Maxiverso
CINEMADiversosGeralNERD + GEEKVídeosCenas épicas: as metáforas de Yoda vs Palpatine (Darth Sidious)
CenasEpicas

Cenas épicas: as metáforas de Yoda vs Palpatine (Darth Sidious)

Vamos inaugurar uma série de posts a respeito de cenas memoráveis da história do cinema com Star Wars, o(s) filme(s) que dividiu em antes e depois a maneira como o cinema interage com a vida das pessoas.

Ainda que muitos torçam o nariz para a trilogia “nova” (mas cronologicamente anterior) da saga – e de fato ela ficou bem aquém do que poderia, temos que reconhecer que George Lucas ainda foi capaz de nos proporcionar momentos sublimes e significativos nas três prequências.

O mais significativo desses momentos deu-se no embate entre o Mestre Jedi Yoda e o futuro Imperador Palpatine, então ainda Chanceler Supremo, no Episódio III.

YodaVsPalpatine7 Cenas épicas: as metáforas de Yoda vs Palpatine (Darth Sidious)

Além de ter sido uma das melhores lutas da saga, até pela importância dos envolvidos, a batalha estava carregada de metáforas. Vejamos:

Tudo começa quando Yoda entra no gabinete de Palpatine e rapidamente livra-se dos guardas do Chanceler, o que significa que não haverá belicismo (tropas, guerras, etc) envolvido no confronto que decidirá o destino da galáxia. Tudo será resolvido “apenas” entre Yoda e Palpatine, sem intermediários, nem apoio, nem nada a mais interferindo.

YodaVsPalpatine5-300x169 Cenas épicas: as metáforas de Yoda vs Palpatine (Darth Sidious)Em seguida Yoda “desmascara” Palpatine, mostrando que sabe que ele é o Lorde Sombrio de Sith conhecido como Darth Sidious e não apenas um bem intencionado político interessado em melhorar a República, e é atacado violentamente. É a tentativa da diplomacia mostrando-se ineficaz ante a agressividade do imperialista ávido por poder e controle. É o opressor sufocando as reivindicações do oprimido que discorda da maneira como está sendo controlado.

Após, Yoda consegue se recuperar e joga Palpatine contra sua mesa e afirma que o reinado do Chanceler está no fim, e que ele não havia sido curto o bastante. É o recado de que toda tirania, ainda que burocrática (escondida atrás das mesas dos poderosos), por menor que seja seu tempo no comando, deve ser combatida e ter seu ciclo encerrado o quanto antes, e ainda assim ela não terá sido curta o suficiente.

Palpatine então, temeroso do resultado do confronto, tenta fugir do gabinete, mas tem sua passagem bloqueada por Yoda. É o opressor vendo a insurgência do oprimido (recém consciente da situação, recém desperto), e vendo sua tentativa de agressão ter falhado, optando pela fuga do poder, para tentar retornar depois.

YodaVsPalpatine1-300x225 Cenas épicas: as metáforas de Yoda vs Palpatine (Darth Sidious)Diante do iminente confronto, Palpatine faz novas ameaças, dizendo que não há como detê-lo já que seu aprendiz Darth Vader está se tornando cada vez mais poderoso. Temos aqui um recado claro do déspota que, diante da possibilidade de ser removido do poder, mostra fé em uma continuidade de sua ideologia, que pode ser mantida graças a seus seguidores, aos que compartilham de sua visão.

Começa então a luta e ambos dirigem-se para o trono, a plataforma elevatória do chanceler que começa a se elevar, saindo do gabinete e subindo até o plenário do Senado Galáctico.

Nada mais emblemático! Vemos em toda sua magnitude o duelo entre Yoda e Palpatine, luz e trevas, liberdade e tirania, justiça e opressão, etc, no local que é o centro de poder da galáxia. O trono será ocupado pelo vencedor (pela ideologia vencedora), que comandará o destino de todos.

YodaVsPalpatine2-300x134 Cenas épicas: as metáforas de Yoda vs Palpatine (Darth Sidious)Temos ainda o plenário vazio, sem nenhum senador, nenhum representante do povo sendo testemunha da luta pelo comando, da luta pelo poder que vai dirigir as vidas de todos. O povo não vê as disputas de bastidores, ele está sempre afastado nesses momentos, e só toma ciência das mudanças quando estas são anunciadas pelo governante, pelo líder, pelo poderoso.

Na sequência da batalha, da luta pelo controle de tudo, Palpatine começa a apelar, a jogar sujo. O tirano, o déspota, não mede esforços para manter-se no poder, não importa o quão sujas sejam suas maneiras de manter-se na posição.

Palpatine começa então a atirar em Yoda os camarotes vazios dos senadores, para tentar derrubá-lo. É o governante opressor colocando o povo contra o insurgente, manipulando a opinião pública, fazendo os oprimidos a voltarem-se contra eles mesmos.

No processo, ocorre muita destruição no Senado. Os casulos destroem-se nas quedas e chocando-se uns contra os outros. Não importa o estrago que as ações do déspota, do ditador, causem no povo e na estrutura a ser governada, o que importa é ele manter-se no poder. É melhor reinar sobre ruínas do que não reinar.

Yoda consegue um bom contra-ataque quando devolve um dos camarotes contra Palpatine. O insurgente, que se rebela contra o poderoso tirano, passa a ter chance de vitória quando faz o povo voltar-se novamente contra o opressor, e não contra quem luta para mudar essa situação.

YodaVsPalpatine3-300x186 Cenas épicas: as metáforas de Yoda vs Palpatine (Darth Sidious)Vem então a parte final. Yoda e Palpatine deixam os sabres de lado e fazem uso da Força no momento derradeiro. O duelo entre ambos chega ao clímax quando a energia liberada derruba o Jedi e o Sith. Yoda cai sobre o trono, mas não consegue se segurar e despenca do plenário. Palpatine consegue se manter no local, agarrando-se desesperadamente na grade de um camarote.

A luz (verdade, justiça, etc) foi derrotada e deixou de estar presente e as trevas (tirania, injustiça, corrupção, etc) venceram e ficaram com o Senado e com a cadeira do Chanceler Supremo, para governar a galáxia. O que impediu o déspota de cair foi a maneira como se agarrou, se segurou, se manteve firme, com a ajuda de uma parte do povo.

O resultado da batalha decidiu o destino da galáxia por mais de vinte anos, na qual a República deu lugar ao Império e tivemos, inclusive, a futura dissolução do Senado Galáctico. O povo perdeu totalmente sua participação nas decisões de quem os governa.

E então, você, fã de Star Wars, havia notado toda essa simbologia nas cenas da batalha entre Yoda e Palpatine?


Depois de toda essa análise, reveja como foi a batalha entre os dois mestres da Força:

Avaliação
The following two tabs change content below.
AvatarRalph-144x144 Cenas épicas: as metáforas de Yoda vs Palpatine (Darth Sidious)

Ralph Luiz Solera

Escritor e quadrinhista, pai de uma linda padawan, aprecia tanto Marvel quanto DC, tanto Star Wars quanto Star Trek, tanto o Coyote quanto o Papaléguas. Tem fé na escrita, pois a considera a maior invenção do Homem... depois do hot roll e do Van Halen, claro.

1 comment

  • Alecsandre Cavalcanti Paes:

    “A luz (verdade, justiça, etc) foi derrotada”
    Eu diria que a única parte do texto mal interpretada a partir do filme, ou seja errada, Yoda se viu sendo atacado pela fadiga, a explosão da força causada no filme lançou os dois, Palpatine teve a sorte de continuar no camarote, enquanto Yoda caiu, se palpatine estive-se no lugar de Yoda e virse versa, teria sido ele a cair de lá, além de Yoda te-lo derrotado no Clone Wars, e temos uma parte em especia
    Sidious: “Deixe-o morrer, e poderá parar tudo oque eu irei fazer…”
    essa frase aconteceu durante a luta de Sidous e Dooku vs Yoda e Anakin, anakin interrompe a luta de Yoda e Sidious virando um alvo fácil e acabou sendo arremessado por Sidious o deixando desmaiado, Yoda se vê na situação de enfrentar Sidious e salvar Anakin já que a plataforma do local do combate foi cortada por palpatine e começar a desmoronar, Yoda salva Anakin e derrotar Sidious, mesmo sidious usando magia do lado negro Sith
    Yoda>>>Sidious

leave a reply

Contate-nos

Contate-nos por email ou nos procure nas redes sociais

soleblog.brasil@gmail.com

  • Top 7 personagens icônicos de séries
  • Top 7 Filmes diferentes do convencional
  • Top 7 Maiores Compositores de Trilhas Sonoras do Cinema
  • Top 7 robôs mais importantes da ficção II
Back to Top