Maxiverso
GreatestAmericanHero

Lembra do Super-Herói Americano? Ele pode voltar!

De olho na febre dos super-heróis e suas gordas audiências a Fox incumbiu Phil Lord e Chris Miller, os diretores de Uma Aventura LEGO e Anjos da Lei, de produzirem uma nova versão da série cômica do Super-Herói Americano (The Greatest American Hero – ABC – 1981/1983).

No Brasil, a obscura série do atrapalhado super-herói de cabelos que hoje em dia seriam motivo de guerra (maldita pasteurização da estética ocidental) foi ao ar na metade dos tão cultuados anos 80 e até que fez bastante sucesso, apesar de hoje em dia não ser lembrada por quase ninguém.

O seriado narrava as histórias do professor Ralf Hinckley (Willian Katt), que um bela dia de sua vidinha pacata e meio looser (essa expressão provavelmente nem existia na época, tal qual a conhecemos hoje) recebe de presente de alienígenas (!) uma maleta (!!) contendo um kit de super-herói (!!!) composto de uniforme – com direito a capa e tudo – e manual de instruções (!!!!) do kit, para que pudesse, segundo os ETs, evitar a “destruição do planeta”.

*** Observação: nunca, em momento algum da série, essa previsão catastrófica dos aliens foi explicada ou abordada novamente ***

Acontece que para o azar de Ralf (e sorte nossa), ele perdeu o manual de instruções, de modo que teve que aprender “na marra” a usar o uniforme e os trocentos mil poderes que ele dava a quem o vestisse: habilidade de voar, visa de raio-x, super-resistência, superforça, invisibilidade, supervelocidade, visão holográfica, psicometria (!), pirocinese (!!!), e mais uma renca de capacidades que seriam o sonho de qualquer fã de super-heróis.

Mas para Ralf isso virou um pesadelo. Sem o manual, nosso pseudo-herói mais sofria do que combatia o crime, atrapalhando-se no uso das habilidades e cometendo erros bisonhos, como quando errava na escala da força a ser usada em determinado momento, por exemplo.

Fora o maldito poder de voar, que ele nunca dominou em sua carreira, esborrachando-se no chão ou contra alguma parede toda vez que precisava aterrissar…

A produção era uma paródia escrachada do estereótipo de super-heróis existentes, a maioria vindo dos EUA, daí o nome da série (que jamais refletiu no personagem, que sequer tinha uma alcunha).

Outra tirada excelente era a que retratava sua dificuldade em tirar o terno sem que ninguém o visse, para poder ostentar o uniforme e salvar o dia de alguém, indo contra a lógica da facilidade absurda com que os super-heróis “normais” conseguem se trocar sem o menor problema, independentemente da situação em que estão.

E o que falar do seu símbolo, já definido por alguém como “uma mistura de nada com coisa nenhuma”?!

Super-Herói Americano teve 44 episódios produzidos, sendo que os últimos 5 nunca foram exibidos. Chegou-se a planejar, ainda nos anos 80, um piloto para a retomada da série, substituindo o ator Willian Katt (famoso na época pelo filme A Casa do Espanto) por uma mulher, mas a idéia nunca saiu do papel.

A nova série encomendada pela Fox ainda não tem data para estrear, aliás, sequer para o início de sua produção. Mas, considerando o mercado potencial atual e o gabarito de Phil Lord e Chris Miller para o segmento, não é de se duvidar que desta vez nosso atrapalhado herói possa, de fato, voltar.

Vejam a abertura da série (típica dos anos 80):

Avaliação
The following two tabs change content below.
AvatarRalph-150x150 Lembra do Super-Herói Americano? Ele pode voltar!

Ralph Luiz Solera

Escritor e quadrinhista, pai de uma linda padawan, aprecia tanto Marvel quanto DC, tanto Star Wars quanto Star Trek, tanto o Coyote quanto o Papaléguas. Tem fé na escrita, pois a considera a maior invenção do Homem... depois do hot roll e do Van Halen, claro.

9 comments

  • Fabio Eduardo Videira Tonelli:

    Teve um episodio, o 14 da terceira temporada em que o Ralph é obrigado pelos ETs a passar o uniforme para uma mulher, acho que queriam fazer uma retomada na serie como Super Heroina, mas foi um episodio só, ouvi dizer que o ator publicou revista em quadrinhos do super e tambem ouvi estorias de que iria ser lançado um filme, até fiquei animado ja que lançaram o Esquadrao Classe A que é do mesmo escritor do Super….mas nada saiu ainda

  • Rodrigo Stephan:

    A verdadeira volta mesmo seria se A SÉRIE ORIGINAL voltasse!!! Com a dub clássica!!! ISSO SIM QUE importaria que eu pularia de felicidade!. Isso que foi dito nessa matéria foi inútil! , pouco me importa!

    • Ralph Luiz Solera
      Ralph Solera:

      Por isso que foi dito que o Super-Herói Americano poderia voltar, e não a série 🙂

    • Rodrigo Stephan:

      Ralph Solera Super herói americano só é conhecido da minha época pela série! E é isso que todos lembram

    • Ralph Luiz Solera
      Ralph Solera:

      Rodrigo Stephan, respeito sua opinião, mas nem todos pensam como vc. 🙂 No Face, a maioria gostou de saber que o herói voltará, mesmo não sendo na série original – que muitos consideram bem tosca rs

    • Rodrigo Stephan:

      Ralph Solera Tosco é tudo que tem hoje em dia. Aquela sim que era uma SÉRIE DE VERDADE! De qualidade! Remake que é um lixo e esse com certeza esse não será diferente! hamar um CLASSICO de tosco ñ o que NUNCA foi ! é demais pra qualquer um que tenha vivido os anos 80 como E EU vivi, ok? SE VC falasse , superherói americano terá remake ( que com certeza sera uma caca)ai sim eu ficaria na minha ok e com certeza nem leria isso. Só não venha profanar um clássico que super herói americano é , e sempre será!

    • Ralph Luiz Solera
      Ralph Solera:

      Calma Rodrigo… pra que tanto ódio nesse coraçãozinho? rs… olha, tem muita coisa boa hoje em dia e muita coisa melhor do que ‘antigamente’. Assim como tem muita obra antiga que é melhor que as atuais. Não generalizemos. 🙂 Eu, por exemplo, que postei o texto, acho a série antiga muito divertida, mas bem tosca hahahahahaha… mas enfim, se não lhe apetece, basta não assistir a nova série 🙂 Não sei onde vc achou essas ‘regras’ do que pode e não pode ser feito, mas vamos lá: 1) Alguns clássicos são bem toscos sim rs… outros não 2) Eu tb vivi os anos 80 hehehehe 3) Só saberemos se o remake será pior qd assistirmos, pois existem remakes melhores e piores 4) Nem todos têm a mesma opinião de vc, aprenda a lidar com isso 🙂 Tem gente que assistiu, gostou na época mas hj acha bisonhamente ruim e quer o remake pq acha que será melhor. 5) Vc não precisa gostar nem concordar, mas deixe os outros decidirem o que querem pensar a respeito. 🙂

    • Rodrigo Stephan:

      Teve coisas antigas ruim sim, mas ESSA SÉRIE NÃO FOI E PONTO! E minha opinião é que essa noticia foi inutil tb isso não mudei de opinião, e tbm minha opinião é que remake , tanto desse quanto da maioria das coisas feitas nos anos 80 ficaram ridiculas. Essa é minha opinião RESPEITE, assim como respeito a sua .E me deixe em paz ok?

    • Ralph Luiz Solera
      Ralph Solera:

      Mas eu respeito sua opinião, Rodrigo rs… o que não quer dizer que concordo. Foi vc quem veio com essa, desde o começo, de que a notícia é ‘inútil’ e depois todo a reclamação contra as produções novas. To desde o começo lhe dizendo justamente isso, nem todos pensam como vc e muita gente (mesmo) gostou de saber que a série vai voltar (não necessariamente a antiga, que muita gente acha bacana mas de qualidade muito baixa). Ah, e na minha opinião essa série – que eu adorava – foi tosca sim. Assunto encerrado e fique em paz, ok? 🙂

leave a reply

Contate-nos

Contate-nos por email ou nos procure nas redes sociais

soleblog.brasil@gmail.com

  • Top 7 personagens icônicos de séries
  • Top 7 Filmes diferentes do convencional
  • Top 7 Maiores Compositores de Trilhas Sonoras do Cinema
  • Top 7 robôs mais importantes da ficção II
Back to Top