Maxiverso

Anunciado novo filme (mais um) de Star Trek com roteirista de Discovery

Se a franquia Star Trek continua de vento e popa na TV (ou stream), com 5 séries desenvolvidas, a situação nas telonas do cinema ainda continua bastante indefinida.

Mas a Paramount Pictures, fundida novamente com a CBS desde outubro de 2019 (na ViacomCBS Inc.) estava trabalhando com três projetos para possíveis filmes da franquia, cujo último foi lançado em 2016 (Star Trek: Sem Fronteiras dirigido por Justin Lin, terceiro filme da linha alternativa Kelvin Timeline, e todos produzidos por J. J. Abrams, que dirigiu os dois primeiros).

Relembrando estes três projetos em andamento:

Projeto 1: O quarto filme continuando a linha Kelvin Timeline, anunciado em 2018, seria com os personagens da série clássica, na qual o Capitão Kirk (Chris Pine) reencontra seu pai, George Kirk (Chris Hemsworth). O projeto que seria dirigido pela primeira vez por uma mulher, S. J. Clarkson, e que teria roteiros de J. D. Payne e Patrick McKay, com produção de J. J. Abrams, infelizmente foi cancelado devido a problemas relacionados aos altos cachês cobrados por Pine e Hemsworth.

Projeto 2: Apresentado pelo cineasta Quentin Tarantino (Pulp Fiction, Bastardos Inglórios, Os 8 Odiados, Django Livre), também seria produzido por J. J. Abrams. Teria como roteiristas um grupo formado por Mark L. Smith (O Regresso), Lindsey Beer (Transformers), Drew Pearce (Homem de Ferro 3) e Megan Amram (escritora de séries de TV). Seria ambientado no universo clássico (mas não existe certeza se seria com a linha de tempo Kelvin Timeline). O pouco que se conhece sobre este projeto, dá conta de que se falava de um filme muito adulto, com o uso de muita violência – típica dos filmes de Tarantino. Segundo o Deadline, a trama seria “baseada em um episódio da clássica série Star Trek que se passa em grande parte em um cenário de gangster dos anos 30, Um Pedaço de Ação (A Piece of the Action)”. Nos últimos meses, Tarantino revelou que não iria mais dirigir o filme, e ainda estava esperando a definição da Paramount sobre o mesmo.

Projeto 3: Em outubro de 2019, logo após a criação da ViacomCBS Inc, foi anunciado o projeto de outro filme. A Variety informou que Noah Hawley, criador das séries Fargo e Legion, foi escolhido para roteirizar e dirigir o próximo filme da franquia Star Trek, confirmado como um projeto totalmente novo e diferente dos anteriores. A Bad Robots, de J. J. Abrams, iria produzir o filme, com Hawley também sendo o produtor com sua empresa, a 26 Keys. Sobre o filme em questão, Hawley revelou apenas que não seria Star Trek 4 (da Kelvin Timeline), mas seria respeitoso com o cânon, e com uma história própria. Infelizmente, devido à pandemia do coronavírus, a Paramount teria suspendido a produção, e o motivo seria que a história tratava de… um vírus que estava colocando a galáxia em risco! Realmente não havia clima para tal enredo.

Com estes três projetos em vistas, qual não foi a surpresa de todos quando, em março de 2021, a Paramount anunciou que Kalinda Vazquez, roteirista de Star Trek: Discovery e da HQ America Chavez: Born in the USA, foi contratada pelo estúdio para escrever a nova aventura de Star Trek para as telonas.

Segundo informação exclusiva do site Deadline, a Bad Robot, produtora de J. J. Abrams, assina a produção do filme. Kalinda se juntou à equipe de Star Trek: Discovery na terceira temporada como produtora, e assinou os roteiros dos episódios Terra Firma, Parte 2 e do Short Trek Ask Not. Além disso, ela foi coprodutora executiva de Fear the Walking Dead. Também trabalhou em séries como Once Upon a Time, Nikita, Human Target e Prison Break.

Curiosidade: o nome “Kalinda” foi inspirado na série clássica, em homenagem a uma personagem do episódio da segunda temporada By Any Other Name. No episódio de 1968, a personagem Kelinda era membro do Império Kelvan na galáxia de Andrômeda.

Ainda não existe nenhuma informação sobre roteiro, e nem se a história se passará na linha do tempo Kelvin ou na Prime. Só que o novo filme será baseado em uma história original criada por Vazquez. Nenhum diretor ainda foi ligado a este projeto. Quanto a datas, em abril de 2021, a Paramount Studios anunciou por meio do site StarTrek.com a data de estreia de um novo filme do universo de Star Trek, ainda sem título… ou seja, pode ser o filme “novo”. A estreia do longa está programada para 9 de junho de 2023, sendo que a Paramount no Brasil agendou a estreia para o dia 8 de junho de 2023, um dia antes.

O chefe da franquia Star Trek na TV, Alex Kurtzman, comentou à Variety a respeito de uma maior conexão entre as séries de TV e os longa metragens nas franquias atuais: “Acho que o alinhamento vertical tornou impossível não aceitar a realidade de que a linha entre o cinema e a televisão acabou. Isso não significa que você não pode ter um recurso separado da televisão. Mas se eles não estão conectados de alguma forma, então você está basicamente executando dois universos paralelos em oposição a interconectados, e eu acho que essas mensagens podem se cancelar mutuamente.”

E segundo o Variety, os produtores das várias séries de Star Trek já começaram a trabalhar juntos para essa integração. Kurtzman diz que aqueles que supervisionam as várias propriedades da frqnauia Star Trek começaram a criar estratégias em um grau ainda maior dentro da ViacomCBS, no ano passado, com o lançamento de uma reunião mensal de showrunners. Isso permite que todos vejam quais partes do universo Star Trek estão sendo utilizadas em outros programas. “Nós nos certificamos de que esses showrunners estão se coordenando para que não pisem no calcanhar uns dos outros”, comentou.

Com as aquisições e cisões corporativas, a franquia teve proprietários diferentes ao longo de sua história. Mas até 2005, Star Trek possuía um único comando. No entanto, a divisão da Viacom resultou em duas entidades corporativas independentes, ficando os direitos dos filmes e séries de TV divididos, deixando a franquia sem uma coesão, uma visão geral. Hoje, a Viacom (proprietária da Paramount Pictures) e a CBS estão mais uma vez reunidas como ViacomCBS.


[RM-RS – Paramount / CBS / Trekbrasilis]

Avaliação
The following two tabs change content below.
AvatarBlogger-150x150 Anunciado novo filme (mais um) de Star Trek com roteirista de Discovery

Maxiverso

A equipe do Maxiverso é composta de redatores e escritores especialistas em diversas áreas, de modo que as notícias postadas serão sempre redigidas e revisadas pelos membros mais qualificados de nosso time.

8 comments

  • Avatar
    Perninha:

    se bem entendi o filme do Tarantino ia ser canon mas nao continuaria a trilogia do JJ, é isso? ia ser um filme isolado em meio a todos os demais ST?

    • Avatar
      Fabioieee:

      isso aí… nao curto o conceito, mas sempre bate a curiosidade de ver como ficaria um ST do Tarantino hehehe

  • Avatar
    Fact Maker:

    top demais seus textos de Star Trek, vlw ai Maxiverso

    • Ricardo Melo
      Ricardo Melo:

      Obrigado. Sempre postaremos atualizações e novidades desta franquia.

  • Avatar
    Sarinha:

    Pra mim Star Trek ficou surreal de confuso. Nao sei mais em que linha do tempo ou época estamos em cada filme ou série. Por mim rebootavam isso e começavam do zero.

  • Avatar
    Lanchester:

    Tarantino e Star Trek não tem nada em comum. Taranta é sanguinolento, visceral, violento, cru, irônico, ácido, crítico. ST é leve, filosófica, otimista, apaziguadora, inspiradora, alegre e motivadora. São antagonicos como se pode notar facilmente. Alguma mente iluminada na Paramount percebeu isso e engavetou o projeto antes que o brilhante Tarantino destruísse os pilares fundamentais nas quais ST foi erguida. Obrigado.

  • Avatar
    Baguete:

    pq a timeline kelvin se chama timeline kelvin? rsrs

    • Ricardo Melo
      Ricardo Melo:

      Como forma de não apagar o canon estabelecido desde 1966 com a série clássica (TOS), os filmes e seriados posteriores até ST: Enterprise, eles criaram uma nova linha de tempo na qual um vilão que saiu do canon da Nova Geração apos o filme Nemesis (tudo explicado em uma HQ posterior), e voltou no tempo 100 anos refazendo toda a linha temporal, criando a nova linha, que se chama pois a primeira nave que o vilão (no caso o romulano Nero), destruiu foi a USS Kelvin, na qual morreram o pai do futuro capitão Kirk, George Samuel Kirk…

leave a reply

Contate-nos

Contate-nos por email ou nos procure nas redes sociais

soleblog.brasil@gmail.com

  • Top 7 personagens icônicos de séries
  • Top 7 Filmes diferentes do convencional
  • Top 7 Maiores Compositores de Trilhas Sonoras do Cinema
  • Top 7 robôs mais importantes da ficção II
Back to Top