Atualizações do Mundo Geek – Junho 24

7

Spielberg quer voltar ao mundo alienígena em próximo filme

steven1 Atualizações do Mundo Geek - Junho 24
Steven Spielberg

Ao que tudo indica, o cineasta Steven Spielberg vai voltar ao gênero que o consagrou com filmes como Contatos Imediatos do 3º Grau (1977), E.T. – O Extra Terrestre (1982) e A Guerra dos Mundos (2005) em seu próximo filme.

Anúncios

Segundo reportagem da Variety publicada no dia 18 de abril de 2024, o roteirista David Koepp, que colaborou com Spielberg nas franquias Jurassic Park e Indiana Jones, está escrevendo um roteiro sobre os OVNIS (objetos voadores não identificados) para que Spielberg possa dirigir. Até o momento não se sabe se este será o próximo filme do diretor ou detalhes da história, que estão sendo mantidos em segredo.

Em 23/05, através de uma notícia da Variety, o título do filme ainda não foi divulgado, assim como elenco ou equipe técnica completos. O que temos, até o momento é uma data: o projeto será lançado oficialmente em 15 de maio de 2026 pela Universal Studios, através da produtora Amblin Entertainment do próprio Spielberg. Este será o próximo projeto de direção de diretor, cujo último filme, Os Fabelmans, uma espécie de drama autobiográfico da infância do diretor, foi lançado em 2022.

Em 13/06, o site Deadline postou a informação que a atriz Emily Blunt (Oppenheimer, Um Lugar Silencioso) estaria negociando sua participação neste projeto, que ainda é mantido a sete chaves pelos estúdios. Embora Blunt nunca tenha estrelado um filme dirigido por Spielberg, ele é fã da atriz desde que ela estrelou a adaptação de 2016 de A Garota no Trem e, também, por seu trabalho mais recente em O Dublê. Para Blunt, isso acrescentaria à lista de grandes diretores com os quais trabalhou ao longo dos anos, incluindo Christopher Nolan, Denis Villeneuve, Rob Marshall, Doug Liman e Rian Johnson. Esperamos que isto se confirme.

Ficamos de olho… Spielberg é amante da ufologia desde criança e seus filmes muitas vezes abordam este tema de forma brilhante.

 

Ghost in the Shell ganhará novo anime em 2026

A aclamada franquia japonesa baseada no manga de Masamune Shirow publicado inicialmente em 1989 e posteriormente adaptado ao aclamado filme homônimo em 1995, se prepara para ganhar um novo anime. No último dia 25 de maio, a produtora japonesa Production I.G., proprietária da franquia, anunciou o lançamento de The Ghost in the Shell, anime que é situado no mundo do filme de mesmo nome. A protagonista do filme original, Major Motoko Kusanagi, vai protagonizar a história. De acordo com o anúncio, o seriado será situado em algum momento do fim do século 21 e mostrará um mundo onde a linha entre homem e máquina ficou indefinida. “Nesse cenário em plena transformação, a superagente ciborgue Major Motoko Kusanagi é encarregada de rastrear os terroristas e ciber criminosos mais inventivos e perigosos”, diz a sinopse, que ainda cita hackers fantasmas como adversários da personagem.

GITS-SAUR Atualizações do Mundo Geek - Junho 24

Além de um poster, um teaser também foi lançado

O projeto é tocado em parceria com a Bandai Namco Filmsworks, a Kodansha e a Science SARU. The Ghost in the Shell está previsto para sair em algum momento de 2026.

Em 2017, um longa-metragem em live action foi lançado com a atriz Scarlett Johansson, que acabou dividindo a opinião dos fãs. Leia nossa crítica aqui: A Vigilante do Amanhã – Ghost in the Shell.

Em 2020 foi lançada uma nova série anime Ghost in the Shell: SAC 2045, roduzida no Japão pela Production I.G. e Sola Digital Arts e distribuída pelo Netflix, em duas temporadas.

Ficaremos no aguardo, em breve também prometemos uma matéria especial sobre toda franquia Ghost in the Shell.

 

Remake de O Prisioneiro pode ser próximo projeto de Nolan

04 Atualizações do Mundo Geek - Junho 24
Patrick McGoohan é ‘Número 6’ no seriado original

Segundo informações da Variety, em 12 de março de 2024, o próximo projeto do direto Christopher Nolan, após vencer o Oscar de Melhor Filme e Melhor diretor por Oppenheimer, pode ser o remake do cultuado seriado britânico de espionagem, O Prisioneiro (The Prisioner). Segundo a Variety, Nolan estaria interessado em trabalhar em um remake, projeto que já tentou produzir em 2009, mas acabou desistindo após a AMC lançar sua própria versão da série na TV, estrelada por Jim Caviezel. Caso a informação se confirme, o plano de Nolan seria adaptar a série em um longa-metragem.

Lançada originalmente em 1967, O Prisioneiro é uma série de TV britânica criada e estrelada por Patrick McGoohan, que conta a história de um agente da inteligência britânica que é sequestrado e preso em uma misteriosa vila costeira após renunciar ao seu cargo.

 

Tr3n: Filmagens são encerradas

No último dia 06 de maio, o diretor Joachim Rønning anunciou que a fotografia principal de Tron: Ares, ou “Tr3n”, foi concluída, acompanhado de registros de bastidores.

“E encerramos com Tron: Ares! Graças a uma equipe incrível e incansável, eu realmente acredito que expandimos os limites da filmagem neste filme. Mesmo durante seis semanas de filmagens noturnas, vocês nunca diminuíram o ritmo. Além disso, um enorme agradecimento ao nosso maravilhoso elenco por deixar tudo em cena. Mal posso esperar para mostrar ao mundo o que fizemos!”

Declarou em publicação no Instagram.

tron3-a Atualizações do Mundo Geek - Junho 24

https://www.instagram.com/p/C6omFhcx-AD/?utm_source=ig_web_button_share_sheet&igsh=ZDNlZDc0MzIxNw==

Em 30 de maio, durante entrevista com a Total Film, o diretor Joachim Rønning comentou sobre o encerramento da produção de Tron: Ares. As gravações parecem ter sido relativamente rápidas: “Terminamos a fotografia principal há duas semanas, então basicamente estou dentro do computador há um ano. E então [eu] venho aqui e converso com você, e fico no oceano com Trudy por algumas semanas, antes de voltar para a edição e voltar para o Grid. É ótimo ser capaz de se mover entre mundos tão diferentes e estou ansioso para falar com você sobre Tron quando puder.”

O filme está programado para ser lançado oficialmente em 25 de outubro de 2025.

 

Planeta dos Macacos como anime, e franquia pode ter novos filmes

PlanetaMacacosGuerra Atualizações do Mundo Geek - Junho 24Enquanto Planeta dos Macacos – O Reinado promove um [re]início de uma nova trilogia, passada 300 anos após a morte de Cesar, o primeiro macaco inteligente, e fazendo boa bilheteria em volta do mundo, o seu diretor Wes Ball acha que a franquia também poderia seguir pra outros rumos além dos filmes para o cinema.

Falando durante evento recente no Japão agora em maio, o co-fundador do estúdio japonês de anime, Studio Trigger, Hiroyuki Imaishi, apareceu ao lado de Wes Ball, diretor de Planeta dos Macacos: O Reinado, e ambos mencionaram a possibilidade de um anime nesse universo: “Com uma série de anime você pode levar o seu tempo e desenhar coisas. Um filme tem duas horas de duração, então mesmo que você tente encaixar tudo, não é tão fácil. Eu adoraria fazer uma série.” comentou Ball.

“Planeta dos Macacos é uma franquia fascinante que parece que poderia realizar muitas coisas diferentes se fosse transformada em uma série de TV”, comentou Imaishi. “Sim! Parece interessante. Vamos perguntar à Disney! Isso pode ser ótimo”, adicionou o diretor Ball.

Claro que tudo não passa de suposição e nada de oficial existe.

Envolvidos na franquia desde Planeta dos Macacos: A Origem (2011), os produtores Rick Jaffa e Amanda Silver contam que pensaram em pelo menos nove novos filmes para a saga, incluindo os quatro já lançados. Falando ao Hollywood Reporter, Silver diz: “Quando a ideia surgiu, planejamos nove filmes. Pensamos que era ambicioso para caramba, mas aqui estamos. Já fizemos quatro.”

Ao que Jaffa completa: “Eu pensei em nove. Não sei se chegaremos lá, mas eu adoraria.”

 

Série de TV – Duna: A Profecia estreia em 2024 e ganha trailer!

Anunciado em 2020, quando o filme Duna – Parte 1, foi lançado oficialmente nos cinemas, foi anunciado o desenvolvimento, pelo canal HBO – atual Max, de uma série de TV, passada milênios antes dos eventos do filme, com produção do próprio diretor da franquia nos cinemas, Denis Villeneuve, que estava ajudando também na escrita do roteiro.

Durante o período, houve pandemia, greves e vários entre e sai de atores nesta produção conturbada. Intitulada inicialmente de Dune: The Sisterhood (Duna: A Irmandade), cuja a trama giraria em torno das Bene Gesserit, uma irmandade de mulheres que ajudam a guiar a humanidade em seu desenvolvimento.

Finalmente a série, agora batizada oficialmente de Duna: A Profecia, será lançada agora em 2024. Ela é inspirada no romance “Irmandade de Duna”, de Brian Herbert e Kevin L. Anderson e a sinopse oficial diz: “Ambientada no vasto universo de ‘Duna’, criado pelo aclamado autor Frank Herbert, e 10.000 anos antes da ascensão de Paul Atreides, ‘Duna: A Profecia’ segue duas irmãs Harkonnen enquanto enfrentam forças que ameaçam o futuro da humanidade e estabelecem a seita lendária que se tornará conhecida como Bene Gesserit”.

A série deve contar não só a origem das Bene Gesserit, assim como o plano de reprodução entre as Grandes Casas para chegar ao prometido Kiwsatz Haderach. Também poderemos acompanhar os esforços dessas integrantes ao espalhar a palavra do “messias” em diversos planetas e civilizações.

No elenco, estão as atrizes Emily Watson (dos filmes “Ondas do Destino”, “Embriagado de Amor” e da série “Chernobyl”) e Olivia Williams (“O Sexto Sentido”, “Meu Pai”), além da indiana Tabu, uma das atrizes mais célebres da história do cinema indiano. Tabu já ganhou o National Film Award de melhor atriz duas vezes – uma por “Maachis” e outra por “Chandni Bar” e também recebeu reconhecimento por seus papéis em filmes como “Cheeni Kum”, “Haider” e “Andhadhun”, alem de sete prêmios Filmfare. Tabu também apareceu em produções como “A Vida de Pi”, “The Namesake” e na minissérie da BBC “Um Rapaz Adequado”.

“Duna: A Profecia” deve chegar à plataforma Max e ao canal HBO no segundo semestre deste ano, durante a temporada de outono do hemisfério norte.

O trailer:

 

Duna 3 é confirmado… mas dependerá da disposição de Villeneuve

O diretor Denis Villeneuve sempre tem dito que seu projeto para Duna envolveria ao todo 3 filmes, assim que o Duna – Parte 1 foi lançado em 2021, arrecadando ao todo mais de U$ 400 milhões, em um período de pandemia global causada pela Covid 19, o estúdio viu que tinham algo que poderia render muito mais, assim o novo filme, lançado agora em 2024, Duna – Parte 2, foi a certeza que estavam no caminho certo.

A produção rendeu mais de U$ 700 milhões, e está sendo considerado o grande filme de ficção científica deste início de século XXI. Com o desenvolvimento também de uma série de TV, Duna: A Profecia (vide a nota acima), em 04 de abril a produtora da franquia, Legendary Entertainment, informou para o veículo de comunicação Variety que a terceira parte foi aprovada e será baseada no livro Messias de Duna que é o segundo romance da série lançado em 1969 pelo escritor Frank Herbert.

Em entrevista ao New York Times em 19 de abril, o cineasta Denis Villeneuve confirmou que está trabalhando ativamente no roteiro do terceiro filme, que adapta o livro Messias de Duna, e destacou a importância que Chani terá no próximo filme. “Essa raiva [sentida por Chani no final da Parte Dois] é tremenda. Não quero revelar o que farei com o terceiro filme. Eu sei exatamente o que fazer. Estou escrevendo agora. Mas há muito poder de fogo lá e estou muito animado com essa decisão”

Em 09 de maio, falando à Variety, Villeneuve confirmou a participação da atriz Anya Taylor-Joy no projeto: “Anya era a Alia assim que a conheci. Ela se sente fora deste mundo, como se pertencesse a outra dimensão. Filmar com ela na África foi simplesmente mágico. Sua generosidade, franqueza e paixão realmente me emocionaram. Mal posso esperar para voltar a Arrakis com ela.”

Atualmente o projeto do terceiro filme está em estágios preliminares de desenvolvimento com Denis Villeneuve na direção e roteiro. Messias de Duna é situado doze anos desde a ascensão de Paul Atreides – ou Muad’Dib – ao trono. Arrakis tornou-se o centro do Imperium, a partir de onde os Fremen se propagam a fim de levar sua filosofia e sua forma de governar aos planetas por eles conquistados. Os inevitáveis conflitos gerados por essa expansão fazem com que importantes facções contrárias ao imperador reúnam forças para detê-lo.

 


[RM-RS – Variety / Walt Disney Co / Deadline / Entertainment Weekly / Production I.G. / Total Film / HBO / New York Times / Studio Trigger / Hollywood Reporter]

printfriendly-pdf-email-button-notext Atualizações do Mundo Geek - Junho 24
The following two tabs change content below.
AvatarRicardo-150x150 Atualizações do Mundo Geek - Junho 24

Ricardo Melo

Profissional de TI com mais de 10 anos de vivência em informática. Tem como hobby assistir seriados de TV, ir ao cinema e namorar!!! Fã de rock'n'roll, música eletrônica setentista, ficção-científica e estudos relacionados a astronáutica. Quis ser astronauta, mas moro no Brasil... Os anos 80 foram meu playground!

7 thoughts on “Atualizações do Mundo Geek – Junho 24

  1. Sobre a polêmica envolvendo a escalação de Scarlett Johansson para o papel da protagonista em Ghost, é bom falar que a major Motoko Kusanagi, apesar de seu nome japonês, jamais teve sua nacionalidade colocada em pauta, tanto no mangá, quanto em suas inúmeras adaptações. Ela é um ciborgue, teve seu corpo construído do zero, mantendo apenas o seu cérebro, o qual, também, foi aprimorado com tecnologia. Mesmo sua aparência, nas animações e quadrinhos, não revela sua origem, sendo dificilmente enquadrada em uma etnia específica. De fato, a Seção 9, da qual pertence, conta com uma grande diversidade de membros – Batou, por exemplo, é outro que não sabemos ao certo de onde vem e isso perfeitamente se encaixa no universo criado por Shirow, de tal forma que ele próprio concordou com a escalação de Johansson.

  2. o Spielberg é mesmo melhor que 99% dos diretores, mas é fato que as obras dele vem caindo de qualidade, e nem podia ser diferente, niguem consegue manter um padrao de execelencia a vida toda, uma hora sua performance vai começar a quedar…

    1. Todo diretor tem seu auge e depois seu declínio…foi assim com Ridley Scott, James Cameron, até Stanley Kubrick…

  3. Duna 2 ja termina dando a entender uma continuacao… Villeneuve foi muito seguro que ia ser um sucesso e o estudio permitiu aquele final totalmente em aberto… tava na cara que ia ter o 3

    1. o Spielberg de hj nao é mais o de ontem heim… ultimos filmes tem sido bem mais ou menos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *