mãe terráquea Martha Kent foi quem fez seu traje com os tecidos encontrados na nave que o trouxe à Terra.

b) Na linguagem kryptoniana, o símbolo que significa ‘esperança’ e identifica os El, se grafado ao contrário passa a significar ‘ressurreição’, em uma metáfora concernente ao próprio personagem e suas supostas características representativas de divindade, comumente evocada em histórias em quadrinhos e, principalmente, no último filme do Superman, quando há toda uma rima conceitual sobre Kal-El e Jesus Cristo.

SupermanLogoManofSteel-1024x576 O símbolo do Superman e o erro corrigido em Man of Steel

Rating: 5.0. From 1 vote.
Please wait...
Avaliação
The following two tabs change content below.
AvatarRalph-144x144 O símbolo do Superman e o erro corrigido em Man of Steel

Ralph Luiz Solera

Escritor e quadrinhista, pai de uma linda padawan, aprecia tanto Marvel quanto DC, tanto Star Wars quanto Star Trek, tanto o Coyote quanto o Papaléguas. Tem fé na escrita, pois a considera a maior invenção do Homem... depois do hot roll e do Van Halen, claro.

28 comments

  • GEORGE ERICEIRA:

    NÃO ENTENDO DE DESENHOS MAS GOSTO DA NOVA MARCA, E OLHANDO MELHOR PERCEBI ALGO QUE ACHEI INTERESSANTE. O NOVO ESCUDO REALMENTE TEM MAIS HAVER COM A CRONOLOGIA PENSADA EM UMA CRYPTON E, ME FOQUEI NO DESENHO DO ESCUDO EM SE, ISOLANDO O [S] ESTILIZADO, ME PARECE SER UMA FIGURA GEOMÉTRICA PRECISA, TALVEZ COM QUADRADO IGUAIS OU RETANGULAR COMO SE FOSSE UMA BANDEIRA. ENFIM, ACHEI FANTÁSTICO SE E SOMENTE SE, SE HOUVE UMA TENTATIVA SUBLIMINAR DE INSERIR O TEOREMA DE PITÁGORAS NO NOVO EMBLEMA. {Teorema de Pitágoras diz que: “a soma dos quadrados dos catetos é igual ao quadrado da hipotenusa.”} UM BOM PROFISSIONAL AJUSTARIA ESSE TEOREMA AO NOVO LOGO. FARIA UMA INCLINAÇÃO DO QUADRADO OU RETÂNGULO PARA DIREITA OU ESQUERDA E MAIS ALGUNS AJUSTES…E TCHARAAAMMM

  • Karen Carla:

    engraçado como basta alguém analisar uma questão como essa e provar que o símbolo clássico tinha problemas, e agora eu nunca mais vou olhar pra ele da mesma forma rsrs

    • Ralph Luiz Solera
      Ralph Luiz Solera:

      Bacana fazer vcs terem essa reflexão…

  • Leonardo Nhochi:

    Muito bom o artigo! Sou fã do Superman, e trabalho com design. Como sempre gostei do símbolo clássico nunca havia reparado isso. Muito bem observado, parabéns!

    • Ralph Luiz Solera
      Ralph Luiz Solera:

      Obrigado Leonardo. Vindo de alguém “da área” fica ainda mais bacana o comentário!

  • José Carlos:

    Olá! Quem puder dá uma conferida no uniforme do Super Homem em Reino do Amanhã. Achei bem elaborado o S criado pelo Alex Ross. Genial!

  • Boss:

    coisa linda essa análise… parabens!

  • Sapo Gege:

    Mano, que maravilha de texto foi esse?! Uma verdadeira aula!!! Parabéns!!

  • Douglas Pinheiro de Almeida:

    Grande análise, espetacular!

  • Pingback:

    Top 7 explicações sobre o disfarce do Superman – Maxiverso

    Responder
  • Lavinia Padilha:

    nao sei se concordo com a ideia de que o simbolo novo é mais bonito… mas confesso que depois de ler esse texto notei como o simbolo clássico realmente é torto rsrs… agora, cada vez que o vejo, acho esquisitão… 🙁

  • Delano:

    Muito bom e bem argumentado o texto. Mas sobre o símbolo de Man of Steel, não acho que foi novidade. Já que ele se assemelha bastante com o do Superman da Terra 2 pré-crise. Em uma clássica capa de uma HQ dos anos 40 onde está com uma águia no braço. Em Crise nas Infinitas Terras os Supermen das terras 1 e 2 se encontram bastante e dá para comparar os símbolos dos dois

    • Ralph Luiz Solera
      Ralph Solera:

      Oi Delano, legal seu comentário! Pode-se se dizer que o símbolo de Man of Steel tenha se inspirado no Superman pré-Crise da Terra 2, mas como não achei fontes que informem a respeito, não mencionei no artigo. Além desse, há outros Superman alternativos mesmo pós-Crise com o ‘S’ mais arredondado que podem ter inspirado o redesign do símbolo em MoS.

  • João Batista Dutra Camargo:

    E qual foi sua impressão geral do filme? Aproveitando… o que vc achou do comentário do Érico Borgo do Omelete sobre sua pergunta da trilha sonora?!

    • Ralph Luiz Solera
      Ralph Solera:

      João eu gostei do filme, com algumas ressalvas rsrs… quem sabe não publico uma crítica em breve? hehehehe qt ao Borgo, eu entendo a posição dele, que vê uma eventual trilha sonora do Williams como uma nova ‘homenagem’ aos filmes antigos… eu já vejo isso como algo maior que um filme, a trilha do Williams pra mim virou sinônimo de Superman, algo parecido com o que ocorre em Star Wars, mas como disse, eu entendo o jeito dele ver isso. É mais vontade minha mesmo que o Superman do Cavill tb fosse embalado pelos acordes clássicos hahahahahahah abraço!

  • Cris ZF:

    Ótimo artigo! Pena que pra mim essa informação não me ajuda a aceitar melhor o filme.
    Mas gostei muito da observação, também achava estranho um ideograma alienígena parecer tanto com um “S” tão terráqueo.

    Descobri o site por um amigo, vou acompanhar mais.

    • Ralph Luiz Solera
      Ralph Solera:

      Obrigado, Cris… só pra constar, apesar de ter até gostado do filme, tb tenho algumas dificuldades com várias coisas dele… mas tudo bem, apagou a má impressão do ‘Retorno’ rs…

  • antoni wroblewski:

    Achei péssimo este ‘artigo’, pois fica no campo do gosto e do achismo, mesmo que esse gosto tenha sido fundamentado. Não há problema real algum com os símbolos desde sua criação, o que há é que ele esta em constante evolução em busca de inovações e deve continuar assim até que o personagem seja publicado.
    O tal erro que se fala no titulo é uma questão de gosto de quem escreveu este texto, e só é dito isso em mais da metade do artigo lido, depois de muita enrolação com outros assuntos que não o titulado.

    • diegoaraujodv:

      Cale-se

    • Lukinha SHF:

      “ele esta em constante evolução em busca de inovações e deve continuar assim até que o personagem seja publicado”… fio, o SH foi publicado em 1938 hahahahahaha então a evolução devia ter parado em Action Comics 1…

    • San Icoviski:

      Meu Deus, o cara foi falar do simbolo do SuperHomem, ai primeiro contextualizou a historia do simbolo, e vc chama isso de enrolação??? PQP, eu queria ver mais textos assim tão bem fundamentados na Internet… o problema é que os autores não costumam fazer isso pq a maioria dos leitores é meio ‘asno’ como vc… triste realidade

    • roger guedes:

      que achismos? falou explicar… vc critica mas não lista os achismos…

    • Amauri Monteiro Schinelli:

      Obrigado Antoni. Achei que você soube sintetizar o que fiquei pensando enquanto lia o texto. O autor se convenceu da ideia e tentou reproduzir em nossa consciência o in sight que só se aplica a ele. Tanto que embora ele tenha uma incrível iniciativa de colocar sua opinião pessoal foi só isso que ele fez. Parabenizo-os pelas suas intenções. O senhor Ralph Solera e a você Antoni. Podemos apresentar impressões e manifestar discordâncias sem a necessidade de nos ofendermos uns com os outros. Talvez seja oportuno dizer que o conceito de esperança e logo da Casa de El já havia sido exposto no seriado Louis e Clark e portanto anterior a citada revista de 2004. E se não se consegue notar um S rabiscado no “novo” logo recomendo um exame de vista. Mesmo assim o texto é bom, só não me convenceu. Se os autores tinham o interesse de tornar o personagem em um personagem histórico e/ou mitológico será que este sería mesmo Jesus? Digo, uma vez que eles queriam um reforço a causa deles que eram Judeus (ou Hebreus, sei lá o politicamente correto para esse caso) e buscavam apoio contra os Nazistas?

    • João Batista Dutra Camargo:

      Discordo do “só se aplica a ele”… no Facebook, nos grupos de HQs, só vi a discordância de 2 pessoas… o resto (o post teve 4 mil views vindo o Face) manifestou concordância… mas acho interessante é que estão criticando ele por uma manifestação de opinião rs… vcs podem discordar sem necessariamente atacar o texto em si… por exemplo, o caso do Lois & Clark foi desconsiderado oficialmente pela DC, que formalizou a origem da expressão na história do Waid. Quanto ao ‘S’ alienígena, ele não disse que não dá pra notar um ‘S’, mas sim que agora está menos parecido com um ‘S’ Times New Roman tão normal… qt à analogia de Jesus, foi citada pelo Pablo Vilhaça, pelo Erico Borgo, pelo Celso Sabadin, pelo New York Times e o Snyder confirmou em entrevistas que havia a rima metafórica com Jesus…

    • Ralph Luiz Solera
      Ralph Solera:

      Antoni e Amauri, sendo o texto uma crônica, e não uma notícia, só pode haver portanto o caminho da impressão pessoal sendo transmitida a terceiros pelo autor. Mas ao contrário do afirmado pelo Antoni e do concordado pelo Amauri, não há ‘achismos’ em nenhuma das premissas utilizadas… todas estão fundamentadas e com os respectivos créditos históricos e materiais necessários. As impressões pessoais (como o ‘S’ clássico ser torto e feio) são, obviamente, isentas de créditos – porquanto pessoais- mas estão ainda assim embasadas em imagens geradas para o post, demonstrando o afirmado. Quanto à origem do significado Esperança e as referências a Jesus, o João já explicou em uma das respostas. O exame de vista, eu passo, Amauri, porém lhe recomendo reler a parte do texto que o levou a falar isso, para melhor compreendê-la.

    • Zé Roberto Dias:

      Crianças… crianças… deixa o titio aqui esclarecer uma coisa sobre achismo. Qd alguém cita uma informação técnica e cita a fonte, isso é uma informação que tem credibilidade e, claro, não é achismo. Quando alguém cita uma informação técnica e ela não tem fonte, isso é achismo. Quando alguém dá uma opinião pessoal, isso não é achismo… é opinião. Quando o autor diz que acha o ‘S’ feio e desconjuntado, isso é opinião. Quando ele mostra uma imagem desse ‘S’ fora do diamante, fundamentando sua opinião, ele deu mais peso a ela. Quando ele informa datas, revistas, atores, filmes, capas, etc, e cita as fontes ou mostra as imagens, isso não é achismo. Quando alguém diz que um símbolo está em ‘evolução’ mas não fundamenta isso ou não cita fontes, é achismo. Quando alguém questiona a analogia do Superman com Jesus e pede por hebreus e afins, sem fundamentação, isso é achismo. Entenderam?! 🙂

  • Cristiano Alves:

    Excelente artigo. Parabéns.

    • Ralph Luiz Solera
      Ralph Solera:

      Obrigado Cristiano!

leave a reply

Contate-nos

Contate-nos por email ou nos procure nas redes sociais

soleblog.brasil@gmail.com

  • Top 7 personagens icônicos de séries
  • Top 7 Filmes diferentes do convencional
  • Top 7 Maiores Compositores de Trilhas Sonoras do Cinema
  • Top 7 robôs mais importantes da ficção II
Back to Top