Maxiverso
CINEMADiversosResenha: “O Sino de Montebello” de R. F. Lucchetti
capa

Resenha: “O Sino de Montebello” de R. F. Lucchetti

14536614_1702422253415748_1564785484_o-300x300 Resenha: "O Sino de Montebello" de R. F. LucchettiO Sino de Montebello” é um curta-metragem de animação 2D baseado no conto “Sino de Natal”, de R. F. Lucchetti produzido pelo estúdio de animação, Graphicinema. O estúdio, localizado na cidade de Franca-SP, revisita um grande mestre da literatura brasileira revigorando sua obra e demonstrando grande potencial criativo, técnico e artístico.

Rubens Francisco Lucchetti, é consagrado como o mestre das pulp fictions brasileiras. Seu estilo favorito, o qual trabalha de forma memorável, são os contos de terror e horror. O conto que se baseou a animação, o “Sino de Natal”, foi publicado originalmente no ano de 1951 em forma de crônica na revista “América”, em Ribeirão Preto, interior de São Paulo. O conto foi adaptado para outros formatos, como em quadrinho, por Rodolfo Zalla, e por Nico Rosso. R. F. Lucchetti também adaptou seu conto para a revista “Impacto”, em 1971, e em 2013 integrou o livro “Fantasmagorias de R. F. Lucchetti”, da editora Devaneio. Essa última versão serviu de base para a recente adaptação que o conto ganhou para o mundo dos desenhos animados.

O conto traz a história de um sino criado por um ferreiro obcecado por sua criação. Todo ano o ferreiro admira sua criação e se enebria com o badalar do sino pela cidade de Montebello nas festividades natalinas. Além da fascinação pela beleza e limpidez do badalar de seu sino, seu criador revela uma nostálgica e mórbida lembrança que o sino traz.

A trilha sonora e os tons saturados de vermelho e dourado, criam uma tensão constante que conduz o espectador ao clímax macabro alcançado pelo curta. Destaca-se também os traços e animação, que com muita clareza, permeiam de indícios o imaginário do espectador que permanece livre para compor as lacunas imagéticas com sua própria imersão criativa. É muito importante que animação conduza a narrativa, mas é fundamental que a animação não “engesse” a imaginação e permita que haja liberdade para se relacionar com a obra. “O Sino de Montebello” contempla com maestria este conceito, fazendo com que ao final da experiência, o público queira mais e continue compondo os detalhes ocultos da história em sua mente.

14424076_1702422126749094_427723898_o-1024x1024 Resenha: "O Sino de Montebello" de R. F. Lucchetti

“O Sino de Montebello” foi convidado a participar do Festival Internacional de Animação Sombria – Animaldiçoados 2016, no Rio de Janeiro, no dia 2 de setembro. Foi também selecionado para participar da mostra competitiva do 3º CineUrge, que acontecerá em novembro em Cornélio Procópio, no Paraná. “O Sino de Montebello” representará o Brasil entre os 8 curtas selecionados para o Sydney World Film Festival, na Austrália, além de estar presente no FLIPBOOK, Animation Film Festival, promovido pela Film Society of Little Rock, nos Estados Unidos.

Dia 28 de outubro, sexta-feira, comemora-se o Dia Internacional da Animação, e “O Sino de Montebello” estará entre as animações que serão apresentadas gratuitamente em Franca, no Teatro de Bolso. Para saber mais sobre o evento, acessem o link.

Para saber mais sobre a animação e outros trabalhos do estúdio Graphicinema, acessem:

Página do Facebook do Graphicinema: link

Site do Graphicinema: link

Em anexo, segue a ficha técnica e o trailer do curta-metragem de animação “O Sino de Montebello”:

FICHA TÉCNICA:

Direção, produção e adaptação: Fernando Ferreira Garróz

Adaptado do conto “O Sino de Natal” de R. F. Lucchetti

Animação: Marcos Spineli, Arthur F. Padua

Direção de arte: Fernando Ferreira Garróz, Marcos Spineli

Layout: Marcos Spineli, Arthur F. Padua

Animação 3D (sino): Guilherme Guidetti

Arte final/Colorização: Marcos Spineli, Arthur F. Padua, Gabriel Longo

Trilha sonora: Gabriel Terra

Mixagem sonora: Daniel R. Palermo

Fotografia (Prólogo): Delzio Marques

Locução: Fernando Ferreira Garróz

Edição: Arthur F. Padua

Auxiliares: Laura Colombini Buranello, Stella Morato, André Biagioti, Marcelo Carvalho

Agradecimentos: Marco Aurélio Lucchetti, Bruno Morabati, Gabriel Billy, Ricardo Bomfim, Ana

Cristina Ferreira

Trailer: https://vimeo.com/181183024 

14488954_1702422133415760_775335016_o-300x300 Resenha: "O Sino de Montebello" de R. F. Lucchetti

Um brinde ao excelente trabalho realizado pelo estúdio Graphicinema ao adaptar a obra de R. F. Lucchetti. Parabéns!

Avaliação
The following two tabs change content below.
RaulCassoni-150x150 Resenha: "O Sino de Montebello" de R. F. Lucchetti

Raul Cassoni

Professor, historiador e músico. Um hibrido de boêmio com nerd, caso a vida fosse um enorme RPG. Discípulo de Mestre Splinter, Mestre Kame, Senhor Miyagi, Tio Ben, Prof. Xavier, entre outros que me guiaram em meu juramento de pesquisar a Nona Arte "nos dias mais claros e nas noites mais escuras", sempre usando meus "grandes poderes", e conhecimento, com "grande responsabilidade".

leave a reply

Contate-nos

Contate-nos por email ou nos procure nas redes sociais

soleblog.brasil@gmail.com

  • Top 7 personagens icônicos de séries
  • Top 7 Filmes diferentes do convencional
  • Top 7 Maiores Compositores de Trilhas Sonoras do Cinema
  • Top 7 robôs mais importantes da ficção II
Back to Top