Na Mesa: Betrayal at House on the Hill Seria o Evil Dead dos Board Games?

10

01-Betrayal-3-300x298 Na Mesa: Betrayal at House on the Hill Seria o Evil Dead dos Board Games?

Imagem: BGG – Betrayal at House on the Hill 3ª Edição

 

O Brasil é um país reconhecido internacionalmente pela alta qualidade tanto dos seus dubladores e dubladoras, quanto de suas dublagens, dos filmes, séries e programas de TV estrangeiros. Outra coisa que nos caracteriza enquanto povo é o nosso incomparável “jogo de cintura” e a nossa inesgotável criatividade – nem sempre para o bem.

É por isso que filmes clássicos (outros nem tanto) como “Maltese Falcon”, “The Godfather”, “The Hangover”, “My Girl”, “Airplane”, “We’re The Millers”, “The Sound of Music”, viraram respectivamente, “Relíquia Macabra”, “O Poderoso Chefão”, “Se Beber Não Case”, “Meu Primeiro Amor”, “Apertem os Cintos, o Piloto Sumiu”, “Família do Bagulho”, e “A Noviça Rebelde”.

Anúncios

02-Hitchcock-300x200 Na Mesa: Betrayal at House on the Hill Seria o Evil Dead dos Board Games?

Imagem: Google – Nem do Hitchcock Eles Livraram a Cara

 

No caso do Hitchcock, então, tirando Psicose e os Pássaros, quase todos os outros foram rebatizados. Assim, “Vertigo” virou “Um Corpo Que Cai”, “Rope”, virou “Festim Diabólico”, “North By Northwest” virou “Intriga Internacional”, “Strangers on a Train” virou “Pacto Sinistro”, “Family Plot” virou “Trama Macabra”, ”To Catch a Tief” virou “Ladrão de Casaca”, e por aí vai…

Porém, para quem gosta de filmes trash, e já tem “algum tempo de janela”, existe uma série que extrapola até mesmo os nossos padrões nacionais de non-sense, em termos de traduções discutíveis.

Em 1981, um ainda desconhecido Sam Raimi (aquele da primeira trilogia do Homem-Aranha da Marvel) escreveu e dirigiu um filme estrelado pelo ainda desconhecido Bruce Campbell, chamado Evil Dead. O filme era para ser um filme de terror da pesada, e ele realmente tem umas partes bem aterrorizantes e outras bem chocantes.

Entretanto, curiosamente, muitas pessoas acharam o filme engraçado, principalmente por conta da interpretação exagerada e histriônica do Bruce Campbell. Com isso, o segundo filme tentou manter alguma seriedade, mas com altas doses de humor, e o terceiro enfiou o “pé na jaca” e partiu abertamente para a palhaçada. Desse modo, a série Evil Dead acabou sendo uma das percussoras do chamado horror-farofa, ou dos “filmes terrir”, como o subgênero também é conhecido.

03-Evil-Dead-1-300x231 Na Mesa: Betrayal at House on the Hill Seria o Evil Dead dos Board Games?

Imagem Google: Evil Dead

 

Mas o que mais chama a atenção é o nome que foi dado aos filmes, no Brasil. O primeiro filme “Evil Dead” foi traduzido com “A Morte do Demônio”. Até aí tudo bem (apesar da tradução correta ser “Morte Demoníaca”). Depois veio o segundo, Evil Dead II que por uma razão lógica deveria se chamar “A Morte do Demônio II”. Porém, parece que nossos tradutores e distribuidores acharam o nome muito pesado e resolveram mudar para “Uma Noite Alucinante”.

Eles só se esqueceram de combinar com o estúdio, para não lançarem um terceiro filme. Mas foi exatamente isso que ocorreu, e na hora de colocar o título, nossos brilhantes tradutores não queriam perder o link com sucesso que o segundo fez, e ao invés de optar por algo totalmente diferente, eles resolveram chamar o filme de Uma Noite Alucinante III. Mas como assim?!?! A série pula de “Uma Noite Alucinante” diretamente para “Uma Noite Alucinante III”, sem ter “Uma Noite Alucinante II”?!?!

04-Evil-Dead-2-300x202 Na Mesa: Betrayal at House on the Hill Seria o Evil Dead dos Board Games?

Imagem Google: Uma Noite Alucinante

 

Mais de uma década depois, os distribuidores aparentemente perceberam e resolverem arrumar a bobagem, chamando os filmes de “Uma Noite Alucinante I, II, e III”. Mas quem viveu a época, que sabe o que é fita VHS, e que chegou a assistir a série de filmes no videocassete, lembra muito bem que as coisas não eram bem assim. Em 2013 foi feito um remake do filme, mas a magia simplesmente não está lá. Quem não assistiu os três primeiros nos anos 80/90, talvez goste do filme, mas para quem acompanhou as aventuras de Ash, talvez seja melhor ficar com os originais.

05-Evil-Dead-3-300x204 Na Mesa: Betrayal at House on the Hill Seria o Evil Dead dos Board Games?

Imagem Google: Uma Noite Alucinante 3   

 

Está anunciado um novo filme da “franquia”, Evil Dead Rise, para 2023, mas com outro elenco e novos personagens, o que dá a entender que o novo filme não terá nada a ver com o filme de 2013. Além disso, há também a série Ash Vs. Evil Dead, que, ao contrário dos remakes, não apenas está diretamente ligada à trilogia original, como ainda por cima conta com a participação de Bruce “Ash” Campbell.

Curiosamente, existe inclusive um obscuro board game da série, lançado em 2016, que aparentemente apenas 5 usuários do Ludopedia possuem.

06-Evil-Dead-2-Board-Game-300x290 Na Mesa: Betrayal at House on the Hill Seria o Evil Dead dos Board Games?

Imagem Ludopedia: Evil Dead 2 Board Game

 

A essa altura, os leitores que chegaram até aqui devem estar se perguntando, mas o que isso tem a ver com o Betrayal at House on the Hill?

O Betrayal at House on the Hill é um jogo cooperativo de terror, em que os jogadores fazem o papel de pessoas que estão explorando uma casa mal-assombrada, infestada de espíritos maléficos. Em dado momento, um dos jogadores é possuído por um desses espíritos e passa a jogar contra os demais jogadores. Isso por si só já estabeleceria uma enorme relação entre o jogo Betrayal at House on the Hill e o filme Evil Dead, porque o cenário do primeiro é muito parecido com o roteiro do segundo. Mas não é só isso…

07-Betrayal-1a-Edicao-300x300 Na Mesa: Betrayal at House on the Hill Seria o Evil Dead dos Board Games?

Imagem Pinterest: Betrayal at House on the Hill (1ª Edição)

 

O Ludopedia é o maior site brasileiro dedicado aos board games, e o BGG é o maior site do mundo, que trata do mesmo assunto. Em ambos é possível encontrar as fichas de praticamente todos os board games já lançados e suas expansões (principalmente no BGG). No caso do Betrayal at House on The Hill, em 2004 a Avalon Hill lançou a primeira edição. Agora em 2022 está sendo lançada a terceira edição do jogo. Só que entre as duas não deveria haver uma segunda edição?

07-Betrayal-2a-Edicao-298x300 Na Mesa: Betrayal at House on the Hill Seria o Evil Dead dos Board Games?

Imagem Ludopedia: Betrayal at House on the Hill (2ª Edição)

 

A questão é que realmente há essa segunda edição, ao que tudo indica lançada em 2010. Essa é a versão anunciada na Amazon e em diversos outros locais na internet. O que não dá para entender é o porquê dessa segunda edição de 2010 não possuir nenhuma ficha, nem no BGG e nem no Ludopedia?!?!  Só aparecem a expansão “Widow’s Walk” de 2016. Também há fichas das versões “Betrayal at Baldur’s Gate” (2017), “Betrayal Legacy” (2018), e a versão do Scooby-Doo “Betrayal at Mystery Mansion”. Além disso, o que é mais engraçado é que tanto no BGG quanto no Ludopedia, nas fichas da primeira edição de 2004, a imagem que consta é da segunda edição de 2010, que não possui nenhuma ficha.

08-Betrayal-Expansoes-295x300 Na Mesa: Betrayal at House on the Hill Seria o Evil Dead dos Board Games?

Imagem: BGG – Versões do Betrayal at House on the Hill

 

Será que esses dois sites consideram a segunda edição do Betrayal at House on The Hill muito mequetrefe a ponto de não citarem ela? E isso seria no mínimo um equívoco, porque a segunda edição melhorou bastante a primeira. Será que foi algum esquecimento, ou mau funcionamento tanto do BGG quanto do Ludopedia? Será que o Betrayal at House on The Hill é o “Evil Dead” dos board games?

Aparentemente não é apenas no mundo do cinema em que surge a parte 3, sem que se tenha notícias da parte 2.

Brincadeiras à parte, tanto o Betrayal at House on the Hill é um excelente jogo, como a trilogia original do Evil Dead é igualmente excelente. A versão de 2013 nem tanto, afinal, Evil Dead sem Ash, não é Evil Dead. Seria mais ou menos como Um Tira da Pesada sem o Eddie Murphy, ou Rocky sem o Sylvester Satallone. Assim sendo, esse texto é acima de tudo uma homenagem a esses dois ícones do terror, tanto no cinema, quanto nos board games. Para quem quiser saber mais sobre o Betrayal at House on the Hill, basta dar uma olhada no texto:

 

https://maxiverso.com.br/blog/2022/12/12/jogos-com-mansoes-assombradas-e-zumbis/

 

Um forte abraço e boas jogatinas!

Iuri Buscácio

 

P.S. Será que os espíritos do Necronomicon possuíram a ficha da 2ª edição do Betrayal, no BGG e no Ludopedia, e deixaram ela trancada no porão daquele cabana no meio do mato, com o Ash vigiando???

printfriendly-pdf-email-button-notext Na Mesa: Betrayal at House on the Hill Seria o Evil Dead dos Board Games?
The following two tabs change content below.
Imagem-Iuri-Buscacio-120x120 Na Mesa: Betrayal at House on the Hill Seria o Evil Dead dos Board Games?

Iuri Buscácio

Chefe escoteiro, leitor voraz de filosofia, teatro, literatura brasileira e estrangeira, suspense, e de romances históricos, de fantasia e ficção científica, além de ser fã de quadrinhos americanos e europeus, desde os tempos da saudosa Ebal, amante do cinema e das séries, e também um grande entusiasta e pesquisador dos jogos de tabuleiro, tanto clássicos quanto modernos, cuja trilha sonora é o bom samba, a MPB de qualidade, black music e música pop dos anos 70 e 80.

10 thoughts on “Na Mesa: Betrayal at House on the Hill Seria o Evil Dead dos Board Games?

  1. e o que falar da serie Twin Peaks que a Globo comprou inteira, exibiu uma parte, achou a audiencia baixa, depois anunciou o fim dela, ai mudou de ideia e anunciou no dia do capitulo final uma “segunda temporada” que jamais foi exibida, e ate hj ninguem sabe se o que a Globo passou foi a 1a temporada real da serie, ou uma montagem das 2 temporadas de Twin Peaks… misterio!!!

    1. Caro Lucas Frota

      Fico muito agradecido e satisfeito, que você gostou.

      Na verdade, essa sacada surgiu quando eu estava escrevendo o texto da “Pequena Enciclopédia de Jogos de Horror Parte 2”, que inclui o Betrayal at House on The Hill, e precisei pesquisar a data das primeiras edições do jogo. Como não havia nenhuma menção á segunda edição, na mesma hora me veio à mente a questão do Evil Dead.

      Um forte abraço e boas jogatinas!

      Iuri Buscácio

    1. Cara Claudinha

      Valeu pelo elogio, e que bom que você curtiu o texto.

      Um forte abraço e boas jogatinas!

      Iuri Buscácio

  2. o filme 1 é amador, o 2 é uma refilmagem, o correto é o 3 se chamar 2 pq o 2 na verdade é o 1, ou um remake dele, por isso da confusao

    1. Caro Guimi

      Você tem razão em parte, porque o roteiro Evil Dead II é realmente muito parecido com o do Evil Dead I, e isso realmente só contribui para aumentar a confusão.

      Um forte abraço e boas jogatinas!

      Iuri Buscácio

    1. Caro Paulo Geraldo

      Muito obrigado, Também achei muito engraçado, como a situação da série de filmes e do jogo são parecidas.

      Um forte abraço e boas jogatinas!

      Iuri Buscácio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *