Maxiverso

Blade Runner terá seu universo expandido em novas séries em anime, livros e quadrinhos

O filme Blade Runner – O Caçador de Andróides (1982) é considerado um dos clássicos cults da ficção-científica. Dirigido pelo premiado diretor Ridley Scott, baseado no livro Andróides Sonham com Ovelhas Elétricas ? (Do Androids Dream of Electric Sheep?) do aclamado escritor americano Philip K. Dick, ganhou uma continuação tardia a pouco tempo, Blade Runner 2049 (2017), dirigida pelo aclamado Denis Villeneuve, que apesar de ter levado boas críticas, não conseguiu o retorno financeiro necessário para novas produções na telona.

A decepção com as bilheterias de Blade Runner 2049 não desanimou a produtora e proprietária da marca Blade Runner, a Alcon Entertainment, a continuar investindo na franquia. Para isto, a produtora pretende lançar no mercado novos livros, quadrinhos e até uma série de TV em formato anime. Em Julho de 2018, a Alcon assinou uma parceria com a produtora de livros e quadrinhos, Titan Comics, para anúncios de futuros novos projetos.

Blade_cartaz Blade Runner terá seu universo expandido em novas séries em anime, livros e quadrinhos

Livros:

Logo após a assinatura da parceria, ainda em julho, Nick Landay e Vivian Cheung, fundadores da Titan Comics, revelaram em um comunicado a imprensa que: “Estamos extremamente entusiasmados com a publicação dos quadrinhos e livros de Blade Runner. O universo de Blade Runner mal foi explorado; há muito mais lá. É uma honra estar trazendo esse mundo à vida de novas maneiras para um novo público – e para revelar contos daquele universo, que você nunca viu antes.”

A ideia dos novos livros é expandir o mundo de Blade Runner após o último filme.

Quadrinhos:

Durante a Comic Con NY 2018 realizada em outubro passado, um dos roteirista de Blade Runner 2049, Michael Green, revelou ao The Hollywood Reporter, que a trama do último filme será expandida em uma série inédita em quadrinhos.

“Cada iteração do mundo de Blade Runner abre a janela um pouco mais. Mike e eu mal podemos esperar sobre o que vamos encontrar”, revelou Michael Green na Comic Con NY.

Na mesma convenção, a editora Titan Comics e a Alcon Media, anunciaram que o escritor Mike Johnson (parceiro de longa data de Green), já está escrevendo as histórias da nova série.

Os fundadores da Alcon Media, Broderick Johnson e Andrew Kosove, acrescentam: “A compreensão clara de Michael Green e Mike Johnson do tom e da nuance que definem o universo Blade Runner os torna parceiros ideais neste excitante empreendimento de quadrinhos com a Titan Comics. Estamos ansiosos para continuar a expandir e explorar este mundo fascinante com uma equipe tão qualificada e talentosa”.

Mais detalhes sobre o projeto da nova série em quadrinhos e dos livros, incluindo data de lançamento e equipes de arte, serão anunciados nos próximos meses.

Série de TV (anime):

Em novembro de 2018, a  Variety revelou que o Alcon Television Group havia feito uma parceria com Adult Swim e Crunchyroll para produzir e distribuir uma nova série de anime inspirada no filme  Blade Runner 2049.

A nova série Blade Runner-Black Lotus, como será chamada, consistirá em 13 episódios de meia hora. Detalhes do enredo estão sendo mantidos em sigilo, mas sabe-se que a história terá lugar em 2032 e incluirá alguns personagens estabelecidos do universo de Blade Runner.

“Eu vi pela primeira vez o Blade Runner em 1982, aos 11 anos”, disse Jason DeMarco, SVP e diretor de criação da Adult Swim . “Ele continua sendo um dos filmes que definem minha vida. Poder explorar mais este universo, com o incrível talento que temos a bordo, é um sonho que se realiza”.

A série será produzida pelo estúdio de animação Sola Digital Arts. Shinji Aramaki e Kenji Kamiyama irão dirigir todos os episódios da temporada de estréia, que seguirão seu atual trabalho de direção na próxima série Ghost in the Shell. Shinichiro Watanabe servirá como produtor criativo. Watanabe já escreveu e dirigiu o curta-metragem de anime Blade Runner Black Out 2022, que serviu como um dos três prequels curtos de anime para Blade Runner 2049. Aramaki também trabalhou em Black Out 2022 no departamento de arte.

“Blade Runner é um trabalho seminal, e sua influência que permeia o gênero”, disse Sae Whan Song, chefe de desenvolvimento de negócios da Crunchyroll. “Adult Swim compartilha nossa empolgação em trazer esta nova série para os fãs”.

A Adult Swim terá os direitos mundiais de distribuir as versões dubladas em inglês da série, excluindo a Ásia, e exibirá os episódios dublados em inglês da série em seu bloco de programação de anime, Toonami. A Crunchyroll fará o streaming mundial para sua comunidade de mais de 45 milhões de usuários registrados e 2 milhões de assinantes. Adult Swim e Crunchyroll são ambas divisões da Warner.

“O universo de ‘Blade Runner’ é um poço incrivelmente profundo para histórias e personagens com o seu mundo e mitologia que o público tem debatido desde o início”, disse Kosove e Johnson. “Estamos animados para continuar explorando esse mundo através desta série de anime.”

Também, no mês passado, surgiram rumores (não confirmados) de uma possível nova série live action, continuando o último filme.


[RM-RS – The Hollywood Reporter – Variety]


 

Avaliação
The following two tabs change content below.
AvatarBlogger-150x150 Blade Runner terá seu universo expandido em novas séries em anime, livros e quadrinhos

Maxiverso

A equipe do Maxiverso é composta de redatores e escritores especialistas em diversas áreas, de modo que as notícias postadas serão sempre redigidas e revisadas pelos membros mais qualificados de nosso time.

3 comments

  • Ricardo Melo
    Ricardo Alves de Melo:

    Creio que se bem organizado, dá pra tirar coisas boas sim. Lembro que no filme original, fala-se em colônias espaciais , bases lunares, marte, e nada disto foi explorado ainda. E não é a primeira vez que Blade Runner foi explorado , houve uma série de livros entre 1995 a 2000, escrita por K. W. Jeter, que conta uma estória bem diferente e que não levada e consideração pelo último filme. E obviamente, livros e quadrinhos ou desenhos, muitas vezes, nem são levados em consideração pelo canon oficial, que ficaria valendo apenas para os dois filmes.

    • Ze Num Guento Mais:

      sei que é normal que esses universos expandidos nao sejam levados a serio pelos filmes mas que BR 2049 avacalhou até o original isso é fato…

  • Ze Num Guento Mais:

    nao creio que esse universo seja assim tao fascinante… o filme original é excelente, o 2049 é mediano, sera mesmo que tem tanta coisa assim pra falar do universo de BR? so pq o filme original é excelente nao quer dizer que necessariamente haja tanta historia pra contar sobre aquele universo… o que pode acontecer é criarem historias genericas e só colocar no mesmo ambiente, como por exemplo algum assassinato a ser investigado por um blade runner novo… a historia em si nada acrescentaria ao universo do filme, so seria ambientado nele… jogada suja

leave a reply

Contate-nos

Contate-nos por email ou nos procure nas redes sociais

soleblog.brasil@gmail.com

  • Top 7 personagens icônicos de séries
  • Top 7 Filmes diferentes do convencional
  • Top 7 Maiores Compositores de Trilhas Sonoras do Cinema
  • Top 7 robôs mais importantes da ficção II
Back to Top