Maxiverso

Star Trek: Uma Jornada além das Estrelas… Epílogo Cinema

Ao longo da nossa trajetória, mostramos a evolução da franquia Star Trek, desde seu início na série clássica (conhecida como TOS) dos anos 60, passando por outras séries e os novos projetos da TV. Também mostramos que a popularidade da TOS levou os estúdios Paramount a investir em longas-metragens para o cinema (13 filmes até o momento).

No cinema, nessa fase nova, desde 2009, o produtor e diretor J. J. Abrams produziu 3 filmes: Star Trek (2009), Star Trek: Além da Escuridão(2013) – estes dois dirigido por ele – e Star Trek: Sem Fronteiras (2016) dirigido por Justin Lin, que recontavam as histórias dos personagens clássicos Kirk, Spock, McCoy, Uhura, Checov, Scott e Sulu, agora com novos atores e novos efeitos especiais. Estes filmes foram definidos em outro universo, chamado Kevin Timeline, que corre paralelo ao canon original de séries e filmes até então mais antigos.

A Paramount chegou a dar luz verde para início de produção de mais dois filmes, um seria o quarto episódio desta linha de tempo e o outro seria um filme que o produtor e diretor Quentin Tarantino (Pulp Fiction) iria desenvolver. Neste meio tempo os atores Chris Pine e Chris Hemsworth (Thor) não conseguiram acertar o cachê para participarem do quarto filme e após muitas discussões, idas e vindas… a produção acabou suspensa, mesmo já tendo uma diretora contratada (e posteriormente dispensada): S. J. Clarkson.

A notícia sobre o outro projeto de filme Star Trek por Tarantino causou, num primeiro momento, grande alvoroço na mídia e entre os fãs. Mas, com o silêncio que ocorreu depois, e as entrevistas do próprio cineasta, colocando dúvidas sobre o fato de seu filme poder realmente sair do papel, ninguém mais vê com otimismo sua realização. Em uma de suas últimas entrevistas, ele mesmo revelou que possivelmente não dirigirá o longa e não está mais envolvido no projeto, apesar de amar muito Star Trek, mas deixou o caminho aberto para uma futura participação. Este filme seria baseado no episódio A Piece of the Action (Um pedaço de ação) da série clássica, que mostra a tripulação da Enterprise no meio de uma guerra de gangsters dos anos 30.

tara Star Trek: Uma Jornada além das Estrelas... Epílogo Cinema

Tarantino pensa em adaptar episódio de gangster da TOS.

Com a nova empresa formada da fusão CBS e Paramount, a ViacomCBS Inc., em outubro de 2019, foi anunciado pela Variety que Noah Hawley, criador das séries Fargo e Legion, foi escolhido para roteirizar e dirigir o próximo filme da franquia Star Trek, confirmado como um projeto totalmente novo e diferente dos anteriores. A Bad Robots, de J. J. Abrams, irá produzir o filme, com Hawley também sendo o produtor com sua empresa, a 26 Keys.

Em Janeiro de 2020 o diretor Hawley, entrevistado para os sites Deadline e Collider, falou sobre sua visão pessoal do novo Star Trek: “Eu tenho minha própria opinião sobre Star Trek… meu filme não será Star Trek 4”, quando questionado se continuaria a saga iniciada pelos 3 filmes anteriores produzidos por J.J.Abrams. Continuando: “Voltando ao que amava na série Jornada nas Estrelas: A Nova Geração, quando muito do foco da franquia era ‘fazer a coisa certa’. Star Trek é sobre exploração, uma humanidade melhor, diversidade e resolução criativa de problemas”. Prosseguiu o diretor, observando que não acha necessariamente interessante a ação por si só nas histórias de Star Trek: “Não há nada melhor do que aquele momento em que William Shatner coloca seus óculos de leitura e abaixa os escudos de Khan. Não custa nada. Mas é esse sentimento triunfante de magoar seu inimigo. Em última análise, é sobre o ser humano, sobre diversidade e exploração e sobrepujar seu oponente, em oposição a destruir seu oponente através de sua força física. Para mim, é chegar a esses elementos da série. Eu não acho necessariamente ação por si só interessante, a menos que esteja na história.” Ele ainda revelou que a produção ainda está no início, e que vai se concentrar em escrever o roteiro: “Então, ainda é cedo, ainda estou conversando com a Paramount, tenho uma opinião e preciso escrever um roteiro”…

Noah-Hawley Star Trek: Uma Jornada além das Estrelas... Epílogo Cinema

Noah Hawley

Já com relação à conexão com as produções da CBS e Alex Kurtzman, Hawley disse: “Eu conheço Alex. Não há um mandato da Paramount para conectá-lo. E em alguns níveis, há um pouco da parede, a versão para TV e a versão para filme.”

Mesmo sendo uma história nova, Hawley deixou claro que seu filme será respeitoso com o legado da franquia: “Tenho minha própria história e quero me certificar em ser muito respeitoso com o material fonte, como fiz com Fargo e Legion. Ser respeitoso com o material subjacente. E que não estou involuntariamente mudando coisas pelas quais as pessoas amam ou se sentem apaixonadas. Portanto, é importante fazer essa pesquisa à medida que avanço”.

Em abril de 2020, o compositor Jeff Russo, que já havia trabalhado com Noah Hawley nas séries Legion e Fargo, e o filme de 2019 Lucy in the Sky e que atualmente estava compondo para Star Trek: Discovery e Star Trek: Picard, revelou que já estava em entendimentos com o diretor Hawley para compor a trilha deste novo filme:
“Noah [Hawley] e eu falamos sobre isso, e falamos sobre o que ele vai querer de uma perspectiva musical, e como abordá-la, e como vai ser a história, o que para mim é extremamente emocionante. Mas não foi nada de propósito, tudo isso foi por pura coincidência, porque eu estava fazendo Star Trek, e também era um colaborador frequente do Noah. Ele também é um fã, e um bom amigo meu, então quando comecei a trabalhar em Star Trek, conversamos sobre isso, conversamos sobre a história, a música, os temas, e coisas do tipo. Ele é um dos que definitivamente falam sobre música comigo, então quando ele ligou para dizer que seu próximo filme seria Star Trek, eu fiquei extremamente empolgado.”

Parecia que a produção estava andando em seus preparativos iniciais e desenvolvimento. Então veio a pandemia causada pelo novo coronavirus (Covid-19), fazendo com que Hollywood e os estúdios de cinema e TV em termos gerais dessem uma parada nas suas produções audiovisuais. Filmagens foram suspensas e adiadas, muitos desenvolvimentos chegaram a ser cancelados e lançamentos tiveram que ser adiados por vários meses e até anos… O mundo parou.

Em agosto de 2020 o site Deadline informou que a Paramount havia suspendido a produção do filme que estava sendo desenvolvido por Noah Hawley. O motivo seria que o roteiro de Hawley era focado em torno de um vírus que destrói várias partes do universo conhecido. E em função da pandemia do novo coronavírus, a Paramount decidiu que não era um bom momento para tratar do tema, mas o projeto não estava sendo cancelado. Os planos foram apenas adiados. A própria Paramount, está estudando inclusive reativar o projeto de Star Trek 4 da Kelvin Timeline ou o projeto de Quentin Tarantino, enquanto não define o que fazer com o filme de Noah Hawley. Nada está realmente definido.

Mesmo assim, Noah Hawley tem dado entrevistas ao público para indicar que ainda continua desenvolvendo seu filme. Em entrevista ao Entertainment Weekly em Setembro de 2020, Hawley revelou alguns detalhes do seu longa:

“Não posso dizer muito sobre isso, exceto que é um argumento de por que a humanidade deve prevalecer e por que devemos nos unir, o que eu acho importante – olhar para a Federação dos Planetas Unidos e lembrar que em algum ponto a Terra é o que somos de vez em quando, inventamos a tecnologia de dobra, encontramos vida extraterrestre e todos se uniam. Mas como? Como saímos de onde estamos agora para onde eles estão, então? E o que acontece se essa realidade utópica for desafiada? Há tempos de desafio e guerra em que temos que provar nossos valores mais uma vez. Talvez haja um momento na Federação em que esse ideal seja desafiado e não sobreviva sozinho. Ele precisa ser salvo.”

No momento a Paramount tem estes 3 projetos em cima da mesa, resta saber quais serão realmente desenvolvidos… mas pelo visto, dificilmente Star Trek deixará de frequentar as telas de cinema nos próximos anos. Fiquem de olho nas nossas atualizações.


[RM-RS – Trekmovie / Trekbrasilis / Deadline / Entertainment Weekly]

Avaliação
The following two tabs change content below.
AvatarRicardo-150x150 Star Trek: Uma Jornada além das Estrelas... Epílogo Cinema

Ricardo Melo

Profissional de TI com mais de 10 anos de vivência em informática. Tem como hobby assistir seriados de TV, ir ao cinema e namorar!!! Fã de rock'n'roll, música eletrônica setentista, ficção-científica e estudos relacionados a astronáutica. Quis ser astronauta, mas moro no Brasil... Os anos 80 foram meu playground!

3 comments

  • Avatar
    Joanilson Green:

    eu queria tanto ver essa franquia do JJ continuando… estava tao bom! finalmente Star trek teve produções de 1a linha… e fez sucesso! nao entendo pq nao continuaram

    • Ricardo Melo
      Ricardo Alves de Melo:

      Então, o quarto filme ficou parado, porque Chris Pine e Chris Hemsworth , pediram um salário muito alto para voltarem a seus personagens . Além do mais, o terceiro filme, rendeu menos que o primeiro e segundo filmes. Agora estão esperando a poeira abaixar com a nova fusão Paramount – CBS, para botar o trem nos trilhos de novo. Aguardamos.

  • Avatar
    Hard Cover:

    ao mesmo tempo que eu queria ver um filme de ST do Tarantino, fico com medo dele cagar em toda a tradição do meu querido Jornada nas Estrelas e fazer uma coisa totalmente tresloucada… o JJ é alguem que respeita o canon e fez isso muito bem no seu filme, na minha opiniao, ele criou um filme de origem que mostra a tripulação se conhecendo e respeitou a tradicao de ST fielmente, ja o Tarantino é alguem totalmente desprendido nessa questao, acho que o filme valeria pela curiosidade e tal mas nao poderia ser canon

leave a reply

Contate-nos

Contate-nos por email ou nos procure nas redes sociais

soleblog.brasil@gmail.com

  • Top 7 personagens icônicos de séries
  • Top 7 Filmes diferentes do convencional
  • Top 7 Maiores Compositores de Trilhas Sonoras do Cinema
  • Top 7 robôs mais importantes da ficção II
Back to Top